sábado, 5 de dezembro de 2020

.: Crítica: "Ex-Reality" aproxima expectador da arte sem que ele perceba


Por 
Helder Moraes Miranda, editor do Resenhando.

Não se sabe exatamente onde começa e onde termina a ficção em "ExReality". Mas em nenhum momento a arte deixa de aparecer neste projeto inovador do Teatro Porto Seguro em que os atores do espetáculo se dispuseram a participar. Ou se é o período de pandemia, e se a maioria das pessoas ficou mais atenta à poética do cotidiano, que torna "Ex-Reality" um experimento tão especial. Ao usar a banalidade da vida, o espetáculo aproxima o espectador da arte sem que ao menos ele perceba - afinal, tudo ou nada pode ser encenação e ninguém irá ficar sabendo disso.

O espetáculo encerra neste sábado, dia 5 de dezembro, a programação online de 2020 do Teatro Porto Seguro, ano conturbado para qualquer lugar que se propõe a abrigar espetáculos de cultura, e a ExCompanhia de Teatro propôs uma experiência inusitada ao convidar o público para vivenciar novas formas de imersão e interação onde realidade e ficção se confundem - algo extremamente simbólico para tempos de pandemia. 

Em "ExReality" tudo conspira para que todos os que estão participando - como observadores voyeurs ou público ativo, a ponto de poder interagir com os atores - sejam inseridos em um jogo de cena. O que é verdade e o que é mentira dentro de tudo o que é apresentado? E o que torna uma informação tão obsoleta ou alguém tão condizente com o sistema para aceitar o rótulo de algo que significa uma "ex-verdade"? São questões que não podem ser respondidas, e é bom que não sejam, pois a falta de resoluções as tornam eternas.

No formato criado pelos artistas Gustavo Vaz, Bernardo Galegale e Gabriel Spinosa, os atores, ao quebrarem a quarta parede e inserirem o público na realidade do que eles dizem ser as próprias vidas, também se mostram como mecanismo de algo presente na vida de grande parte de espectadores: um reality show. A diferença é que neste tudo pode acontecer, inclusive nada. 

Na última temporada, os atores Bárbara Salomé, Johnnas Oliva e Thiago Andreuccetti tiveram a coragem e a ousadia de transmitir ao vivo as telas de seus telefones celulares durante nove dias consecutivos. Em uma mistura de realidade e ficção, expõem um recorte da vida online. Se o objetivo era encontrar o sentido da vida, eles conseguiram mais.

Sobrevivendo a clichês como participar de desafios decididos pelo público, os atores se inserem no universo de uma gincana em que o prato principal é a exposição - não como artistas, mas como concorrentes de um programa em que somente um será premiado. Diante das câmeras e fora delas, todos estão sujeitos a erros e acertos. Com os atores, não seria diferente. 

Como quem não quer nada, diante das telas de seus aparatos tecnológicos, Bárbara, Johnnas e Thiago mostraram o clichê, o absurdo, o ridículo e até a poética não só de um reality show, mas da alma humana. Todo o material gravado ao longo do dia dá origem ao programa "ExReality" , comandado com muita graça e leveza pelo apresentador Daniel Warren, do programa "Art Attack" e da telenovela "Bom Sucesso". 

Tanto no reality show quanto na vida há quem se diz "verdadeiro" quanto quem demonstra traços de vilania e de altruísmo. Isso fica claro na televisão, mas é evidenciado em "Ex-Reality" de uma maneira que jamais foi feita. O espetáculo questiona se a máscara da realidade pode sobreviver a uma edição e, ainda, se existe vida fora da internet. As respostas podem ser várias e, com certeza, não serão únicas porque todas podem estar correto. 

Porque esse espetáculo deixa claro que o que é visto, percebido e mastigado não é um espelho que seja tão confortável de se ver - e é a partir disso que surge o mérito de "Ex-Reality", algo tão inovador e ao mesmo tempo tão camuflado de comum. Todos os que participam - os atores e os espectadores - fazem parte de um experimento. Sem dúvida, uma experiência linda e propícia para ser vivenciada várias vezes, porque, a cada nova abordagem, o espectador pode correr o risco de não se reconhecer.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.