terça-feira, 19 de maio de 2020

.: #ResenhaRápida: os segredos de Luiz Fernando Almeida, de "Dama da Noite"


Por Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do ResenhandoFoto: Camila Vech

Ator e produtor multitalentoso, Luiz Fernando Almeida foi entrevistado recentemente pelo Resenhando (entrevista com ele neste link) e o sucesso da entrevista fez com que ele retornasse rapidamente, desta vez na coluna #ResenhaRápida. Há nove anos, ele protagoniza o monólogo "Dama da Noite", baseado no conto do escritor e jornalista Caio Fernando Abreu, mas o Resenhando quis saber mais e investiu em perguntas que nunca foram feitas a ele.


#ResenhaRápida com Luiz Fernando Almeida

Nome completo: Luiz Fernando de Almeida.
Apelido: não tenho.
Data de nascimento: 25 de setembro de 1974.
Qualidade: empata.
Defeito: analítico, metódico.
Signo: libra.
Ascendente: aquário.
Uma mania: passar fio dental.
Religião: umbandista.
Time: Santos.
Amor: a essência da vida.
Sexo: um trem bão.
Mulher bonita:  Beyoncé.
Homem bonito: Sean Pean.
Família é: meu alicerce.
Ídolo: (Robert) De Niro.
Inspiração: o mar, me inspira, me acalma, me purifica.
Arte é: essencial para a vida. Já imaginou que chato viver sem arte?
Brasil: atualmente uma vergonha. Mas é o país que amo e continuo acreditando em dias melhores.
Fé:   é a carência do ser humano.  Todo ser humano e carente de fé, precisa acreditar em algo.
Deus é:  Depende que Deus. Esse Jesus Surfista não e o meu.
Política é:  tudo na vida e politica.
Hobby: ir à praia.
Lugar: qualquer cachoeira.
O que não pode faltar na geladeira: queijos, iogurte.
Prato predileto: feijoada.
Sobremesa: pudim de leite condensado.
Fruta: maçã.
Cor favorita: azul.
Medo de: porta do guarda roupa aberta à noite.
Um show: Maria Bethânia.
Um ator: Al Pacino.
Uma atriz: Meryl Streep.
Um cantor: Luiz Melodia.
Uma cantora: Liniker.
Um escritor: Santiago Nazarian.
Uma escritora: Patrícia Melo.
Um filme: "A Cor Púrpura" ( amo).
Um livro: "Pequenas Criaturas", de Rubem Fonseca.
Uma música: atualmente  "Cota Não É Esmola" - Bia Ferreira
Um disco: "Refavela", de Gilberto Gil.
Um personagem: Theodore Twonbly, do filme "Her".
Uma novela: "Avenida Brasil", de João Emanuel Carneiro.
Uma série: "How to Get Away with Murder".
Um programa de TV: "Masterchef".
Um siteIntercept.
Um blog: Leonardo Sakamoto.
Um podcast: Esquizofrenoias (com Amanda Ramalho)
Um Twitter: @Cecillia
Um canal no YouTube: Tempero Drag.
Uma saudade: governo do PT.
Algo que me irrita: Bolsominions, falta de empatia, autocentrismo.
Algo que me deixa feliz é: meu cachorro Fred.
Quem levaria para uma ilha deserta: eu levaria meu o Fred, meu cachorro com toda certeza.
Se pudesse ressuscitar qualquer pessoa do mundo quem seria: acho que ninguém, credo!
Se pudesse fazer uma pergunta a qualquer pessoa do mundo, qual seria: faria ao Bolsonaro. Perguntaria se, ao deitar, ele sente paz e tranquilidade pra dormir, se a consciência dele não o atormenta.
Não abro mão de: de ser respeitado.
Do que abro mão: tantas coisas, abro mão o tempo todo para conviver em sociedade.
Ser ator é: um sacerdócio. sem vocação você desiste fácil.
O que seria se não fosse ator: psicólogo.
Caio Fernando Abreu é: o meu autor predileto, o primeiro a mexer comigo profundamente.
"Dama da Noite" é: o personagem mais importante da minha carreira até hoje.
"Gotas de Codeína" é: um espetáculo performativo que criei para dialogar sobre suicídio. Um alerta para a sociedade que não sabe como lidar com esse tema.
Teatro é: a minha vida, meu chão, meu lugar sagrado onde sou feliz.
Ser homem hoje é: ser empata. É conseguir olhar pro outro de verdade.
Luiz Fernando Almeida por Luiz Fernando Almeida: eu sou um eterno. aprendiz. Não sei de nada, estou aqui, aprendendo o tempo todo.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.