quarta-feira, 13 de março de 2019

.: Maratona no Teatro Folha consegue agradar a família toda


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em março de 2019



Diversão é o que não falta na programação do Teatro Folha. Localizado no terraço do Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo, tem em cartaz dois espetáculos infantis -em horário vespertino- e outros dois adultos e extremamente engraçados -no horário noturno. Que tal vir com a família maratonar os espetáculos em cartaz e, depois, deixar as crianças com algum responsável e rir muito com "As Guerreiras do Amor" e "Divórcio"? Confira as opções!



O Pequeno Príncipe (sábados, domingos e feriados)
A  adaptação da obra obra homônima escrita pelo aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, com direção de Ian Soffredini e direção de arte de Sidnei Caria, é uma belíssima montagem, além de extremamente atrativa aos pequenos. Inclui manipulação de bonecos, objetos e formas animadas, além da bem aplicada técnica de luz negra. Impossível não se encantar com a viagem do principezinho, que parte do asteroide B-612, agarrado a uma revoada de pássaros num colorido que salta aos olhos. 

"O Pequeno Príncipe" fisga o público infantil e adulto já no início com a apresentação do boneco, que andando pelo planeta varre vulcões e conversa com a primeira rosa que nasce ali. Intrigado por ela, decide conhecer outros mundos e pessoas. Assim, pega carona numa revoada de pássaros e vai conhecer novos mundos e pessoas. Sem dúvida, a magia de "O Pequeno Príncipe" é apresentada cheia de encantos.


Crédito: Ivan Stieltjes

Feio, o musical do patinho (sábados e domingos)
Uma história sobre diferenças, mas toda musicada. A peça "Feio, o musical do patinho" apresenta Feio, o patinho que é visto como ridículo e estranho por ser diferente -menos aos olhos da mãe. No galinheiro, a pata espera que seus filhotes arrebentem as cascas de seus ovos, mas Feio é o último a conseguir. Resultado: ele é rejeitado, pois não é parecido com os irmãos. 

Até o pai torce a cara para o recém-nascido, enquanto que a mãe tenta protegê-lo da maldade alheia. Assim, uma gata cheia de malícia -e fome- faz com que ele vá além e enfrente os perigos do mundo. Longe dos cuidados da mãe, o filhote conhece os sentimentos mais profundos, até encontrar a beleza interior.


Crédito: Heloísa Bortz

As Guerreiras do Amor (quintas, sextas a sábados)
texto de Domingos de Oliveira, com colaboração de Priscila Rozembaum, é baseado na clássica comédia “Lisístrata”, escrita no século V a.C. Libertária, por abordar diversas visões a respeito do sexo e matrimônio, a peça "As Guerreiras do Amor", faz refletir, mas também rir muito. Não há como escapar impune do humor natural e espontâneo de André Mattos -que participou da primeira montagem de 1988 ao lado de Heloísa Périssé, Maitê Proença, Luiza Tomé, Priscila Rozembaum e Orã Figueiredo. 

"As Guerreiras do Amorgarante boas gargalhadas, uma vez que toda a problemática é gerada por uma greve de sexo, quando as mulheres de Atenas conseguem se fazer ouvir. Elas querem o fim da guerra e, para isso, geram um novo confronto -com seus parceiros. Tal qual um clássico atemporal e de identificação fácil com o público, seja o masculino e o feminino, o espetáculo trata com graça as inquietações e dúvidas sobre a sexualidade.


Crédito: Heloísa Bortz

Divórcio (sábados e domingos)
Repaginado pelo próprio diretor Otávio Martins, o espetáculo que foi sucesso em 2013 e 2014, escrito pelo dramaturgo Franz Keppler, está mais hilário. Atual e cheia de referências tecnológicas -as quais tanto conhecemos ou somos obrigados a lidar-, a comédia "Divórcio" conta com um elenco em perfeita sintonia e com o bom humor 100% afiado.

Cecília Freitas (Eliete Cigaarini) e Jurandir da Silva Santos (Isser Korik) advogam pelo jogador de futebol Cacau Bello (Alex Gruli) e pela modelo Brunna Praddo (Camilla Camargo), respectivamente. No entanto, há dez anos, Cecília e Jurandir sofreram o mesmo processo. No reencontro, muito roupa suja é lavada e o ex-casal percebe que as queixas de seus clientes são as mesmas que faziam um do outro. Enquanto que a modelo e jogador de futebol, numa revelação de fazer cair o queixo, mostram tamanha astúcia pertencente aos figurões da mídia da atualidade.


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.