segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

.: Entrevista com Michele Crispim, campeã da 4ª edição do "MasterChef"


Por Helder Moraes Miranda, em janeiro de 2019.

Campeã da quarta temporada do reality show "MasterChef", Michele Crispim conquistou o Brasil e também ostenta a honraria de ser a primeira mulher negra a vencer o programa. 

Exibido pela Rede Bandeirantes, baseado no consagrado formato original de mesmo nome exibido pela BBC, no Reino Unido, o "MasterChef" conta com cinco temporadas e promete longevidade na televisão brasileira devido ao sucesso que faz com o público. 

O programa é apresentado pela jornalista Ana Paula Padrão e os jurados são os chefs Henrique Fogaça, Érick Jacquin e Paola Carosella. Além de ser transmitido em Portugal pelo canal SIC Mulher e mais de 49 países, incluindo todos os países da América Latina.

RESENHANDO - Como foi para você a experiência de participar do "MasterChef"?
MICHELE CRISPIM - Foi uma experiência enriquecedora, um desafio que mudou a minha vida.

RESENHANDO - De que maneira o programa mudou a sua vida? 
M.C. - Eu era uma pessoa que não acreditava no meu potencial, que era insegura e duvidava muito de mim mesma. Vencer um reality tão difícil e com um nível altíssimo de pressão me fez entender que nada é impossível. Hoje eu sou outra pessoa.

RESENHANDO - O que aconteceu com você depois de sair do programa?
M.C. - Viajei o Brasil inteiro cozinhando, participando de eventos, gravando programas. Hoje eu trabalho exclusivamente com gastronomia e esse era o meu principal objetivo quando me inscrevi no programa. 

RESENHANDO - Qual o melhor, e o pior momento, dentro do programa?
M.C. - O melhor era quando eu ia bem em uma prova. O pior quando eu não conhecia o ingrediente principal da prova, como quando tive que cozinhar com um ouriço do mar.



RESENHANDO - Da sua edição, quem você considera que deveria ser o participante vencedor? 
M.C. - Não tem como escolher apenas um. A seletiva é muito concorrida, na minha edição foram 27.500 inscrições, então todos os que chegam na cozinha são fortes candidatos! Achei que a minha vitória foi justa, pois cresci muito na competição, venci várias provas e dei meu sangue (literalmente!) na final. Mas se o vencedor tivesse sido outro, também teria sido um bom resultado.

RESENHANDO - Qual o participante de todas as edições do programa mais talentoso de todos os tempos?
M.C. - Tem muitos! Mas gosto muito da Raquel, da terceira temporada, ela tinha muito conhecimento e cozinhava com maestria!

RESENHANDO - Com quais participantes do "MasterChef" você mantém contato?
M.C. - Tenho mais proximidade com a Ana Luiza e com o Vítor Bourguignon.

RESENHANDO - Qual a sua maior qualidade e o seu maior defeito?
M.C. - Sou muito paciente e consigo me manter centrada em situações de tensão e pressão. Sou indecisa.

RESENHANDO - Que mensagem positiva você diria a um fã que, por algum motivo, precisa de uma injeção de ânimo?
M.C. - Acredito que quem assistiu a minha temporada viu que eu passei por muitos momentos de dificuldade, e que muitas vezes fui desacreditada por alguns participantes. Mas isso não fez com que eu desanimasse, pois na vida a gente tem que competir apenas contra a gente mesmo. A opinião de ninguém pode ser determinante para como nos enxergamos como pessoa. Acredite em você, entenda que todo mundo passa por dificuldades, e que só vence quem não desiste pelo caminho! 

RESENHANDO - Qual dos jurados do programa é o seu favorito?
M.C. - A Paola, pois ela é um grande exemplo de mulher.

RESENHANDO - Como eram os jurados e Ana Paula Padrão nos bastidores?
M.C. - Tínhamos pouco contato com os jurados, para que eles pudessem ter um julgamento idôneo. A Ana Paula conversava mais com a gente, incentivava e tentava nos deixar mais calmos!

RESENHANDO - Voltaria a participar do programa?
M.C. - Claro! Era maravilhoso estar naquela cozinha! Aprendi muito e tenho certeza que aprenderia ainda mais!

RESENHANDO - Há alguma mágoa do programa?
M.C. - Nenhuma, tudo foi aprendizado! Só tenho boas lembranças e ainda estou colhendo os frutos da minha participação!

RESENHANDO - Ser cozinheiro é...
M.C. - Levar felicidade para as pessoas. Servir amor.




Final da quarta temporada do "Masterchef - Brasil"

Hoje, Michele Crispim tem um canal de culinária no YouTube:

*Helder Moraes Miranda escreve desde os seis anos e publicou um livro de poemas, "Fuga", aos 17. É bacharel em jornalismo e licenciado em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura, pela USP - Universidade de São Paulo, e graduando em Pedagogia, pela Univesp - Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Participou de várias antologias nacionais e internacionais, escreve contos, poemas e romances ainda não publicados. É editor do portal de cultura e entretenimento Resenhando.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Um exemplo de participante, sempre muito pacata e atenta aos comentários. Curti muito e torci por ela no programa. Adorei a entrevista!!

    ResponderExcluir

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.
 
google.com, pub-3645003449125371, DIRECT, f08c47fec0942fa0 subdomain=subdomain.resenhando.com subdomain=subdomain.www.resenhando.com