sexta-feira, 2 de outubro de 2020

.: Resenha do livro '"Ana e os Palíndromos", de Fernando Vilela

Por: Mary Ellen Farias dos Santos* 

Ana é uma menina inteligente e quando se apresenta, logo ensina que o nome dela é um palíndromo. "Posso ler de lá pra cá. E na frente do espelho, posso ler de cá pra lá". Nessa brincadeira de escrever e ler as palavras do fim para o começo, a leitura de Ana esbarra em "A mala e a lama", "Amada é a dama" e "Raul é de luar".

Em meio aos palíndromos que acompanham os desenhos de Fernando Vilela, também escritor da trama, a publicação da Editora do Brasil, apresenta em 48 páginas o universo encantador da leitura espelhada, cercada de inventividade. "Busquei um jogo gráfico entre as frases e as ilustrações, em que o texto se torna parte do desenho. Assim como os palíndromos têm duas leituras, decidi fazer imagens com duas cores -rosado e azul-, experimentando as suas sobreposições, que geram uma terceira cor", destaca o autor do livro.

Ao fim, o autor explica que os palíndromos são palavras ou frases lidas da mesma forma da esquerda para e direita e da direita para a esquerda, detalhes sobre o processo de produção do livro, uma lista com os palíndromos usados na publicação e também outros palíndromos, inclusive uns famosos, alguns criados por famosos como Laerte e Gregorio Duvivier, além de outros criados pelo próprio autor do livro, Fernando Vilela.

Livro: Ana e os Palíndromos
Autora: Fernando Vilela
Ilustrações: Fernando Vilela
48 páginas
Editora do Brasil

*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura, licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos e formada em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Twitter: @maryellenfsm



Book Trailer

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.