segunda-feira, 24 de setembro de 2018

.: Banda Baleia lança EP "Coração Fantasma", um projeto de "disco aberto"


Baleia se transforma em quarteto e lança o EP "Coração Fantasma". O trabalho de três faixas integra um projeto de "disco aberto", sendo este o primeiro capítulo.

Após dois anos do lançamento do seu segundo disco, "Atlas" (2016), a banda Baleia banda traz a ideia de um “disco vivo” que possa refletir as alterações que a passagem do tempo e as interferências externas podem ter na criação das músicas. O estímulo do grupo pra uma nova forma de concepção de disco surge ao perceber a oportunidade de reestruturar o conceito de um álbum previamente criado e cristalizado (em um curto intervalo de uma gravação) em um processo mais fluido e contínuo.

Não só o produto físico final "disco" foi – e vem sendo – repensado, mas a relação das pessoas com a música também vem mudando. Assim, parece inevitável que isso se reflita na forma como um disco é feito e lançado, sem mais tantas limitações tecnológicas, ou grandes estúdios e cronogramas fixos ditando as regras.

Pensando nisso, Baleia resolveu transformar o seu próprio método de criação. O grupo propõe um trabalho aberto – onde o próprio percurso da elaboração será registrado musicalmente e, também, nas redes. As músicas serão idealizadas, compostas, gravadas e lançadas num ​processo contínuo ao longo de 2018/2019.

Para marcar cada etapa do projeto, o disco será dividido em capítulos. Enquanto um capítulo é revelado ao público, outro está sendo gravado; enquanto um está sendo gravado, outro está sendo criado. O resultado completo do disco só será constatado ao final para público e banda, que caminharão juntos durante esse processo de manufatura de um álbum.

No show, a banda irá apresentar os capítulos já registrados e lançados, mas também irá intercalar com faixas inéditas ainda nem gravadas – que só poderão ser escutadas ao vivo pelo público presente: usando o palco como um laboratório para as canções novas.  Logo, ele será mutável, com o repertório sendo incorporado e alterado ao longo dos lançamentos dos capítulos.

Essa dinâmica reforça a proposta de vulnerabilidade de um processo criativo vivo; e permite que as faixas sejam elaboradas e transformadas até o lançamento do próximo capítulo – onde serão, enfim, registradas. Não só as músicas e os shows, mas também a identidade visual do projeto irá evoluir junto com o álbum e cada capítulo irá transfigurando o todo, como um ​metabolismo que se ​desenvolve organicamente. Intitulado "Coração Fantasma", o primeiro capítulo acaba de chegar nas plataformas de streaming.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.