sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

.: Coletânea mostra o balanço dos australianos do The Bamboos

Por Luiz Gomes OteroEm fevereiro de 2016

Banda formada no ano de 2000, na Austrália, The Bamboos veio conquistando muitos ouvintes ao longo desse período, especialmente na Europa. 

Mesmo tendo uma tendência natural para o jazz instrumental, o foco da banda é o som pop com forte influência da soul music norte-americana. E agora quem quiser conhecer um pouco do ótimo trabalho desse grupo, que é capitaneado por Lance Ferguson, pode conferir a coletânea "The Best Of The Tru Thoughts Years", lançada recentemente, com a produção gravada no selo Tru Thoughts.


O disco tem canções bem suingadas como "Turn It Up" (que lembra o balanço de Rufus Thomas nos anos 60), "King Of The Rodeo" (com o vocal suave de Megan Washington), "You Ain't No Good, Get in the Scene" e "I Don´t Wanna Stop".  

Todas essas faixas podem ser ouvidas de forma contínua, sem cansar. Os vocais são impecáveis, assim como a base instrumental.

Há também bons momentos instrumentais, como em "Eel Oil" e na releitura de "Tighten Up", da banda Booker T & The MGs, lançada nos anos 60. Booker T., músico responsável por bases instrumentais antológicas na gravadora Stax, é outra influência marcante dos australianos.  


The Bamboos é uma ótima opção para quem deseja fugir um pouco da receita do pop que anda bem batida nos últimos anos, focada em programas descartáveis como "American Idol" e "The Voice". 

Trata-se de um trabalho sério, comprometido com o bom gosto e a raiz da soul music, ou como alguns gostam de se referir, ao Deep Funk ou Deep Soul.




"King Of The Rodeo"

"You Ain´t No Good"

"Turn It Up"



 "I Don´t Wanna Stop"



Sobre o autor
Luiz Gomes Otero é jornalista formado em 1987 pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Trabalhou no jornal A Tribuna de 1996 a 2011 e atualmente é assessor de imprensa e colaborador dos sites Juicy SantosLérias e Lixos e Resenhando.com. Recentemente, criou a página Musicalidades, que agrega os textos escritos por ele.



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.