quarta-feira, 2 de setembro de 2009

.: Resenha crítica de "A Verdade Nua e Crua", com Gerard Butler

A guerra dos sexos modernizada
Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2009


Uma mulher controladora e um homem despojado mostram detalhes sobre A Verdade Nua e Crua. Saiba mais desta comédia romântica!


Abby Ritcher (Katherine Heigl), produtora de televisão, é uma mocinha que vive integralmente para o trabalho e pensa que os relacionamentos devem acontecer de modo metódico e milimetricamente do seu jeito. Mike Chadway (Gerard Butler) é um machão que, com muita criatividade e ousadia, deu vida a um programa na TV a cabo para falar a verdade e seu lado negro nos relacionamentos entre homem e mulher. Essencialmente, este é "A Verdade Nua e Crua" (The Ugly Truth). Contudo, o tempero a mais do longa metragem dirigido por Robert Luketic está na atuação de Butler.

Tudo acontece entre uma produtora de programa de TV e um conselheiro amoroso às avessas. Embora não se conheçam pessoalmente, Abby e Mike trocam farpas por telefone, após, o gatinho da moça, acidentalmente, pisar no controle remoto da televisão e "colocar" no programa A Verdade Nua e Crua (The Ugly Truth). Para piorar a situação, o programa em que Abby é produtora está perdendo audiência e a moça corre o risco de ficar desempregada. Em uma solução relâmpago Mike ganha espaço no programa em que Abby comanda por trás das câmeras. Entretanto, os atritos entre os dois somente cresce, afinal ela espera demais dos homens, enquanto que ele sabe o que os homens querem. 

O ex-Fantasma da Ópera domina todas as cenas e torna as peripécias de Mike cada vez mais convincentes. Embora esteja um pouco fora de forma física (há um certo volume em seu abdômen), o galã usa e abusa de todo o seu poder de sedução e, sempre, deixa um gostinho de quero mais! É impossível não notar que Butler está totalmente seguro na pele deste mulherengo de plantão!

Enquanto isso, a verdade é que Katherine Heigl teve a oportunidade de mostrar seus talento na pele de Abby, mas não conseguiu atingir todas as expectativas, talvez por Butler roubar as cenas em grande estilo. No entanto, talento não se perde, mesmo diante de um showman, mas Heigl terá muitas chances de mostrar a que veio. O negócio é esperar que isso aconteça!

Esta comédia romântica, embora dê um toque de frescor no gênero, acaba se tornando um tanto que pesadinha, devido ao tom sensual em seus diálogos e algumas piadas picantes, algo que se torna mais ameno na versão dublada. Pelo sim e pelo não, todos sabemos que tais piadas são verdadeiras. 


"A Verdade Nua e Crua" é imperdível para aqueles que gostam de uma história de amor cheia de provocações. É claro que o longa de Robert Luketic tem grandes chances de não ser o filme da sua vida, mas conseguirá deixar o seu dia muito mais alegre, seja pelas piadas "saidinhas" ou pela presença marcante de Gerard Butler. Confira!

Filme: A Verdade Nua e Crua (The Ugly Truth, EUA) 
Ano: 2009
Gênero: Romance / Comédia
Duração: 96 minutos
Direção: Robert Luketic
Roteiro: Nicole Eastman, Karen McCullah Lutz, Kirsten Smith
Elenco: Katherine Heigl, Gerard Butler, Bree Turner, Eric Winter, Nick Searcy, Cheryl Hines

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.