sexta-feira, 26 de outubro de 2018

.: 8x6: AHS Apocalypse arrasa com Jessica Lange e a casa assassina

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2018


CONTÉM SPOILERS!



"Return to Murder House", o sexto episódio da oitava temporada da série "American Horror Story: Apocalyse" é perfeito para atear fogo na artilharia selecionada por Ryan Murphy e Brad Falchuk. Com direção de Sarah Paulson, o episódio começa com direito a câmera área enquadrando o teto do carro em que estão Madison Montgomery (Emma Roberts) e Behold Chablis (Billy Porter). Foco no sapato divino usado por Madison e a chegada do "casal" à famosa "Murder House" -intercaladas as cenas da compra da casa pelos dois.

Com a feitiçaria certa, Behold, ajudado por Madison, faz com que seja possível a comunicação com os mortos dali. Enquanto o público fica bem avisado que regressará à primeira temporada da série, o jogo começa com a aparição dos filhinhos da senhora Langdon. 

Assim, em meio a tiros, porradas e bombas, surge Jessica Lange, na pele de Constance Langdon, a vovózinha querida do anticristo Michael. Como não se impactar com o retorno da diva que se apresenta sem poupar os ouvidos de ninguém? E declara: "I'm Constance Langdon, and this is my fucking house".

As interações dos bruxos com os mortos, principalmente de Madison são as melhores. Seja quando a bruxa magrinha diz a Tate (Evan Peters, seu namorado na vida real) que ele não é tão "gostoso" ou quando Behold e Madison dão um final de arrepiar e até arrancar lágrimas, de tão emocionante para a governanta Moira (Frances Conroy). 

Assim, o bate-papo dos bruxos com os moradores da casa assassina -em busca de informações sobre o anticristo-, gera uma tremenda dança das cadeiras para a trama da série. A curiosidade sem respostas, até então, era sobre qual o fim dos personagens que aprendemos a amar em 2011.

"Return to Murder House" explica tudo, ou melhor, Constance é quem detalha grande parte da vida do anticristo. Ao reencontramos o doutor Ben Harmon (Dylan McDermott) -aquele se diverte diante da janela, chorando e se masturbando-, consultando Tate, novas dúvidas surgem: O que foi feito de Violet e Vivien (Connie Britton)? Como foi a morte de Constance? Como foi a criação e formação de Michael? 

Como passar impune diante da saída encontrada por Constance para os animais que o pequeno ser do mal dava fim? Ou quando o netinho, em um gesto total de rebeldia demoníaca quase a sufoca? Respirando e com lágrimas nos olhos de ambos, Michael pergunta se pode beber um copo de água, mas ela o corrige. Derruba o uso do "can" na pergunta do anticristo com o "May I". Pois é, percebe-se que ele vai dar fim no mundo, mas com classe!

Eis que chega a vez de Ben assumir o controle do quase filho, após a partida de Constance. Entre os momentos divertidos -ou curiosos- está quando Ben age como um pai para Michael. Os dois até brincam! Que momento pai e filho! No entanto, como nem tudo em AHS são flores, Michael descobre quem é seu verdadeiro genitor, além de chegar até a fantasia do velho conhecido, Rubber Man. Que já fez diversas aparições nessa temporada, inclusive!

Seja por meio de cenas impactantes, suaves ou até irônicas. O sexto episódio de AHS Apocalypse elevou completamente a qualidade da série. Se entre as recentes, essa não é temporada que se preze, eu não sei qual é! Que episódio, gente!


Seriado: American Horror Story: Apocalypse
Episódio: Return to murder house
Exibido em 17 de outubro de 2018
Elenco: Sarah Paulson como Wilhemina Venable, Cordelia Goode e Billie Dean Howard, Evan Peters como Sr. Gallant e Tate Langdon, Adina Porter como Dinah Stevens, Billie Lourd como Mallory, Leslie Grossman como Coco St. Pierre Vanderbilt, Cody Fern como Michael Langdon, Emma Roberts como Madison Montgomery, Cheyenne Jackson, Kathy Bates como Miriam Mead, Joan Collins como Evie Gallant, Billy Eichner como Brock, Jeffrey Bowyer-Chapman como Andre Stevens, Kyle Allen como Timothy Campbell, Lesley Fera como Agente da Cooperativa, Erika Ervin, Ashley Santos como Emily, Billy Porter, Jessica Lange como Constance Langdon, Taissa Farmiga como Zoe Benson e Violet Harmon, Gabourey Sidibe como Queenie, Lily Rabe como Misty Day, Frances Conroy como Myrtle Snow, Stevie Nicks como ela mesma, Connie Britton como Vivien Harmon, Dylan McDermott como Dr. Ben Harmon.



*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.