Lojinha do Resenhando.com no Shopee tem variedade

Visite a lojinha do Resenhando.com!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

.: Entrevista: Claudia Leitte fala sobre a estreia de "The Voice+"


O "The Voice+" estreia dia 17 de janeiro e trará ao palco tão conhecido do público ainda mais emoção com histórias de quem tem muito para contar e cantar. E quem estará lá para ajudar a escolher as vozes que farão parte desta temporada é Claudia Leitte, como uma das técnicas do programa, ao lado de Mumuzinho, Ludmilla e Daniel. 

Aos 40 anos, Claudia, que acaba de lançar a coletânea “Sol a Sol” em todas as plataformas de música, celebra a nova experiência na TV.  “Sempre há o que aprender e descobrir nessa vida. Sempre! Eu vejo o programa como uma grande oportunidade para essa descoberta, até porque coisas que nunca imaginamos acabam florescendo naquele palco, sabe?! É coisa de doido... e é bom”, diz, animada.

 Claudia é a única entre os técnicos que já esteve presente em todos os formatos do reality. Começou no "The Voice Brasil", seguiu para o "The Voice Kids" e agora chega ao "The Voice+". O programa tem direção artística de Creso Eduardo Macedo e direção-geral de Angélica Campos. Apresentação de André Marques, com Thalita Rebouças nos bastidores. O reality será exibido na TV Globo aos domingos, às segundas, às 20h30, no Multishow, e estará disponível também no Globoplay. Nesta entrevista, a cantora comenta as expectativas para a estreia. 


Depois de tantos lidando com as crianças no "The Voice Kids", como foi receber o convite para ser técnica do "The Voice+"?
Claudia Leitte - Fiquei emocionada em ser convidada para estar em mais essa nova etapa da família "The Voice". Recebi a ligação em plena pandemia e me senti muito amada e amparada pela equipe, pois fizeram questão de pontuar todos os cuidados que teremos por conta de toda a situação, pensando na saúde de todos! Muito feliz e animada!


Qual o grande benefício que uma competição como esta pode proporcionar aos candidatos, na sua opinião?
Claudia Leitte - 
Vejo uma riqueza absurda nisso tudo! Com toda a experiência que eles têm, ter a oportunidade de compartilhar isso e inspirar outras pessoas, de todas as idades, é uma atitude muito nobre! É um legado motivador! Fico emocionada só de pensar no que vem por aí e no tanto de aprendizado que teremos.


Como pretende administrar o papel de orientadora e ao mesmo tempo aprendiz destes candidatos?
Claudia Leitte - Com o coração aberto! Eu quero aprender ao máximo com eles e compartilhar o máximo da minha experiência. Vai ser uma troca muito massa, com certeza! 


Na sua vida, quais aprendizados na carreira artística vieram com o passar do tempo?
Claudia Leitte - O reconhecimento da importância do foco, da disciplina e do equilíbrio, além de conhecer melhor o nosso principal instrumento de trabalho: a voz.


.: MTV estreia "Na Cidade com o Ex", novo formato de "De Férias com o Ex"


MTV estreia "Na Cidade com o Ex", novo formato para os fãs da franquia global "De Férias com o Ex". O programa estreia na próxima quinta-feira, dia 14, às 20H10, na MTV. "Na Cidade com o Ex" apresenta estrelas conhecidas da MTV, incluindo Calum Best e Michael Griffiths, além de novos rostos famosos como Charlie King, Megan Barton Hanson, Jon Clarke, entre outros famosos, como  Gothy Kendoll, Liam Gatsby, Malique Thompson Dwyer, Amelle Berrabah, Amy Hart, Jess Gale, Aisleyne Horgan Wallace e mais convidados surpresa.

Quem é fã do reality show "De Férias com o Ex" já imagina o que vem por aí. A nova versão do programa, "Na Cidade Com o Ex", estreia na quinta-feira, dia 14, às 20h10 e tem como cenário a cidade de Londres. O programa retrata os relacionamentos (e pegações) das celebridades em um formato totalmente novo, já que cada episódio apresenta duas estrelas solteiras em um encontro às cegas em um restaurante no coração de Londres - com chances de ser interrompido por visitas inesperadas.

O programa foi gravado antes do segundo lockdown em Londres, de acordo com as políticas de segurança do governo e aconselhado pela força-tarefa de segurança global da ViacomCBS Networks International. Este formato mais recente da franquia "De Férias Com o Ex" da MTV vem na esteira do sucesso de "Celeb Ex on the Beach", que foi classificado como o programa número um da MTV Reino Unido em 2020, os cinco melhores programas da MTV Brasil e obteve + 90% da média de tempo na Austrália.

Desde seu lançamento em 2014, na MTV Internacional, "Ex on the Beach" se tornou o programa mais viajado e adaptado localmente da MTV e foi ao ar em 15 territórios, incluindo Brasil, EUA, México, Holanda, Itália, entre outros, com mais de 900 episódios criados em todo o mundo. Mais recentemente, uma 15ª versão local do formato foi lançada na Alemanha na TVNOW da RTL e o programa já foi confirmado para uma segunda temporada em 2021.

Um formato da ViacomCBS International Studios, "Na Cidade com o Ex" foi criado pela equipe de desenvolvimento Youth & Entertainment da ViacomCBS Networks International, em associação com Whiz Kid Entertainment (uma Entertainment One Company), comissionado por Kerry Taylor e Craig Orr. O reality foi produzido por Jaime Brannan para a MTV International e Lisa Chapman e Rachael Parker para Whiz Kid Entertainment.

.: Estrela de musicais, Mariana Gallindo inaugura centro de artes


Estrela de mais de 20 musicais, como “Hair”, “Pippin” e “Chacrinha “, Mariana Gallindo vai estrear nas novelas em “Gênesis”, a próxima trama da Record.  Com 32 anos e 15 de carreira,  a paulistana  dará vida a Zade, mãe de Liba e esposa de Elisá que faz tudo por sua família na terceira fase da trama.

Formada em Ballet Clássico na Royal Academy of Dancing, em NY, Mariana Gallindo foi stand in de Claudia Raia no espetáculo “Cantando na Chuva” e de Ingrid Guimarães em “Annie”. No cinema, integrou o elenco de “Saltimbancos Trapalhões - O Filme”.

Depois de ter cursado Comunicação Social e feito pós-graduação em Gestão de Cultura. Mariana Gallindo ainda tem o projeto SEXagenárias em que dá aulas de dança para mulheres com mais de 60 anos em São Paulo. Por conta da pandemia, as aulas pagas (com valores populares) em grupo serão feitas por videoconferência. Mas ainda serão disponibilizados vídeos gratuitos de 30 minutos cada em seu canal no youtube para estimular as atividades.  

Já em fevereiro de 2021, Mariana Gallindo vai inaugurar em São Paulo a Casa Henriquieta, onde dará aulas de crochê, teatro musical, dança, canto e coral. Haverá turmas para mulheres com mais de 60 anos e outra para as com mais de 70. Todas com, no máximo seis alunos, e seguindo os protocolos de segurança com uso de máscara, janelas abertas e distanciamento.

Ainda para este ano, a atriz vai investir em seu canal do youtube fazendo vídeos semanais sobre reflexões da mulher moderna e respondendo a perguntas do público. Além disso, ela seguirá fazendo shows mensais "Bug do Milênio" em seu Instagram. Nele, ela canta versões de hits que marcaram os anos 2000 ao lado do marido (ator e cantor) Marcel Octávio.


.: Bia Bom integra o elenco de "O Livro da Vida"


A atriz e cantora mirim, Bia Bom, inicia 2021 com novidades. Integrando o elenco da webserie "O Livro da Vida", com direção geral de Cynthia Falabella, que estreia em breve. Há três mil anos, existia um livro poderoso chamado "O Livro da Vida". Por conta de uma guerra, esse livro foi dividido em três partes que se perderam conforme o tempo. 

Três mil anos se passaram, então um grupo de bruxas-aprendizes resolvem tentar unir as três partes novamente para trazer a paz para o universo. Enquanto isso, duas garotas que estão presas dentro do sub-universo (um lugar sombrio e escuro) estão lutando pela própria vida para conseguir fugir daquele lugar.

A webserie estreia em breve e tem direção geral de Cynthia Falabella, roteiro e assistência de Leonardo Robbi, edição de Diego Nascimento e realização do CN Artes. Bia Bom esteve em cartaz no musical "Achados e Perdidos", com direção de Cininha de Paula, interpretando a Menina do Riso. Já participou do curso de montagem de "Matilda - O Musical", da Espaço Artístico 4 Fun, onde interpretou Alice. Recentemente integrou o elenco da versão musical de "João e Maria", com direção de Fernanda Chamma e de "Matilda in Concert" do Estúdio Broadway.

.: Léo Santana convida Vitão para o lançamento do single “SAMU”


Um dos feats mais esperados do momento, que une Léo Santana e Vitão, é lançado pela Universal Music em todas as plataformas de streaming. Na canção “SAMU”, que promete virar hit, Léo Santana e Vitão - dois artistas em total ascensão - misturam o pop e o funk com a batida do pagode baiano. Composta por Vitão e Los Brasileros, a música “SAMU” será o novo single de trabalho de Léo Santana.

No clipe, com direção de João Monteiro, os cantores habitam um universo latino e tropical, uma paisagem regional com composições de arte que misturam o urbano com elementos naturais. Léo e Vitão idealizam uma mulher que os encanta, representada em meio à arquitetura, às folhagens e cores desse ambiente latino. Em momentos de beleza e mistério, ela compõe o imaginário dos cantores apaixonados.

“Vitão é um artista completo e de boa energia. É um talento da nossa música e eu não podia ter escolhido outra pessoa pra gravar esse dueto comigo. A música e o clipe ficaram exatamente como imaginávamos e eu tenho certeza que todos vão curtir muito! ‘Samu’ promete fazer todo mundo se apaixonar e entrar de cabeça”, revela Léo Santana. O videoclipe oficial, onde os dois cantores também estão juntos, já pode ser conferido no YouTube. 

"Sempre foi contagiante pra mim ouvir o ritmo da Bahia! Escrever mais uma letra importante pra minha carreira – que ainda conta com a roupagem baiana, que tanto me contagia - é uma soma muito especial pra mim. Cantar ao lado de um artista como Léo é muito incrível, ainda mais com toda a sua força com a massa. Já o vi tocar na Bahia e fiquei chocado com o poder de sua música sobre o público”, conta Vitão.

"SAMU" - Léo Santana e Vitão


terça-feira, 12 de janeiro de 2021

.: Entrevista: Tainá Muller sobre "Flor do Caribe": "Eu gritava de pavor"


Ludmila (Tainá Muller) e Natália (Daniela Escobar), sucesso na novela "Flor do Caribe". Foto: TV Globo/ Estevam Avellar

Na novela "Flor do Caribe", Mila (Tainá Muller), a menina mimada que não queria aceitar o namoro da mãe, Natália (Daniela Escobar), com Juliano (Bruno Gissoni), devido à diferença de idade entre os dois, nem parece a mesma pessoa. Menina da cidade grande, ela esbanjou maturidade ao detonar Hélio (Raphael Vianna) durante um jantar em sua homenagem. Ela aproveitou a ocasião para falar tudo o que pensava sobre o menino e sua ganância sem limite. Depois disso, obviamente o namoro dos dois acabou. Mila procurou Ciro (Max Fercondini) e os dois reataram o namoro. 

Desta vez, ela sabe o que quer. Além de dizer a ele que está em busca de um relacionamento sério, o que faz com que Ciro se sinta “o homem mais feliz desse mundo”, Mila dá carta branca ao romantismo do rapaz, que fica nas nuvens. Em cenas que vão ao ar a partir desta sexta-feira, para a surpresa de todos, Ciro chega em casa cheio de segurança e confiança. Conta a Rodrigo (Thiago Martins) que ele e Mila reataram, e o amigo começa a chorar suas pitangas por não conseguir se entender com Amaralina (Sthefany Brito). É aí que entra em cena o Ciro Cupido. Será que ele finalmente terá sorte no amor?  "Flor do Caribe" é escrita por Walther Negrão e tem a direção artística de Jayme Monjardim, direção geral de Leonardo Nogueira e direção de Teresa Lampreia e Thiago Teitelroit. Nesta entrevista, Tainá Muller comenta sobre sua relação com "Flor do Caribe". 


O que você achou de Flor do Caribe ter sido escolhida para ser exibida em edição especial neste momento?
Tainá Muller -
Eu adorei, porque guardo com muito carinho as memórias dessa novela. Na época, fiquei super próxima da Maria Joana e da Daniela Escobar, amava gravar com elas e me diverti muito.


Como você recebeu a notícia da volta da novela?
Tainá Muller -
Na época, vi que a Grazi postou. Aliás, também conheci a Grazi no camarim de "Flor do Caribe" e foi mais uma amiga que essa novela me apresentou.


Qual a importância da personagem na sua carreira?
Tainá Muller -
Foi fazendo essa personagem que os diretores Leo Nogueira e Jayme Monjardim conheceram meu trabalho, o que gerou o convite para o teste da personagem Marina de “Em Família”. Então acho que a Mila me proporcionou isso, um degrau importante na minha trajetória.


O que significou "Flor do Caribe" na sua trajetória? 
Tainá Muller -
Foi a possibilidade de fazer uma obra leve, com cenário bonito e um camarim ótimo. Acordar cedo todo dia pra ir gravar na Marambaia e tomar sol direto pra ficar menos branquela em uma novela de praia (risos). Também aprender mais um pouco sobre obra aberta, pois a Mila começa de um jeito na trama e termina de outro completamente diferente. Foi muito bom estar aberta aos autores e ao público, nessa criação coletiva. Lembro que a novela deu muito certo e as pessoas na rua interagiam e comentavam bastante.


Tem alguma característica ou algo que você aprendeu com a personagem que ficou pra sua vida?
Tainá Muller -
Acho que isso, experimentar uma personagem sem medo e sem grandes apegos numa obra aberta. A Mila às vezes parecia adolescente, às vezes adulta. Brinquei com isso, porque conheço pessoas assim, que no social são super adultas e com os pais, por exemplo, regridem a um comportamento infantil.


Qual a cena mais difícil?
Tainá Muller -
Lembro de duas envolvendo barco. Em uma delas era época de caranguejo na Marambaia e não tinha um lugar na água que não pisasse em cima de um. Tive que respirar, entrar na água e dar o texto para o Bruno Gissoni que estava em um barco, enquanto os caranguejos beliscavam meu pé. Quando dava o “corta!” entre uma cena e outra eu gritava de pavor. No “ação” fingia normalidade. A outra que foi muito difícil foi uma cena de mergulho que ancoramos em alto mar. Além da água estar gelada, acho que metade da equipe mareou e passou mal. Hoje lembro e acho engraçado, mas no dia foi filme de terror. (risos)


Que momento das gravações você lembra com mais carinho?
Tainá Muller -
De todas as cenas da nossa familinha, eu Dani e Maria Joana. Foi muito legal a troca com elas, grandes atrizes que adoro .



.: Suspense, fantasia e romance em livros incríveis da Galera Record


Holly Black, Cassandra Clare e Colleen Hoover compõe o quadro de autoras que fazem sucesso entre o público brasileiro. Seus livros apresentam histórias que ultrapassam o tempo, atravessam este mundo e revelam paixões eletrizantes. O gênero de fantasia foi destaque na estante de livros dos brasileiros no ano passado. E, com isso, a representatividade feminina na literatura também ganhou protagonismo. 

A Editora Galera, selo jovem do Grupo Editorial Record, apresenta alguns lançamentos esperados pelos leitores. Escrito por Holly Black, "A Rainha do Nada", último volume da trilogia "O Povo do Ar", encerra a trajetória de Jude no surpreendente e assustador Reino das Fadas. O romance de Colleen Hoover, "Talvez Agora", dá sequência a história emocionante de Maggie, que enfrenta uma doença sem cura, iniciada em "Talvez Um Dia". A best-seller do New York Times, Cassandra Clare, que já soma dois milhões de exemplares vendidos no Brasil, publica "Corrente de Ouro", primeiro volume da série "As Últimas Horas".

"A Rainha do Nada", último volume da série "O Povo do Ar", chega ao Brasil pela Editora Galera. Publicada pela Editora Galera Record, "A Rainha do Nada" encerra a trilogia "O Povo do Ar", composta também por "O Príncipe Cruel" (Vol. 1) e "O Rei Perverso" (Vol.2). Com intrigas palacianas, reviravoltas inesquecíveis e uma construção de universo ao mesmo tempo complexa e crível, Holly Black se consagra mais uma vez como a rainha do Reino das Fadas e um dos nomes mais icônicos da fantasia para jovens adultos. "A Rainha do Nada" ("The Queen of Nothing"). Holly Black. Tradução de Regiane Winarski. 294 páginas | Editora Galera | Grupo Editorial Record. 

Amizade e muita sensibilidade no novo romance de Colleen Hoover. Superar o fim de um relacionamento pode ser doloroso para alguns, mas para Maggie é mais que isso. Solteira e enfrentando uma doença sem cura, ela decide que é hora de riscar alguns itens da lista de coisas para fazer antes de morrer. Pular de paraquedas é a primeira delas. Em "Talvez Agora" (Editora Galera), a autora Colleen Hoover dá continuação a história de Talvez um dia, e mostra, sobretudo, a importância da amizade. "Talvez Agora" ("Maybe Now")Colleen Hoover. Tradução de Priscila Catão. 352 páginas | Editora Galera | Grupo Editorial Record. 

Best-seller do New York Times, Cassandra Clare lança nova série. Com mais de dois milhões de exemplares vendidos no Brasil, Cassandra Clare publica mais uma trilogia ambientada no incrível universo dos "Caçadores de Sombras". Em "Corrente de Ouro", a autora best-seller do New York Times convida os leitores a conhecerem a histórica Londres do século XIX, e combina, com maestria, os costumes e vocabulário da época com o enredo de fantasia que já é a sua marca. Esse é o primeiro volume da série "As Últimas Horas". "Corrente de Ouro - Vol 1. As Últimas Horas" ("Chain of Gold"). Cassandra Clare. Tradução de Mariana Kohnert. 598 páginas | Editora Galera | Grupo Editorial Record.

.: Liriany, a estrela angolana que sonha em cantar com Marília Mendonça


Novo talento da música africana, a cantora Liriany Castro está terminando a gravação do seu segundo álbum, totalmente feito com canções autorais. Revelação musical vinda de Angola, um dos seus sonhos é subir ao palco com um grande nome da música brasileira: Marília Mendonça.

Agora fazendo parte do time da gravadora Milionário Records, a jovem artista conta que a paixão pela música foi descoberta aos cinco anos de idade. Em entrevista ao site Platina Line, ela detalhou momentos marcantes de sua carreira e revela os sonhos que deseja realizar.

Perguntada sobre a vontade de subir aos palcos com um artista internacional, Liriany respondeu de imediato o nome da cantora que gostaria de fazer um dueto: “Marília Mendonça”. Enquanto isso não acontece, ela destaca os artistas que servem de exemplo para sua carreira: “Busco inspiração em nomes como Rihanna, H.E.R, Kiana Lade, Tank, Ludmila e Beyoncé. É importante beber um pouco do talento de outros artistas, independentemente de serem angolanos ou estrangeiros. Falando particularmente das minhas músicas, todas são escritas por mim e, como todos sabem, em 2018, lancei o meu primeiro álbum intitulado 'Menina Mulher'”, explica a cantora de Angola.

Trilhando seu caminho com calma e perseverança, a artista teve um ano de 2020 difícil, mas nem por isso deixa de lado o entusiasmo ao contar as experiências vividas neste período: “Descrevo o ano de 2020 citando três palavras: resiliência, empatia e assustador. Não faço muitos projetos atualmente, apenas trabalho e espero a recompensa de cada trabalho”.

Para o futuro, ela já tem desejos bem definidos: “Entretanto, imagino-me, daqui a cinco anos, formada, casada e internacionalmente conhecida como uma das melhores vozes africanas. Entrar para o time da gravadora Milionário Records é o meu novo desafio. Ano novo, tudo novo, sinto-me em casa e bem entregue, e espero que desse feeling consigamos obter ótimos resultados. Para este ano, teremos mais singles e algumas outras novidades”, completa.

.: Museu de Arte Brasileira da FAAP reabre com exposições


O Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB FAAP) reabriu para o público com as exposições em cartaz desde o ano anterior. A instituição também prepara, para o mês de abril, a mostra Café Mundo. Em razão da pandemia da Covid-19, as visitações têm horários reduzidos, das 11 às 17 horas, todos os dias da semana, exceto às terças-feiras. As informações sobre ingressos e reservas gratuitas devem ser obtidas antecipadamente pelo site da instituição: http://www.faap.br/museu.

Exposições em cartaz:
“Da Humanidade: 100 artistas do Acervo”: tem como ponto de partida as ideias expressas por Hannah Arendt no livro “A Condição Humana”, de 1958, no qual a autora faz uma análise sobre o que é específico e genérico do ser humano. A partir desses conceitos, foram selecionadas obras que permitem uma reflexão sobre a vida em sociedade e os trabalhos dos artistas. A exposição está dividida em 10 núcleos: identidade, infância, arte, habitat, urbe, labor, ócio, sagrado, cultura e agruras.

Surface - “Individual Gabriel Wickbold”: com as séries autorais do fotógrafo, construídas por meio de narrativas inspiradas no ser humano inserido em questões cotidianas. Sustentabilidade, envelhecimento, tecnologia, conectividade, luz e corpo são algumas das temáticas exploradas pelo artista. A mostra retrospectiva reúne mais de 100 obras que integram cinco das séries desenvolvidas nos últimos 12 anos.

Futuras Exposições:
"Café Mundo": de 7 de abril a 06 de junho de 2021
A mostra transcorre sobre a importância do café na cultura do Brasil e do mundo, trazendo ao público aspectos de sua produção, impactos históricos, hábitos, saberes e desdobramentos no campo das artes, literatura, música e cinema ao longo dos séculos.

Com cenografia sensorial, a exposição exibirá vídeos, projeções e outros recursos tecnológicos, além de obras do acervo do MAB FAAP, de artistas como Cândido Portinari, Aldir Mendes de Souza, Kátia Fieira, entre outros. Também contará com obras de coleções particulares e de outros museus.

Com curadoria de Marília Bonas e Pedro Nery, parceria com o Museu do Café e MAB-FAAP, a exposição “Café Mundo” é uma iniciativa da Tudo Cultural, realização da Brahmi Cultural, tendo como patrocinador a empresa Syngenta por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

"Paulo Almeida": de 17 de março a abril de 2021
O Mezanino Aberto prestigia artistas que fazem parte da instituição, seja como professor ou aluno. Nesta primeira edição, a exposição apresentará obras do artista Paulo Almeida, contemplado no processo de seleção realizado pelo MAB FAAP entre junho e julho de 2020.

Sua obra, uma instalação inédita composta por três grandes telas, tem o objetivo de explorar a maneira como se relacionam e dialogam com as obras de diferentes épocas, como também a relação com a instituição que a abriga.

Sobre o MAB FAAP
Desde que abriu suas portas pela primeira vez em 10 de agosto de 1961 com a mostra “Barroco no Brasil”, o Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) se comprometeu a incentivar e divulgar a arte brasileira. Além de seu acervo próprio que conta com cerca de 3 mil obras de arte a partir do final do século 19, no decorrer dos últimos 58 anos, abrigou exposições marcantes para a história da cultura do País, como a exposição “Toyota – O Ritmo do Espaço” premiada pela APCA em 2018.

Em 2015 foi criada a Coleção MAB-MODA que reúne vestimentas, bonecas e acessórios de estilistas contemporâneos brasileiros, fortalecendo o vínculo entre o museu e a moda, que desde 1989 esteve presente por meio de desfiles e exposições vinculadas ao tema. Cabe destacar que além da pesquisa e organização de exposições de temas pertinentes às artes visuais brasileiras, o MAB incorporou a apresentação de mostras de arte internacional com temáticas de interesse geral que trazem experiências significativas ao público e ampliam a compreensão do fazer artístico e cultural.

Sobre a Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP)
Sustentada em três pilares: tradição, cultura e inovação, a FAAP é hoje um grande polo de educação, com Ensino Médio, 19 cursos de graduação, nas áreas de Exatas e Humanas, pós-graduação, cursos de aperfeiçoamento de curta-duração, presenciais e a distância. Possui também programas de idiomas, intercâmbio e eventos de alto nível que complementam a formação do aluno.  Além de São Paulo, a FAAP está presente em São José dos Campos, em Ribeirão Preto e em Brasília.

.: Diário de uma boneca de plástico: 12 de janeiro de 2021

Querido diário,

Sou de plástico e fui produzida em 2009 para celebrar o aniversário de 50 anos da Barbie. Não sou bobinha! Graças a Deus!!

É que de repente fui tomada por uma lembrança asquerosa e que, de certa forma, também me atingiu. Recordei uma das tantas falas asquerosas que um homem pode falar publicamente, com risadinhas debochadas, para uma mulher durante seu trabalho: "Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim".

Pensei, pensei... considerando esse ser repulsivo é extremamente duvidoso que qualquer desejo feminino seja provocado, a favor. 

Aliás, nesses "passeios" dele por Guarujá, Praia Grande... por onde andava Michele, hein?!


Beijinhos pink cintilantes e até amanhã,

Donatella Fisherburg
Redes sociais:
facebook.com/Photonovelas
twitter.com/DonaFisherburg
instagram.com/donatellafisherburg
youtube.com/c/Photonovelas



← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.