quarta-feira, 30 de setembro de 2020

.: Graphic novel "O Príncipe e a Costureira" vai virar musical


Obra vencedora do Eisner Award em 2019 nas categorias de melhor publicação juvenil e melhor roteirista/desenhista, além dos prêmios de melhor álbum juvenil em Angoulême 2018 e de melhor livro juvenil no Harvey 2018, “O Príncipe a Costureira”, HQ de Jen Wang publicada pela DarkSide Books, será transformada em musical.

Os direitos autorais foram comprados pela Universal Pictures e pelo produtor Marc Platt — que tem em seu currículo no reino musical do cinema “O Retorno de Mary Poppins” e o live-action de “Aladdin”. A trilha sonora será assinada por Kristen Anderson-Lopez e Bobby Lopez, responsáveis pelas composições das animações “Frozen” e “Viva – A Vida é uma Festa”, da Walt Disney Studios.

Em “O Príncipe e a Costureira”, o príncipe herdeiro da Bélgica, Sebastian, vai se casar em breve. Seus pais estão em busca de uma esposa para ele, que está mais ocupado escondendo seu segredo de todos: à noite, ele coloca vestidos ousados e sai pelas ruas de Paris como a fabulosa Lady Crystallia, o ícone fashion da capital da moda. Tudo isso se deve ao trabalho de Frances, sua melhor amiga e costureira, e uma das duas únicas pessoas que sabem a verdade. Mas Frances sonha com a grandeza e o reconhecimento, e fazer os vestidos de Lady Crystallia significa viver à sombra de um segredo para sempre.

O quadrinho faz parte do selo DarkSide® Graphic Novel e trata de identidade e aceitação, além de abordar uma amizade que acolhe e respeita sem ressalvas, e que mostra como o amor e respeito ao próximo têm muito mais força do que a intolerância.

Sobre o autor
Jen Wang é quadrinista e cofundadora do festival anual de artes comunitárias Comic Arts la, de Los Angeles, cidade onde mora atualmente. Ela é coautora da graphic novel In Real Life, com Cory Doctorow, e autora de Koko Be Good. Formada pela Universidade Estadual de San Francisco, Jen Wang ganhou o Cybils Award de melhor graphic novel em 2014 com In Real Life, e duas estatuetas do Eisner Award em 2019 com O Príncipe e a Costureira nas categorias de melhor publicação juvenil e melhor roteirista/desenhista. A HQ também ganhou os prêmios em Angoulême, de melhor álbum juvenil de 2018, e o Harvey, de melhor livro juvenil de 2018. Saiba mais em jenwang.net.

Sobre a DarkSide Books
A DarkSide® Books é a grande casa do terror. Nasceu no Dia das Bruxas, em 2012. Hoje, já mobiliza mais de 1 milhão de leitores nas redes sociais, que colecionam seus títulos — edições sempre caprichadas e em capa dura. A DarkSide® Books se tornou uma referência entre as novas editoras do mercado e mantém uma relação intensa, de admiração e troca, com seus fãs e seguidores, que não deixam de acompanhar, curtir, sugerir títulos e cobrar lançamentos com a Caveirinha.

Além da qualidade do design e do acabamento gráfico das edições, esta legião de fãs busca, na DarkSide®, as preciosidades de um catálogo diversificado, que aposta em revelações da literatura mundial, premiadas no exterior (como Andrew Pyper, Caitlín R. Kiernan e Keith Donohue), em ícones do universo do terror e da fantasia (como Robert Bloch, Stephen King e Jim Henson) e em obras-primas que continuavam inéditas no país como Fábrica de Vespas, o premiado livro do autor Iain Banks.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.