terça-feira, 15 de maio de 2018

.: Emicida lança o DVD "10 Anos de Triunfo" e libera clipe

14 de maio foi o dia do lançamento do DVD “10 Anos de Triunfo” (Laboratório Fantasma/Sony Music), primeiro DVD de Emicida, com direção de Fred Ouro Preto e direção musical de Dudu Marote.  Enquanto isso os clipes continuam sendo lançados na internet. Hoje é a vez de “Boa Esperança”.

A música "Boa Esperança", lançada originalmente no álbum "Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa" (Laboratório Fantasma/Sony Music), já tem um clipe de sua versão de estúdio e agora também passa a ter um na versão ao vivo, com participação de Jota Ghetto. A faixa traz no título referência a um navio negreiro do livro “A Rainha Ginga”, do angolano José Eduardo Agualuza, e fala justamente sobre racismo, maus tratos e desigualdade social.

Com mais de 10 anos de carreira, Emicida fez sucesso em todo o Brasil, misturou gêneros musicais, trabalhou com diversos artistas, criou projetos em homenagem a outros músicos e montou uma empresa, a Laboratório Fantasma, que é gravadora, estúdio, produtora de shows e uma marca de roupas; tudo isso tendo a arte urbana como princípio. Com a intenção de celebrar esse momento, registrar suas músicas ao vivo à sua maneira, agradecer os fãs e comemorar os 10 anos do single que o apresentou para o mundo, “Triunfo”, ele organizou um show histórico, com um setlist de 27 músicas e 13 convidados com quem dividiu o palco no emblemático  20 de novembro de 2017, dia da Consciência Negra, na Audio Club, em SP. O resultado foi o DVD “10 Anos de Triunfo”, lançado dia 14 de maio, em sua versão física, em todo o Brasil.

O repertório passeia por toda sua discografia, desde a primeira mixtape, "Pra Quem Já Mordeu um Cachorro por Comida até que Eu Cheguei Longe”, até sucessos mais recentes como “Bang”, “A Chapa é Quente” (indicada ao Grammy Latino 2017), “Hoje Cedo”, “Passarinhos” e “Mandume”.  Emicida ainda apresenta a inédita “Todos os Olhos em Noiz”, na qual divide os vocais com Karol Conka. Além da cantora curitibana, ele recebeu Rael, Caetano Veloso, Pitty, Vanessa da Mata, Drik Barbosa, Guimê, Coruja BC1, Rashid, Prettos, Muzzike, Amiri e Raphão Alaafin.  “Eu quis trazer gente que fez parte da minha história de alguma forma, gente que me inspirou e me fez querer ser mais no meu caminho. Faltaram dois caras que estavam lá em energia: Chorão e seu Wilson das Neves. Mas, de onde estão, tenho certeza que estarão vibrando por esta conquista da música das favelas do Brasil”, conta Emicida, que homenageou Chorão cantando “Como Tudo Deve Ser”, de Charlie Brown Jr.

Emicida batizou o DVD de “10 Anos de Triunfo” pela data comemorativa e pelo que a palavra representa. “Uma vez, conversando com Felipe Vassão, ele me disse que Triunfo era nosso plano de negócios. O nosso 'modus operandi' está inteiro ali", afirma o cantor. "Se eu necessitasse resumir toda a minha existência a uma palavra e esta palavra não pudesse ser o meu nome, acredito que Triunfo faria justiça a isso tranquilamente. É a sensação que contagia a todos, a cada passo que damos, pois a experiência da Laboratório Fantasma é sobre transformação através de triunfos reais. Então, observando daqui, de hoje, era impossível que a palavra triunfo ficasse de fora desta celebração. Primeiro, porque realmente temos essa efeméride importante e literal. São 10 anos de nosso primeiro single oficial em 2018. E também porque foi a palavra que permeou toda nossa movimentação na última década, no sentido de vitórias nossas e vitórias coletivas".

A direção do DVD é um capítulo à parte, com ampla participação dos fãs e conduzida por Fred Ouro Preto, parceiro de longa data e diretor do clipe “Triunfo”, entre outros. O conceito do trabalho foi focar no público, trazer quem assiste o DVD para a pista do show. Foram usadas muitas imagens que os fãs gravaram por celular, trazendo uma energia muito diferente e pontos de vista inusitados em meio ao material captado de forma profissional. A linguagem visual do DVD acabou sendo a mistura das texturas. “Cada pessoa com um celular diferente, uns filmam na horizontal, outros na vertical, alguns com efeito, outros não. A gente tinha nossas câmeras de cinema, uma mini-dvd que traz um aspecto diferente, uma gif 3D feito com fotografia analógica em 35 milímetros, câmeras pequenas HDs que foram pilotadas por fotógrafos e também, essa presença muito grande de celulares. Então o vídeo é uma grande mistura disso tudo. Em muitos momentos bate a sensação de que são mil câmeras e texturas diferentes. Gostamos muito do resultado”, explica Fred.

A direção musical ficou por conta de Dudu Marote, que já trabalhou com Emicida outras vezes. A ideia deles era que o DVD resgatasse a raiz do Emicida, o rap, que é MC e DJ. Por isso a estrutura do show traz a força de DJ Nyack no toca-discos em primeiro plano, com a banda complementando, bem diferente da sua turnê anterior. Os percussionistas Silvanny Rodriguez Sivuca e Carlos Café também têm uma função um pouco diferente, pois tocam os samples nos seus instrumentos, ao invés de apenas acompanhar a base, o que muda completamente a sonoridade.

Para escolher o repertório, Dudu e Emicida começaram ouvindo as músicas no carro. “O Fióti preparou uma playlist de horas e nós pegamos a Rodovia Castelo Branco ouvindo tudo. Chegamos quase até Botucatu (SP) e voltamos e, a partir dessa experiência, estabelecemos as prioridades do ponto de vista artístico”, conta Dudu. Como o foco era “DJ e MC” algumas músicas tiveram essa ênfase como “Mandume”, que virou uma festa de MCs com 7 deles no palco, e “Rinha”, só com Emicida improvisando e DJ Nyack fazendo altas performances. “Hoje Cedo” ficou com uma pegada mais roqueira e “Alma Gêmea” ganhou novo arranjo reforçando seu clima R&B. Inspirados pelo coletivo francês Afropunk, eles tiveram a ideia de criar uma entrada apoteótica para “Bang”, utilizando os metais como se fossem umas trombetas anunciando o início do show. E, no final das contas, é isso mesmo: os metais são um prenúncio do que está por vir, o apocalipse, ou melhor, a revolução, o triunfo de Emicida, através de seu discurso corajoso, suas letras inspiradas, sua música inventiva e sua capacidade de juntar tanta gente por uma mesma causa.

“10 Anos de Triunfo”, também está disponível na sua versão em áudio, em todas as plataformas digitais e será disponibilizado em breve no canal oficial Emicida Vevo no YouTube.

Serviço
Emicida - “10 Anos de Triunfo”
Onde comprar:  Loja Lab Fantasma www.laboratoriofantasma.com e nas principais livrarias e lojas de disco.
Preço sugerido: R$ 39,90



Assista "Boa Esperança":


Ouça “10 Anos de Triunfo”: https://smb.lnk.to/10AnosdeTriunfo

Emicida na internet:
Facebook: /EmicidaOficial
Twitter: @emicida
Instagram: @emicida
YouTube: Emicida
VEVO: EmicidaOficialVEVO
Spotify: Emicida



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.