Mostrando postagens com marcador Webséries. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Webséries. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 27 de julho de 2021

.: Capítulo 4: "As Winsherburgs" em "Um Passo Mais Perto"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos


Enquanto esperavam Ellen para uma carona, Mary e a amiga analisavam a pedra, com carinho e adoração, igualzinho ao Gollum.

- Amiga, onde exatamente você pegou isso?, perguntou Tarissa.

- Ah, Tatá! Estava no lixo da Agência das minhas irmãs. Eu até perguntei se era de alguém, mas a Lolita riu e disse que era só um pedaço de plástico brilhante. Mas... Como plástico iria brilhar assim, né?! Claro que eu guardei na minha bolsa!

Foi quando Tarissa brincou:

- Bom... Só não vai começar a repetir “My Precious”!!

*  *  *

- Mary, venha aqui!, grita Ellen chamando a filha que voltou da escola com a amiga.

Com a mesma agilidade de uma lesma abandonada numa renovadora preguiça. Sem qualquer pressa, em movimentos arrastados, Mary chegou pertinho da mãe e antes que soltasse um resmungo indefinido, Ellen disse:

- Menina, olha isso! Fui seguindo o carreiro e pá! Encontrei um formigueiro que estava se criando dentro desse DVD da Mariah Carey! Em busca de aventuras, talvez.

Ao juntar a informação devastadora e ver o estado do papelão, Mary foi capaz de promover uma resposta física e vocal muito rápida, mas sem a ideia da possível resposta que viria da mãe.

- Meu Deus! O que a senhora fez no meu DVD?!, reclamou Mary pousando as mãos nas laterais do rosto, numa imitação involuntária do célebre quadro “O Grito”, de Edvard Munch.

Ellen, como toda mãe dramática de plantão, respirou fundo e devolveu:

- Eu? Não fiz nada nas suas coisas. Sabe o que é isso que você faz? É por não me amar. Sou sua mãe. E você só sabe me agredir com respostinhas grosseiras. Está pensando que é quem? Vive debaixo do meu teto! Come da minha comida! Da próxima vez eu jogo é tudo fora. Não duvide! Estou farta da sua ingratidão!

Para fechar a cena com chave de ouro, Ellen saiu andando bem cabisbaixa e até simulando um choro, enquanto que Mary ficou parada, no quarto, sem entender toda aquela reação da mãe. Um tanto exagerada mesmo, por sinal.

Sem o intuito de piorar o clima em casa, Mary pensou no quão estressante havia sido aquela manhã após sete aulas seguidas dadas no Colégio Santa Helena. Fora que naquele dia ela tinha aula dupla com o último ano do Ensino Médio, a classe do Adilsinho, menino irritante que fazia perguntas aleatórias para tumultuar as aulas e desestabilizar os professores. E, geralmente, ele conseguia.

Sem saber bem como confortar a mãe, Mary preferiu deixa-la um pouco sozinha e chamou Tarissa para ver as formigas que ainda estavam seguindo o trajeto: tomada e encarte do DVD de “The Adventures of Mimi”.

De repente, a imagem do DVD foi apagada para Mary. Ela só lembrava do rosto do homem que a abordou na saída da escola, enquanto Tarissa foi ao banheiro. Na verdade, a conversa rápida, com o homem misterioso, foi marcante, a ponto de precisar contar sobre o ocorrido.

- Amiga, um cara lindo veio falar comigo e até me xavecou.

- Quando isso?, retrucou Tarissa muito animada. E completou:

- Conte-me mais sobre isso... Aliás, conte-me tudo!

*  *  *

Na agência de roteiros, o clima era de alegria, pois Apollo havia iluminado o final do túnel de Samantha e Lolita. O trio já tinha a data de um encontro com o roteirista e empresário Helder Lee para estabelecerem os critérios da futura sociedade.

Enquanto Sam, com um fone de ouvido ao som das canções dos “Backstreet Boys”, em volume baixinho, escrevia o roteiro para um vídeo encomendado pelo canal “Histórias do Passado”, Lolla e Apollo pesquisavam sobre a morte da socialite Ângela Diniz, o próximo roteiro a ser escrito por eles.

- Esse documentário tem tudo para ficar redondinho. História terrível, mas cheia de conteúdo. Parece que ela foi inspiração do escritor e jornalista Roberto Drummond, para Hilda Furacão. Roberto Drummond cria toda uma narrativa para brincar de 1º de abril!, comentou Lolla.

- Lembro de ver o kit de imprensa do seriado Hilda Furacão na casa de vocês. Fica até ao lado dos livros e DVDs de “O Senhor dos Anéis” e “Harry Potter”, né?!, falou Apollo.

- Sim! Mas saiba que os livros de Roberto Drummond e os DVDs do seriado Hilda, meu primo, são de mamãe. Então, se precisarmos, para mexer só com autorização escrita e assinada por Dona Ellen. Já deixo você avisado, avisadíssimo.

Os dois sorriem da brincadeira, mas focam no trabalho. Após alguns minutos de silêncio... O aparelho de som fez o barulho estridente mais uma vez.

- Encontrei um podcast sobre a Ângela, prima!

- Legal, Apollo! Pode ouvir?

- Sim! É pra já! Siga na pesquisa. Depois ouvimos todos juntos, nós três. O que acha?, questionou Apollo.

- Tá certo!, falou Lolla enquanto ergueu o polegar com um joinha.

*  *  *

Após dar fim ao ninho de formigas que estava em fase de emancipação na capa do DVD, Mary e Tarissa finalmente relaxaram. Tarissa, direta como sempre foi logo perguntando:

- Qual era o nome do xavecador?

Foi quando Mary esboçou um sorriso nos lábios e um brilho brotou nos olhos da jovem Winsherburg que falou de modo meloso:

- Ah! Ele nem disse, mas aviso que estou apaixonada. Acho que encontrei o amor da minha vida, Tatá! Ele foi tão gentil, tinha uma voz de arrepiar e estava tão, tão perfumado. Fora que parecia ator de filme de Hollywood de agora. Talvez um misto de Robert Downey Jr. e Christopher Hemsworth.

- Mas você percebeu tudo isso enquanto eu fui rapidinho ao banheiro da escola... Como ele se aproximou?, perguntou Tarrisa.

- Foi dentro da escola. Bem onde nós sempre ficamos sentadas esperando a minha mãe, respondeu Mary. Enquanto isso, Tarissa não conseguia entender tudo o que aconteceu em um intervalo tão curto de tempo. Foi quando ela, assombrada, perguntou:

- Você foi iludida pelo pai de alguém?

Mary gargalhou e rebateu rapidamente:

- Tarissa, Tarissa... Ele não é um velho! Pode ser no máximo o tio de alguém, mas aposto que é irmão de um algum aluno. E como eu estava dizendo... O meu gato falou comigo só para confirmar. Já sabia quem eu era, inclusive. Depois sumiu.

- Hein?! Como é que alguém some, amiga?, quis saber Tarissa, enquanto no grupo das meninas no WhatsApp, Juliette compartilhou o novo vídeo do TikTok e fez os aparelhos das amigas sacudirem.

Após um silêncio devastador, sem ter uma resposta plausível, Mary suspirou e determinou:

- Era um anjo!


One step closer

I have died every day waiting for you

Darling, don't be afraid

I have loved you for a thousand years

I'll love you for a thousand more

A Thousand Years. Christina Perri


*~~~~ Capítulo 5: "As Winsherburgs" em "Elétrico" ~~~~*


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura, licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos e formada em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Twitter: @maryellenfsm


Assista em vídeo como história ilustrada




segunda-feira, 12 de julho de 2021

.: Capítulo 3: "As Winsherburgs" em "Anjos Choram - Maus Hábitos"


Por: 
Mary Ellen Farias dos Santos


O episódio do clarão e do zunido em altos decibéis estava praticamente esquecido na mente de Samantha. Enquanto observava Sam fazer um lanchinho de guloseimas diversas, como se não houvesse amanhã, Lolita estava num turbilhão interno, pensando mil e uma coisas. E o último item da lista era justamente aquela aparição. Vendo a tranquilidade no olhar de Samantha, Lola decidiu tirar o pensamento da figura confusa que se formou diante dos olhos dela.

- Vou me distrair no Tiktok da Donatella Fisherburg!

*  *  *

Meia hora depois, na Agência Winsherburg, o ambiente de trabalho era descontraído e totalmente calmo. Em busca de inspiração para a escrita, as gêmeas ouviam, em som ambiente, no modo repetição, o álbum “Never Gone”, dos Backstreet Boys que era da mãe delas quando jovem. Lola e Sam eram meninas vintage. Curtiam ter tudo o que a modernidade e a tecnologia ofereciam, mas sem largar o que amavam, ainda que, de certa forma fosse visto como obsoleto. Lá, no escritório, o antigo aparelho de som em uso ainda era um daqueles com leitor de CD. Fora presente de aniversário das meninas, quando ainda eram pequetitas, dado pelos avós paternos.

Sam ainda beliscava um docinho trazido por ela da Cafeteria Dollywood ao perguntar para Lola:

E o caso da Rua Bolívia? Encontrou algo interessante para começarmos o roteiro para “Minutos de medo”?

Antes que surgisse a resposta, o telefone tocou, mas um som agudo, saído do som, sobrepôs até mesmo a música por completo...

Lola tomou um grande susto, mas rapidamente percebeu que só precisava mexer um pouco no fio do aparelho por estar com mal contato pelo envelhecimento.

- Precisamos comprar outro cabo, Sam!

Samantha e Lolita tinham apoio do primo Apollo, professor de Língua Inglesa no “Cursinho Valença”. Ele era o braço direito das duas e trabalhava com elas na camaradagem, uma vez que manter o aluguel da salinha comercial estava muito pesado, por conta da pandemia de Covid-19. Os trabalhos congelaram por pelo menos três meses, menos as contas que continuaram chegando assiduamente. Para resolver a situação prestes a virar periclitante, Lola e Sam tinham o plano de buscar um sócio para a Agência.

Eis que Apollo, prestes a entrar no escritório, bem antes de desejar “boa tarde” para as duas, tropeçou no tapetinho da entrada. Resmungou algo que nenhuma das gêmeas entenderam, mas foi o suficiente para que Lola e Sam trocassem olhares e soubessem de quem se tratava.

- É o Apollo! – falaram juntas em meio a gargalhadas.

Ao abrir a porta, Apollo lançou um sorriso para as duas e deu o habitual cumprimento cheio de entusiasmo e com maior entonação do que o habitual.

- Boa tarde, primo!, respondeu Sam.

- Tudo bem, Apollo? Percebi que já chegou se embolando no capacho da entrada, né?, brincou Lola com a voz bastante sarcástica.

- Foi mal, meninas! Cheguei atrapalhado, mas trago coisa boa. Supimpa!

Sem conseguir segurar a empolgação, Apollo revela ter conversado com um amigo de longa data, da Universidade Santa Clara, com quem havia estudado há alguns anos.

- Esse bro não é fã de redes sociais. Acredita que teve o Orkut, na época, e agora usa, tipo que por obrigação, o WhatsApp?

As meninas acabaram trocando olhares por não entenderam bem onde essa conversa prometia chegar, até que Apollo parte para o fim da história.

- Primas, vou resumir: o cara, meu amigo Helder Lee, disse que quer ser sócio da Agência de Roteiros Winsherburgs! Ele é muito influente, tem conhecimento. Vocês sabem, né? Fora que ele tem nome. Tudo pode melhorar e não corremos mais o risco de, em último caso, trabalhar num quartinho pequeno na casa da tia Ellen.

As Winsherburgs adoravam blockbusters e sabiam muito bem que Helder foi o roteirista de recentes produções de sucesso absoluto como "Loucamente em fuga", “Para sempre Bela, sem a Fera” e "Ariel em perigo".

- Ele é muito famoso!, gritou Sam de modo esfuziante. E logo fez uma correção: - O texto dele!

Boquiabertas, a duas se abraçaram com os olhos cheios de lágrimas, enquanto Apollo, com um afago, se juntou no abraço. Após beijar a testa delas, disse como quem está em paz:

- Encontrei o sócio que precisávamos!

Assim que Apollo terminou a fala, Lola sentiu um arrepio na espinha.

Um vento forte fez a janela abrir bruscamente, levando todos os papeis que estavam empilhados na mesa do escritório para o chão. Foi quando Sam gritou abrindo os braços:

- Vento, ventania, me leve para os quatro cantos do mundo!

*  *  *

Na escola, quando Mary fazia com a amiga a aula optativa do dia que era sobre a História da Humanidade.

- Amiga, estou empolgada por causa dessa aula de História. Não vejo a hora de chegar em casa para pesquisar no computador sobre a relação entre os neandertais e o homo sapiens. Só de saber que os neandertais não foram dizimados pelo homo sapiens e só estavam em menor quantidade, é algo surreal. Na verdade, eles até se envolveram com os homo sapiens, mas não resistiram por muito tempo aqui na Terra.

Tarissa, amiga de Mary sorriu e suspirou antes de dizer baixinho:

- Amiga, você tem que usar seu interesse para ganhar dinheiro!

- Caraca! Os meus dados móveis acabaram justamente agora!, gritou Mary extremamente empolgada enquanto bateu a mão direita na mesa e foi baixando o tom da fala por perceber onde ainda estava.

O professor Cláudio, mesmo estando na outra ponta da sala repreendeu a dupla:

- As duas aí... Que gritaria é essa?

Todos na sala olharam para elas. Se existisse um buraco de tamanho suficiente para elas enfiarem as suas cabeças, seria pra lá de bem-vindo. O mais insano é que Mary conversava com Tarissa, mas sobre o conteúdo da aula. Mas, quem iria acreditar, né?!

Cláudio aproveitou o silêncio constrangedor e avisou: - Vocês têm cinco minutinhos para guardar o material. Nosso encontro de hoje fica por aqui. Os estudantes da única sala de 1º ano do Ensino Médio do Colégio Santa Helena ficaram a postos, ansiosos para serem liberados, mas Mary permaneceu parada olhando fixamente para a pedra que tinha pegado lá na Agência das irmãs.

- Que brilho!

*  *  *

My bad habits lead to wide eyes starin' at space

And I know I'll lose control of the things that I say

 

Bad Habits. Ed Sheeran


*~~~~ Capítulo 4: "As Winsherburgs" em "Um Passo Mais Perto" ~~~~*


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura, licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos e formada em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Twitter: @maryellenfsm



Assista como história ilustrada


terça-feira, 29 de junho de 2021

.: Série na internet aborda construção da masculinidade na sociedade

O ator Felipe Barros, protagonista e idealizador da série


"O Pau no Divã" é uma websérie de ficção em 5 episódios criada e protagonizada pelo ator Felipe Barros, que estreia no dia 29 de junho, às 20h, pelo Youtube e pelo canal do Instagram do ator @fefobarros. A série busca discutir sexualidade e masculinidade a partir da ótica de Potira Jandara, uma mulher à frente de seu tempo, que através da escuta, empatia, do amor e boas doses de sarcasmo, coloca no divã os comportamentos dos homens que circulam sua vida. 

“Um olhar sobre as masculinidades possíveis em nossa sociedade. O novo homem. Mais sensível e mais saudável emocionalmente. Uma homenagem a Psicologia e a Psiqué Humana.”

Criando "O Pau no Divã"

Em meados de 2019, como projeto artístico e pessoal, o ator Felipe Barros decidiu investigar a sua masculinidade e os conceitos/pessoas/ideias que o fizeram ser aquele homem, performando aquele tipo de masculinidade. Após pesquisas, estudos e muitas sessões de terapia, onde Felipe buscou entender os caminhos da sexualidade no processo de construção da masculinidade na nossa sociedade, nasce "O Pau no Divã".

Primeiramente como um canal para desabafo no Youtube, eu tinha a intenção de falar. Falar sobre minhas pesquisas, o que estava sentindo, minhas dores, dúvidas, sobre uma nova visão de mundo, livre, saudável, ética e que passa exclusivamente por um novo entendimento sobre o papel do homem e como esse exerce sua masculinidade numa sociedade que tenta a todo custo reprimir toda e qualquer papel feminino ou de quem performe feminilidade. Uma nova sociedade só é possível em equilíbrio. Masculino e Feminino caminhando juntos”, conta Felipe. 

Após uma temporada de vídeos no seu canal no Youtube, a vontade de criar e desenvolver uma nova linguagem audiovisual para continuar falando sobre os temas de suas pesquisas, fez Felipe buscar novas narrativas. Aproveitando a finalização de um curso de Roteiro, onde precisava desenvolver um projeto de conclusão, Felipe uniu suas pesquisas sobre o tema “Sexualidade e Masculinidade” com a vontade latente de atuar e produzir um conteúdo mais autoral e artístico, e assim escreveu a websérie "O Pau no Divã"

Depois de ajustes no roteiro e muitas chamadas de vídeo com amigos que trouxeram insights e incentivos para realizar a obra, decidi pôr a mão na massa e contar com o que tinha para fazer acontecer. Todos os episódios foram gravados durante 2 semanas, no mês de fevereiro de 2021, no meu apartamento. A equipe contou apenas com duas pessoas presencialmente, a fotógrafa Nathalia Souza, minha irmã, e a maquiadora Isabella Pinguel, minha vizinha”.  

Toda a produção, figurino e direção de arte foi feita pelo próprio ator nas semanas que antecederam as filmagens. O trabalho de construção dos personagens e preparação do ator para a série, foi feita pelo profissional Sergio Spina, assistente da preparadora de elenco Fatima Toledo. 

Sobre Felipe Barros: Felipe Barros é um ator/criador paulistano, de 32 anos.  Começou ainda criança e desde então não parou mais de sonhar, de imaginar, de criar, de desenvolver o seu olhar e fazer artístico, tanto no teatro, quanto nos últimos anos no audiovisual. Felipe busca olhar a vida sempre atras de inspiração, de boas histórias, boas pessoas, bons momentos. 

Trabalha profissionalmente com teatro desde os 15 anos, somando mais de 20 espetáculos teatrais, entre eles Salomé, Vereda da Salvação, Noite de Reis e Boca de Ouro. Em 2012, foi indicado ao prêmio Femsa, como melhor ator coadjuvante, pelo infantil Rapunzel do Grupo Gattu. Interpretou Jesus Cristo na opera Cavalleria Rusticana, em 2014 Theatro Municipal de SP. Participou das séries Zé do Caixão, Ainda 70 e Rio Heroes. No cinema, atuou em mais de 10 curtas metragens, entre eles os premiados RG, Valsa para Ronana e Passagem, e protagoniza o longa Todos Nós 5 milhões (disponivel no youtube). Atualmente trabalha como apresentador de conteúdos educacionais e produz o projeto O Pau no Divã, no youtube.

Sobre Potira Jandara – A protagonista: Potira é uma mulher grande. Na altura e no coração. Inspirada em histórias e comportamentos de grandes mulheres que passaram pela vida do ator Felipe Barros, Potira é amor, é escuta, é empatia, é puxão de orelha, é masculino, é feminino, é liberdade, é resistência e resiliência. Potira é a visão de um mundo mais humano, que não julga, porque entende a dor do outro. 

Potira é aquela amiga, irmã, vizinha que todo mundo adoraria ter. Uma boa amiga, um bom conselho, um bom momento de reflexão e inspiração. Seja com uma taça de vinho, um bolo recém-saído de forno, ou abrindo uma carta de tarô, Potira está sempre pronta pra receber em sua casa e compartilhar dores e delícias de se viver. Sua casa é um templo para respirar. E sua missão é acolher os corações apertados, iluminar pensamentos obscuros e ressignificar conceitos que sufocam os homens. 

Enquanto Potira abre sua escuta e seu coração para os mais diversos dilemas do outro, ela espera por alguém que a escute com a mesma doçura, amor e compreensão que ela merece. 


Sinopse Episódios 

Episódio 1 – Pedro: O Vizinho do Lado – Dia 29/06/2021 – às 20h

Quando Potira está prestes a relaxar, Pedro invade sua casa para falar do seu final de semana. Incomodada com algumas atitudes de Pedro após sua separação, Potira decide falar algumas verdades para seu vizinho do lado. 

Temas abordados: Masculinidade Toxica; Separação; Comportamentos infantis; Monogamia.


Episódio 2 – Guilherme: O Sobrinho – Dia 06/07/2021 – às 20h

Depois de três dias abrigando seu sobrinho que fugiu de casa, Potira resolve ter uma conversa franca com o menino. Guilherme decide revelar seus segredos mais escondidos e deixa Potira perplexa.

Temas abordados: Relação Mãe e Filho; Virgindade; Pornografia na Web; Sexualidade.


Episódio 3 – Luiz Claudio: O Vizinho de Cima – 13/07/2021 – às 20h

Incomodada com as brigas constantes que escuta vindo do andar de cima, Potira resolve tomar uma atitude drástica. Mas o que Potira não esperava, era ser confrontada por seu vizinho.

Temas abordados: Violência Doméstica; Machismo; Discursos de Ódio; Homofobia.


Episódio 4 – Marinho: O Irmão – 20/07/2021 – às 20h

Quando seu irmão aparece na sua casa logo de manhã, Potira sente que vem bomba. Num papo franco, Marinho conta sobre sua última aventura e Potira descobre os dilemas de seu irmão.

Temas abordados: Casamento; Familia; Bisexualidade; Fetiches.


Episódio 5 – Júlio: O entregador – 27/07/2021 – às 20h

Quando Julio vem fazer uma entrega para Potira, ele conta para ela uma novidade. Numa conversa dura, Julio abre seu coração e deixa Potira emocionada.

Temas abordados: Paternidade; Justiça Social.


Sobre a veiculação e os próximos passos: Os episódios da série serão disponibilizados às terças feiras, às 20 horas, no IGTV do ator Felipe Barros @fefobarros e no canal O Pau no Divã, no Youtube. https://www.youtube.com/channel/UCOWPxN4DlHadSQH9b20UCSQ

Pela sua página no Instagram (@fefobarros), o ator Felipe Barros promoverá interações com seu público, interpretando a protagonista Potira Jandara e ampliando o debate trazido através dos temas abordados em cada episódio. Cada sexta feira que antecede o episódio, Potira vai soltar alguns spoilers sobre os assuntos do episódio da semana e sobre o homem em questão que visitará sua casa. 



Após o lançamento dos 5 episódios, a partir de 3 de agosto, o ator Felipe Barros, dentro de sua página no instagram (@fefobarros) apresentará 5 lives com convidados a serem definidos para debater sobre masculinidade, sexualidade e sobre O Pau no Divã. Paralelo a isso, Felipe vai apresentar o projeto para outras produtoras e distribuidoras e participar de festivais de web séries pelo Brasil e o Mundo. Começando com o RioWebFest 2021, maior festival de web séries do Brasil. 

segunda-feira, 28 de junho de 2021

.: Capítulo 2: "As Winsherburgs" em "Parte 1: Anjos choram"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos


Tudo parecia normal no bairro de Santa Terezinha.

Pássaros seguiam em disparada no alto do céu azul e limpo, como que partindo numa fuga coordenada, logo abaixo, na Agência Winsherburg, algo diante de Sam e Lola, de certa forma, materializou-se.

Sam desmaiada ao chão, fez com que Lola se desesperasse ainda mais. Sabia que estava sozinha para proteger as duas. Contudo, o medo a forçou permanecer na pose de incrédula. Então, com a mesma agilidade que vieram, o som ensurdecedor e o clarão na sala, deram espaço ao silêncio e a luz natural dali. 

Afinal, o que fora aquilo?

*  *  *

Ellen, mesmo sendo de manhãzinha, já tinha perdido o celular dentro de casa. Lembrou que antes de preparar a mesa para o café-da-manhã, tinha estado na sala, para pegar um papel em branco e montar a próxima lista de compras. Precisava urgentemente de manteiga.

Determinada, como se estivesse certa de onde havia deixado o celular, saiu da cozinha e foi até a sala. Seguiu firme, agarrou uma banda das cortinas cor creme, na grande janela do ambiente, empurrou um lado e depois o outro para os cantos, a fim de clarear todo o espaço.

E se fez a luz!, pensou Ellen enquanto dava meia volta para iniciar a caçada.

Tal qual o Visão, passou os olhos em tudo o que estava ali –exatamente do jeito que ela havia deixado. Focou em duas poltronas e duas namoradeiras, impecavelmente arrumadas, cobertas por mantinhas finas, com franjas e almofadas combinando, também cheias de detalhes. E ali, na namoradeira perto da televisão, entre uma almofada e outra, foi para onde o celular havia escorregado, deixando de fora, somente uma pontinha da carteira protetora de um rosa gritante que Ellen usava no aparelho. 

- Temos que maneirar aí na manteiga, hein!, gritou Ellen ali da sala, enquanto se deu conta de que não tinha anotado no papel das compras a palavra “manteiga”, embora já tivesse escrito “barras de chocolate”, “marrom glacê” e “leite condensado”. Itens que não estavam perto de acabar, mas que para ela, não poderiam faltar de modo algum. 

De que adiantou dar o alerta somente para Mary?, concluiu. Afinal, Benjamin, Lolita e Samantha já tinham saído para trabalhar.

Ao retornar para a cozinha comemorando o achado, erguendo o celular como que se fosse um troféu, fazendo Mary se apressar, Ellen percebeu que a filha conversava alegremente.

- Com quem você está falando, Mary?, perguntou a mãe estranhando tanta alegria logo cedo.

Mary que já lavava a louça do café, virou-se pálida, com os olhos arregalados e antes de falar, engoliu em seco até gaguejar:

- Com a senhora! Estava aqui bem atrás de mim, agorinha!

- Claro que não, menina! Acabei de voltar da sala, rebateu Ellen. E continuou:

- Sabe o que é isso, mocinha? Eu sei. É resultado de mais uma noite mal dormida. Eu vi a claridade por debaixo da sua porta e sei que era algum filme de terror! Era uma gritaria desesperada e aquelas musiquinhas esquisitas...

Mary engoliu em seco e acabou revelando.

- Estava assistindo “Colheita Maldita” na live da galera da escola, mãe! Ai, a senhora não deixa nada passar batido.

- Claro, minha filha! Eu já tive a sua idade... Ou acha que eu nasci adulta, casada e mãe de três?! Mas se isso der problema no seu rendimento escolar, vou ter que contar para o seu pai.

*  *  *

Mãe e filha seguiram no carro da família para a escola, sem comentar a respeito do que havia acontecido na cozinha, minutos antes. Ellen, gostava de repassar o conteúdo de Língua Portuguesa com a filha, durante o trajeto. Geralmente, as duas se divertiam, mas também se estranhavam, tal qual mãe e filha. 

Mary amava escrever e dizia querer ser professora, mas Ellen logo falava que era melhor estudar jornalismo, pois tinha a oportunidade de trabalhar com as irmãs, na Agência Winsherburg.

- Nananinanão! Ser professor é só desrespeito de todos os lados. É lindo em filmes, filha! Já viu o filme “Entre Os Muros da Escola”? Super recomendo! Olha, independentemente de ser escola particular ou pública. Não! Todas são pesadelos. Ou por alunos sem educação ou pela diretoria que só cobra e pouquíssimo oferece, incluindo um pagamento até abaixo do piso. Olha eu aqui, não vivo ouvindo gracinhas abusivas da diretora Nana? Ela me faz pensar que ser professora em escola pública é um sonho. Aliás, não vejo a hora de sair dali. Só estou esperando você se formar!

- Eu sei! Eu sei, mãe!, falou Ellen bem baixinho.

- Você gosta de escrever! Melhor pesquisar mais sobre jornalismo. Fale com a Lolita e a Samantha!

- Boa! Mãe, hoje eu posso ficar com elas, na agência? Deixa?!

*  *  *

Lola continuou estática enquanto Sam despertava totalmente confusa... Foi quando ambas trocaram um olhar que parecia infinito.

- Lola, o que aconteceu?

Lolita apenas balbuciou palavras embaralhadas e sem sentido.

Após dar uma golada na garrafinha de Fanta Laranja, Lola sentenciou:

- Mana, veio um vento forte acompanhado de um clarão e um zunido enlouquecedor! Tu teve a sorte de apagar, mas eu vi. Era uma figura indecifrável!

*  *  *


"I know I can stand just pull me back up

Like there ain't no hurricane it's just us"


Angels Cry. Mariah Carey feat Ne-Yo


*~~~~ Capítulo 3: "As Winsherburgs" em Anjos Choram - Maus Hábitos" ~~~~*


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura, licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos e formada em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Twitter: @maryellenfsm

Assista:



segunda-feira, 7 de junho de 2021

.: Capítulo 1: "As Winsherburgs" em "A cidadezinha de São Franciso de Assis"


Por: Mary Ellen Farias dos Santos

A Cidade de São Francisco de Assis era o lugar ideal para se viver, ao menos era o que todos os turistas pensavam ao aproveitar um final de semana no lugar que mais parecia uma pintura realista pronta para ganhar pinceladas impressionistas de Claude Monet. Parecido com “O Campo de Papoulas perto de Giverny”, “Ilha das Flores” ou “Paisagem de Vétheuil”.

As grandes montanhas arborizadas e floridas, com caminhos de terra, mesmo quando se afinavam, indicavam o caminho exato para chegar até o topo.

Era de lá do alto dessas montanhas que se via muito da vida alheia, cada um representado por uma formiguinha trabalhadeira. Saindo de suas casas ainda antes de o Sol nascer, de fato, para retornar quando a Lua já brilhava enquanto subia. No entanto, era lá no bairro de Santa Terezinha em que estava a família Winsherburg.

- Vamos, Mary! Levante-se o café da manhã já está na mesa e você ainda precisa colocar o uniforme! -gritou Ellen na cozinha. Eu não posso me atrasar, filhinha! Venha! –Insistiu mais uma vez, mas com a voz amorosa e sem sair do lugar.

Ao longe, o som misto de resmungos indecifráveis e chinelos de quarto arrastados ecoavam por todo o corredor da casa. Isso já era um bom sinal, pois o fim do corredor dava exatamente na cozinha.

Naquele finalzinho do corredor, Mary parou de olhos fechados, decidindo brincar de estátua descabelada.

Ao ver a cena, Ellen simplesmente soltou a respiração mais forte pelo nariz e virou os olhos como que procurando por paciência, o que ela já estava prestes a perder. Contudo, segurou-se.

- Aãããããn!, mãe eu madruguei ontem. A senhora sabe! Por que eu não posso ficar? Preciso descansar a minha mente, meu corpo. O que acha?, propôs mary.

Ellen também fechou os olhos e disse:

- Você vive debaixo do meu teto, mocinha! Eu não permiti que ficasse até a madrugada brincando no celular. Agora, estamos perto da hora de ir para a escola, eu vou dar aula e você estudar. Está pensando que é fácil...

Mary completou a fala da mãe: “ser professora?”

- Eu sei, mãe! Mas a live ficou tão boa. Todos! Eu disse que TODOS os meus amigos da escola estavam e eu fui ficando... ficando! Os meus olhos cada vez mais abertos... perdi o sono!

Enquanto falava, Mary escorregava pela cadeira da mesa que servia um farto café da manhã com suco de laranja puro, donuts, pães e seus acompanhamentos prediletos: requeijão, manteiga, queijo e peito de frango fatiados. Tudo colocado com capricho numa linda toalha de mesa com bordas azuis e flores arroxeadas no centro.

Mary, sabe o que eu vou fazer?, perguntou a mãe.

Não! Nãããão! Por favor! Por favorzinho!, suplicou a filha, mas Ellen a impediu que dissesse mais qualquer outra coisa.

- Eu declaro aberta a semana de confisco ao celular. Todo dia, quando voltarmos juntas da escola, o seu aparelho ultramoderno ficará sob meus cuidados. Seja solene ao avisar aos seus amiguinhos da live! Agora, encerro o meu pronunciamento a respeito do assunto. –concluiu Ellen enquanto enchia um copo d´água diante do filtro branquinho.

Mary sabia que não deveria abrir mais o bico, pois a mãe dela era a lei em casa. Benjamin, era dono do posto de amado papai Winsherburg, mas também sabia que, no final das contas, quem sacudia as rédeas com as meninas, era Ellen. Nunca ninguém ousava contestar.

Mamãe é chata, mas sabe o que é melhor. Ao menos é o que vivem dizendo Lolita e Samantha, pensou Mary enquanto degustava seu pão com muito requeijão, uma fatia de queijo e duas de peito de frango.

* * * 

Lola gargalha e aponta com uma das mãos para Sam, embora segure a barriga com a outra mão, enquanto se curva, mesmo estando sentada na cadeira do escritório que as duas dividiam.

- Não! Você não tem moral para me repreender por ter chorado com a cena de Ferris Buller no desfile de “Curtindo a Vida Adoidado”, Sam! Tu não tem mesmo!, sentenciou Lola.

Lola, que reclama sentir dor nas bochechas de tanto rir, completa:

- Maninha, tu chora sempre quando assiste o final de “Guardiões da Galáxia Vol. 2”. Gosta tanto assim do Yondu, é? Ou fica derretida pelo baby Groot quando ouve “Father and Son” no colinho de Peter Quill?

Lola era do tipo impaciente e séria, mas com Samantha ela agia diferente. Ela se soltava, era mais livre como se pudesse ser como gostaria, mas tinha medo. Afinal, desde criança na escola, para todos, Lola era a irmã estudiosa e centrada, enquanto que Sam era sonhadora até. Ah, Petra que o diga! As tristes histórias escolares das gêmeas foram marcadas por essa garota com coração de pedra.

Com cara emburrada, mas querendo rir, Sam rebate:

- Tá! Tá! Aguarde a sua hora vai chegar! Nada como um dia após o outro, Lolinha querida.

De repente, um vento forte invade a agência, enquanto um barulho ensurdecedor vem junto com um clarão.

* * * 


*~~~~ Capítulo 2: "As Winsherburgs" em "Parte 1: Anjos choram" ~~~~*

*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura, licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos e formada em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Twitter: @maryellenfsm

Assista também:



quarta-feira, 19 de maio de 2021

.: Hello Kitty nas Olimpíadas: novos episódios toda quarta-feira


A série "Hello Kitty Fun" acaba de ganhar uma nova temporada, lançada no dia 19 de maio, no YouTube Voltados para a temática esportiva, os episódios trazem a personagem se aventurando em modalidades Olímpicas, inspirada nos Jogos de Tóquio que começam em julho.

No primeiro episódio, Kitty White se aventura na natação e, ao longo dos próximos dois meses, será possível ver a personagem praticando de maneira lúdica o skate, futebol, basquete, ginástica artística, karatê, corrida e salto em distância. Os episódios têm cerca de um minuto e serão disponibilizados todas às quartas-feiras.

A série Hello Kitty Fun foi desenvolvida com uma proposta capaz de cativar os mais diversos públicos e faixas etárias. "Com essa nova temporada, queremos que os fãs da marca entrem no clima das Olimpíadas junto com a personagem. O conteúdo desenvolvido em formato Toy Art apresenta a Hello Kitty em um universo novo para os nossos espectadores.", comenta Monica Joseph, Gerente Comercial e Marketing da Sanrio no Brasil.

As duas primeiras temporadas acumularam mais de 3 milhões de visualizações somente no canal brasileiro. A série, que é produzida pela Split Studio, pode ser vista gratuitamente no canal oficial da Hello Kitty Brasil no Youtube, e estará disponível simultaneamente para toda a América Latina, nos canais do México e Latinoamérica.

Sobre a Sanrio: Criada por Shintaro Tsuji, em 1960, a Sanrio é a empresa japonesa responsável pela criação e licenciamento de personagens como a Hello Kitty. Além do ícone da cultura japonesa conhecido mundialmente, o portfólio da marca também inclui outros personagens, como Chococat™, Keroppi™, Badtz-Maru™, MyMelody™ e, mais recentemente, Gudetama e Aggretsuko, a jovem panda vermelha que é a estrela da série homônima de três temporadas da Netflix. A marca possui cerca de 50 mil produtos que são comercializados em mais de 100 países. Presente na América do Sul desde 1999, conta com mais de 80 empresas licenciadas no Brasil nos mais diversos segmentos de produtos. Mais informações: http://www.sanrio.com.br.






segunda-feira, 17 de maio de 2021

.: Rodrigo Tardelli fala sobre estreia da nova temporada de "A Melhor Amiga da Noiva"


Na última quinta feira, dia 13 de maio, a Ponto Ação Produções lançou a 3ª temporada da webserie "A Melhor Amiga da Noiva". O primeiro episódio foi ao ar e já está com mais de 195 mil visualizações e ficou por dois dias em alta no YouTube. 

“A Melhor Amiga da Noiva” é uma websérie nacional independente que conquistou fãs por todo o mundo e se tornou um grande fenômeno. Rodrigo Tardelli, Priscilla Pugliese e Natalie Smith integram ao elenco principal da série. Os fãs foram à loucura com a volta dessa produção tão querida. No seriado, Priscilla e Natalie dão vida ao casal #FeJu (Fernanda e Juliana), já Rodrigo interpreta o personagem Daniel, amigo mais que especial das personagens. 

As duas primeiras temporadas da série acumulam mais de 40 milhões de visualizações, o que resultou na posição de webserie lésbica mais assistida da América Latina entre os anos de 2017 e 2018, quando as temporadas foram lançadas. O primeiro episódio que foi ao ar ontem foi parar no #16 em alta do youtube e já acumula mais de 100 mil visualizações.

“O retorno do público durante o lançamento não poderia ter sido melhor. O retorno do Daniel foi muito elogiado, é uma das cenas que acho mais lindas também do primeiro episódio e fiquei animado com o levantamento sobre ele estar envolvido em alguma vilania da temporada ao mesmo tempo em que elas não torciam por isso, por gostarem muito dele. Foi divertido acompanhar”, afirma Rodrigo Tardelli.

Na 1ª e 2ª temporada a série abordou temas e problemáticas sociais de grande importância, como, traição, gravidez, depressão e adoção. Na fase atual os personagens vivem novas histórias e surpresas que vão deixar o público ainda mais apaixonado pela trama. O roteiro da nova fase da trama foi escrito pelas atrizes Priscilla Pugliese e Juliana Del Rosso, que trouxeram desta vez, um suspense, mas sem perder a essência do drama característico de A Melhor Amiga da Noiva.

“Nessa nova temporada a gente deu uma diferenciada no gênero da série. Continua sendo um drama, mas estamos apostando em um suspense, trazendo alguns mistérios. Misturamos também alguns personagens da primeira temporada com a segunda. Acho que a galera vai curtir. Apesar a limitação que tivemos para gravar, está uma temporada esteticamente muito bonita”, pondera o ator. Todas as quintas-feiras, às 20h, será lançado um episódio novo no youtube da Ponto Ação Produções. Vocês já podem conferir o primeiro episódio: https://www.youtube.com/watch?v=6V3dYe2sfKU&t=1s




domingo, 25 de abril de 2021

.: "Turma da Dona" apresenta histórias de modo lúdico com bonecas



Histórias variadas, criadas e recontadas, por meio de fotos com balões de diálogos e imagens em movimento. Assim são os vídeos da playlist intitulada "Turma da Dona", disponíveis no Canal Photonovelas (youtube.com/c/Photonovelas). 

A contação de estreia foi uma história própria da jornalista e professora Mary Ellen Miranda que foi batizada de "A Barata". O fato retratado é um acontecimento engraçado, mas que também apavora muitas pessoas -não somente mulheres. Quem nunca se assustou com o ataque de uma barata que atire a primeira pedra?!

Entre os bonecos que protagonizam a primeira trama estão os fakedolls Auden Pink e Donatella Fisherburg, sem contar na participação importante da Barbie vovó, modelo antigo da Mattel. A troca de bonecos protagonizando as histórias é proposital, pois trata-se de uma turma que é encabeçada por Donatella Fisherburg, daí o apelido "Dona".

Atualmente, a sequência de contação totaliza 14 vídeos. Divirta-se e inscreva-se no Photonovelas!


A abertura



A playlist

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

.: Bia Bom integra o elenco de "O Livro da Vida"


A atriz e cantora mirim, Bia Bom, inicia 2021 com novidades. Integrando o elenco da webserie "O Livro da Vida", com direção geral de Cynthia Falabella, que estreia em breve. Há três mil anos, existia um livro poderoso chamado "O Livro da Vida". Por conta de uma guerra, esse livro foi dividido em três partes que se perderam conforme o tempo. 

Três mil anos se passaram, então um grupo de bruxas-aprendizes resolvem tentar unir as três partes novamente para trazer a paz para o universo. Enquanto isso, duas garotas que estão presas dentro do sub-universo (um lugar sombrio e escuro) estão lutando pela própria vida para conseguir fugir daquele lugar.

A webserie estreia em breve e tem direção geral de Cynthia Falabella, roteiro e assistência de Leonardo Robbi, edição de Diego Nascimento e realização do CN Artes. Bia Bom esteve em cartaz no musical "Achados e Perdidos", com direção de Cininha de Paula, interpretando a Menina do Riso. Já participou do curso de montagem de "Matilda - O Musical", da Espaço Artístico 4 Fun, onde interpretou Alice. Recentemente integrou o elenco da versão musical de "João e Maria", com direção de Fernanda Chamma e de "Matilda in Concert" do Estúdio Broadway.

sábado, 5 de dezembro de 2020

.: Rezende estreia a superprodução “Férias de Adolescentes”

Série de 15 episódios foi gravada em apenas 42 horas na cidade Ribeirão Claro, no Paraná, e estreia  sábado, dia 5, no canal Rezendeevil, 7º maior do Brasil 


Considerada a segunda maior plataforma de vídeos de entretenimento para jovens do mundo, ficando atrás apenas da Netflix, o YouTube abre diversas possibilidades para vídeos, com espaço para séries, curta metragens e os famosos vlogs. Assim, os criadores de conteúdos veteranos da plataforma investem em super produções audiovisuais para conquistar e fidelizar ainda mais a audiência. E o youtuber Rezende, dono do 7º maior canal do Brasil, entende bem do assunto. Seguindo essa tendência, o influenciador estreia a série “Férias de Adolescentes”, que estará disponível no canal Rezendeevil a partir deste sábado, dia 5, às 20h (youtube.com/rezendeevil)

Os episódios foram gravados na cidade de Ribeirão Claro, no Paraná, durante uma maratona de 42 horas em dois dias. Ao longo de 15 capítulos, publicados diariamente, o youtuber e seu grupo de amigos - com a participação de convidados - se aventuram em um acampamento rodeado de natureza, em uma trama inédita. Confira a sinopse: 

“A turma da ADR se prepara para uma nova aventura. Todos recebem convites para umas férias em um recanto afastado da cidade, totalmente de graça! Lá eles passam momentos incríveis em contato com a natureza, porém Pedro começa a perceber que existe algo de estranho, escondido no meio dessa proposta irrecusável. Acompanhe os momentos de felicidade, suspense e até mesmo amorosos da turma. Será que vem casal por aí?”

O elenco é composto pelo próprio influenciadores e os creators Ana Mosconi, Carol Garcia, João Rezende, Laís Bianchessi - que já são fixos no canal -, além da participação de Muca Muriçoca e João Quirino. A produção faz parte das mais de 31 horas publicadas por Rezende mensalmente na plataforma. 

Sobre Rezende: Aos 24 anos, Pedro Rezende é um dos maiores youtubers da atualidade, ocupando o 7º lugar no ranking nacional, com mais de 28 milhões de inscritos, 11 bilhões de visualizações e mais de 9 mil vídeos produzidos. O jovem de Londrina, no Paraná, saiu da cidade aos 16 anos para ser goleiro do Real Rieti, time de futsal na Itália. Mas foi no computador que se transformou em um grande astro com suas séries do jogo Minecraft, vlogs e desafios em seu canal no YouTube — Rezendeevil. Atualmente, são ao menos 31 horas em vídeos publicadas mensalmente no YouTube, e mais de 200 horas de trabalho dedicado ao canal por mês, entre gravações, reuniões e produção dos materiais.  

O influenciador também ostenta uma bagagem que vai muito além dos vídeos na internet: são livros, peças de teatro, série para TV, campanhas publicitárias e a própria agência de marketing de influência, a ADR. Inaugurada em 2018, a ADR surgiu de um sonho do youtuber em atuar de forma ativa no gerenciamento e planejamento da carreira de influenciadores digitais, desenvolvendo estratégias e soluções inovadoras. O casting já conta com 9 creators, que recebem todo suporte da agência a partir de ações, parcerias, campanhas, criação de novos projetos, conteúdo para as redes sociais e produções de eventos. 

Rezende em números

- 28 milhões de inscritos no YouTube

- Mais de 9 mil vídeos produzidos e publicados 

- 11,1 bilhões de visualizações 

- 31 horas de vídeos publicados por mês 

- 7a posição no ranking de maiores youtubers do Brasil

- 8,2 milhões de seguidores no Instagram 

- Fundador da agência de marketing de influência ADR 

- 9 influenciadores agenciados

- 4 livros

- 3 peças de teatro

- 1 série de TV

Acompanhe nas redes sociais

Youtube: youtube.com/rezendeevil- RezendeEvil

Instagram: instagram.com/rezende

Twitter: twitter.com/rezende_evil

Facebook: facebook.com/Rezendeevil


domingo, 18 de outubro de 2020

.: Websérie "Isso Não É Uma História de Amor" é selecionada para Rio WebFest


A websérie "Isso Não É Uma História de Amor" foi selecionada para o maior festival de séries do Brasil, o Rio WebFest, que acontece em novembro, no Rio de Janeiro. A websérie concorre em duas categorias: a do voto Júri Popular e a de "Incentivo à Produção Brasileira".

"Isso Não É Uma História de Amor" surgiu da necessidade em abordar o universo da violência contra a mulher e iniciou com um  curta-metragem em 2019, que deu origem ao seriado. A roteirista Alexia Annes, que iniciou a carreira de atriz no teatro e é um dos grandes nomes da cena paulistana, já realizou quatro curtas-metragens autorais.

"Falamos sobre mulheres brasileiras, mergulhadas em seus relacionamentos abusivos. Elas estão unidas por uma realidade cruel: o medo de denunciar e enfrentar o julgamento da sociedade", explica Alexia Annes. Além de escrever a trama, ela interpreta a protagonista Iris, que inicia a rede de denúncias, porém não consegue apoio da polícia. Revoltada ela tenta encontrar outras formas para alcançar a justiça. "O objetivo de minha personagem é construir um espaço para que essas mulheres sejam abrigadas e consigam sair das relações abusivas", explica a atriz e dramaturga, idealizadora do Festival de Curtas Mulheres no Cinema, que este ano chegou à terceira edição. 

A live com Alexia Annes para contar detalhes sobre a websérie em uma live, inicialmente agendada para a próxima quarta-feira, dia 21, às 20h, será remarcada para outra data a ser divulgada

Elenco: Alexia Annes, Adriano Arbol, Analice Pierre, Augusto Marin, Amanda Matos, Chico Cabrera, Cristhian Fernandes, Daniel Jorge, Edison Camoski, Juciara Aiwô, Katia Camoski, Humberto Aliperte, Luiza Jorge, Marina Ginesta, Madu Almeida, Monyke Procópio, Paloma Gomes, Raphaella Paes, Renan dos Reis.

Equipe: Roteiro e Direção: Alexia Annes. Direção de Fotografia: Pedro Kalli. Direção de aúdio: Juliana Penfold. Direção de Drone: Marcos Rogério Pereira. Direção de Arte: Alexia Annes. Direção de Produção: Analice Pierre. Edição: Isa Luchetenberg. Making Of: Danilo Bergamini. Making Of: Caio Santisteban. Assistência de direção: Analice Pierre. Assistência de fotografia: Gabriel Del Reis. Assistência de Produção: Ana Livia Kanno Maquiagem: Giovanna Annes Produção. Executiva: Batom Produções. Realização: Batom Produções. Apoio: Folha da Mooca, BTNK Art Bar, Colorbio. Leila da Silva Paula: Almoço para atores e equipe. Making Of: Caio Santisteban. Direção de Arte Alexia Annes. Direção de Produção: Analice Pierre. Apoiadores e contato com a equipe: batomproducoes@gmail.com.





quinta-feira, 27 de agosto de 2020

.: Photonovelas: divirta-se com a "Turma da Dona" no YouTube

 

Histórias diversas vividas por bonecas por meio de fotonovelas com vídeos e narrativas da jornalista e professora Mary Ellen Miranda. Essa é a "Turma da Dona", as bonecas amigas da fakedoll Donatella Fisherburg, disponível no YouTube, no canal Photonovelas (youtube.com/c/Photonovelas) desde 14 de maio de 2020 com a história intitulada "A Barata".

Além de tramas próprias, escritas por Mary Ellen Miranda, há adaptações de contos conhecidos como por exemplo, "A Lebre" e "A Sombra", o segundo escrito por Edgar Allan Poe. Inscreva-se no canal do Photonovelas e divirta-se por lá!

terça-feira, 21 de julho de 2020

.: Falcon: gibi do herói clássico em vídeo no canal Photonovelas



Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2020

"Falcon, o herói de verdade", foi o slogan do boneco de ação lançado pela Brinquedos Estrela em 1977. Inspirado na franquia da marca Hasbro, conhecidos como G-I. Joe. ou Comandos em Ação, na época, o action figure ganhou versão em história em quadrinhos pela Editora Três, com desenho de Antonino Homobono.

Agora, o canal Photonovelas iniciou a montagem em vídeo das histórias dos gibis que totalizam cinco volumes publicados, iniciando pela edição extra. O primeiro vídeo com pouco mais de 10 minutos apresenta as imagens dos quadrinhos com sons de fundo para a primeira história do gibi extra: "As Garras do Abutre". Confira e divirta-se!

Quer ler os gibis com imagem restaurada? Acesse e deleite-se no arquivo recheado de sucessos: rockquadrinhosscans.blogspot.com//Falcon

Confira o vídeo do Photonovelas:


← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial
Tecnologia do Blogger.