quarta-feira, 15 de agosto de 2018

.: Crítica do divertido "Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!"


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em agosto de 2018


Não resta dúvida de que "Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!", é melhor do que a primeira comédia musical. Sem muita pretensão e longe de ser uma trama elaborada, a sequência de "Mamma Mia!" ilustra, numa edição agradável, os acontecimentos já conhecidos pelo público, no filme de 2008. Com enredo pautado novamente em Donna Sheridan, na nova película, os detalhes das relações amorosas da jovem com Harry, Sam e Bill, os três pais de Sophie são embalados ao som de Abba. 

O novo filme de 1h54 começa com Sophie batalhando para realizar o sonho da mãe já falecida: reerguer o hotel, agora batizado de Hotel Bella Donna. Nesse ínterim, a narrativa não-linear, brinca entre o presente e o passado mostrando como foi a chegada da jovem até a ilha da Grécia, Kalokairi -fictícia, pois a produção foi gravada Em Vis, Croácia. 

Ao frisar a complicada relação de Donna com a mãe Ruby (Cher), entra em cena Lily James (Cinderella), a verdadeira mocinha da história, trazendo assim, a versão juvenil de outros personagens. Entre encontros e desencontros, o elo entre a mãe Donna e a filha Sophie, mesmo após a morte, é inquebrável. Diferentemente da relação complicada entre a filha Donna e a mãe Ruby.

Sozinha, Donna recebe apoio de Sofia (Maria Vacratsis), desde que cuide da casa abandonada, além da parceria com as amigas Tanya e Rosie, assumindo de vez o posto da integrante principal do grupo musical Donna & The Dynamos. Todos precisamos de alguém para dar aquela força. Até mesmo a impulsiva Donna!

Entre passado e presente das Sheridan, "Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!" pauta a história de Sophie na de Donna, destacando as semelhanças cíclicas da vida. Tal qual se diz: "A história é a mesma. Só muda os personagem do enredo."

Enquanto que em "Mamma Mia!" não fica claro quem dos três candidatos é o pai de Sophie, neste, a dúvida é a respeito de que Donna morreu. Contudo, "Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!" é do tipo que faz refletir, cola as músicas na mente e deixa muita vontade de rever. Além disso é um filme extremamente agradável e ainda tem a Cher cantando "Fernando", além de uma linda cena maternal com Mery Streep. Sem dúvida, a distração é uma completa garantia de diversão!


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm



Trailer

Cher canta "Fernando"






Sobre o Cine Roxy: Em mais de oito décadas, o Roxy é caso raro de cinema que acompanhou a transformação da maneira de se exibir um filme: dos primeiros e grandes rolos de película ao sistema digital. A rica trajetória se deve à perseverança e o senso empreendedor da família Campos: de pai para filho, chegou ao atual diretor do Roxy, Antônio Campos Neto, o Toninho Campos. A modernização, aliada à tradição, transformou o Roxy no principal cinema do litoral paulista, fato que rendeu a Toninho o Prêmio ED 2013 na categoria Exibição -Destaque Profissional de Programação, considerado o principal do país nos segmentos de exibição e distribuição. E o convite para ser diretor cultural do Santos & Convention Visitors Bureau.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.