domingo, 3 de maio de 2009

.: Resenha crítica de "O Labirinto do Fauno", de Guillermo del Toro

A magia da fantasia ao encontro da cruel realidade
Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em maio de 2009


Realidade e fantasia misturam-se para contar a triste história de Ofelia. Saiba mais de O Labirinto do Fauno!


A fantasia e a crueldade entrelaçadas na trama de Guillermo del Toro. O Labirinto do Fauno, longa indicado para maiores de 16 anos é um conto de fadas às avessas. No entanto, é tão completo e bem elaborado que consegue alcançar integralmente o nível de satisfação naquele que o assiste.

A história de Ofelia (Ivana Baquero, que interpreta uma Alice no País das Desmaravilhas) não tem como guia um coelho branco, personagem que leva a protagonista de Alice no País das Maravilhas para um mundo cheio de encantos e novidades, mas sim um fauno (divindade campestre entre os antigos romanos), ser que oferece momentos mágicos para a protagonistas viver.

Ambientada em 1944, a história tem como pano de fundo sentimentos inquietantes como guerra, fome e muita revolta. Tudo começa quando a menina Ofelia viaja com a mãe Carmen (Ariadne Gil), grávida, para o norte rural da Espanha, ao encontro de seu padrasto, Vidal (Sergi Lopez). Há então uma repulsa do padrasto pela garota, porém tal sentimento é recíproco. 

Ao fugir da crueldade do capitão (das forças fascistas do general Franco, que governa a Espanha em favor dos ricos e poderosos com a aprovação da Igreja Católica), Ofelia mergulha em um mundo cheio de encantos por meio de um livro que "diz" o que está para acontecer. O presente do fauno pode ser aberto sempre que a garota puder, porém as tarefas devem ser realizadas seguindo, fielmente, as coordenadas dadas pela "divindade campestre".

Desta forma, a menina segue rumo ao desconhecido utilizando portas mágicas, personagens inimaginados, sapos gigantes, fadinhas ajudantes, raízes de árvores que vivem e fazem viver,  e um banquete de enlouquecer, mas que não pode ser tocado. Enquanto Ofelia "cria" seu paraíso encantado, o capitão Vidal mostra o seu lado negro ao torturar e matar camponeses e ativistas que são contra o general Franco. O capitão faz tudo sem esboçar qualquer sentimento de pena ou remorso. 

 Com efeitos surpreendentes e um drama fantástico tão bem elaborado, não há o que criticar na produção. Definitivamente este é um filme imperdível. Não deixe de conhecer o mundo real e o universo fantástico da pequena Ofelia em O Labirinto do Fauno!

DVD: Menu interativo; Seleção de cenas; Formato de tela: Widescreen; Áudio: Dolby Digital 5.1 (Espanhol); Legendas: Português, Espanhol.

Filme: O Labirinto do Fauno (El Laberinto del Fauno, IMéxico/Espanha/EUA)
Ano: 2006
Gênero: Drama/ Fantasia
Duração: 117 minutos
Direção: Guillermo del Toro
Roteiro: Guillermo del Toro
Elenco: Ivana Baquero, Sergi López e Maribel Verdú

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

2 comentários:

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.