segunda-feira, 7 de junho de 2021

.: Obra máxima de Lévi-Strauss, marca abordagem do pensamento indígena


"O Cru e o Cozido" é o primeiro volume da série "Mitológicas", do antropólogo Claude Lévi-Strauss. A tetralogia será lançada pela zahar com prefácios inéditos, este primeiro escrito por beatriz perrone-moisés, tradutora da série.


Publicado originalmente em 1964, "O Cru e o Cozido" é o primeiro volume da extraordinária série Mitológicas, de Claude Lévi-Strauss. Partindo do mito de referência do “desaninhador de pássaros”, colhido entre os Bororo do Brasil Central, o autor vai aos poucos mobilizando centenas de narrativas de todo o continente americano. 

São mitos que falam da passagem da natureza à cultura, do contínuo ao descontínuo, e revelam uma lógica nada arbitrária de ver e pensar o mundo, que se expressa não por categorias abstratas — como os conceitos utilizados pela ciência —, mas por categorias empíricas como cru, cozido, podre, queimado, silêncio, barulho.

Ao desvelar a singularidade e a riqueza de um pensamento extremamente sofisticado e original, a obra de Lévi-Strauss lança luz sobre a inestimável contribuição da mitologia ameríndia para o conhecimento.

"O Cru e o Cozido" inaugura a edição dos quatro volumes das Mitológicas na Zahar, com prefácios inéditos elaborados por estudiosos da obra de Claude Lévi-Strauss. O primeiro deles, publicado agora, é de Beatriz Perrone-Moisés, tradutora da série. Os volumes seguintes, com lançamentos previstos até o próximo ano, serão  "Do Mel às Cinzas", com prefácio de Oscar Calavia Sáez; "A Origem dos Modos à Mesa", com prefácio de Renato Stutzman; e "O Homem Nu", com prefácio Manuela Carneiro da Cunha.

“Dessa obra mestra pode-se dizer muita coisa — e sempre haverá mais. O fato é que só pode ser apreciada e fazer sentido na execução — como música. É preciso que cada leitora e leitor execute com Lévi-Strauss cada passagem do texto, tendo como instrumento sua mente, feita ‘lugar vazio onde algo acontece’.” — Do prefácio inédito de Beatriz Perrone-Moisés, tradutora da série.

Sobre o autor
Claude Lévi-Strauss (1908-2009) foi um dos maiores nomes das ciências humanas no século XX. Criador da antropologia estrutural, escreveu obras fundamentais como Tristes trópicos, O pensamento selvagem e a tetralogia Mitológicas, dedicada aos mitos dos povos indígenas americanos.


Ficha técnica
Livro: 
"O Cru e o Cozido"
Autor: Claude Lévi-Strauss
Tradução: Beatriz Perrone-Moisés
Número de páginas:
512
Tiragem: 3 mil
Link na Amazon: https://amzn.to/3vR5PUd



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.