quinta-feira, 11 de abril de 2019

.: Tarsila Popular: 11 motivos para não perder a exposição no MASP

Abaporu, Tarsila do Amaral

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em abril de 2019



A mostra mais ampla da pintora modernista Tarsila do Amaral, está em cartaz no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, MASP, até 28 de julho. "Tarsila popular" propõe um novo olhar em direção aos temas, personagens e narrativas presentes no trabalho daquela que queria ser "a pintora do Brasil", tratando de questões políticas, sociais, e raciais. Com curadoria de Adriano Pedrosa e Fernando Oliva, reúne cerca de 113 obras da artista, entre pinturas e desenhos. Confira a lista e descubra os 11 motivos para não perder a exposição mais ampla de Tarsila do Amaral!


1. A experiência de estar diante de cada obra representativa para a fase modernista e importante para a história do Brasil é uma sensação inigualável.

2. O apoio de placas descritivas que facilitam a interpretação de cada quadro exposto. Das 52 telas expostas, 40 têm textos analíticos inéditos escritos por pesquisadores convidados.

3. "Tarsila Popular" está no MASP. Portanto, é fácil chegar, pois está localizado no coração de São Paulo, na famosa Avenida Paulista.

4. A exposição a ser devorada pelo público propõe olhares inéditos e femininos, com organização de Fernando Oliva e Adriano Pedrosa.

5. Apreciar cada detalhe do original e famoso quadro "Abaporu" é uma vivência marcante e inesquecível.

6. Pertencente ao ciclo de mostras “Histórias das mulheres, histórias feministas”, nesse catálogo houve a contribuição de duas pesquisadoras negras Amanda Carneiro e Renata Bittencourt. Até então nenhuma autora, pesquisadora, curadora, crítica negra havia escrito sobre Tarsila. 

7. É a exposição mais ampla de Tarsila do Amaral, pois abrange as pinturas de 1921 até 1969. A maior foi realizada na Pinacoteca, em 2008, com "Tarsila Viajante" que incluiu cerca de 100 desenhos da artista.

8. "Tarsila Popular" reúne pela primeira vez obras importantes como "A Negra" (1923), emprestada pelo MAC (Museu de Arte Contemporânea de São Paulo), O Abaporu (1928), que pertence ao Malba (Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires) e O Pescador (1925), vendido por Tarsila em 1931 para o museu Hermitage, na Rússia, que nunca havia sido exposto no Brasil.


Autorretrato, Tarsila do Amaral

9. A exposição é organizada em cinco partes, conforme o ano de produção e a relação das obras. No início, estão o "Autorretrato" de casaco vermelho (1923), o "Autorretrato II" (1924) e "A Negra" (1923).

10. Sem seguir uma ordem cronológica, mas de semelhanças, a mostra traz um setor de nus, de viagens, manifestações religiosas, além dos trabalhos da artista que mais se relacionam com o popular. 

11. O catálogo de "Tarsila popular" pode ser adquirido no MASP Loja, ponto de vendas do museu com entrada gratuita, independente das exposições. Valores: R$ 139 (brochura) e R$ 169 (capa dura).


Religião Brasileira, Tarsila do Amaral

TARSILA POPULAR
Abertura: 4 de abril, às 20h
De 5 de abril a 28 de julho de 2019
Local: 1º andar
Endereço: Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP
Telefone: (11) 3149-5959
Horários: quarta a domingo: das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); terça-feira: das
10h às 20h (bilheteria até 19h30)
Ingressos: R$ 40 (entrada); R$ 20 (meia-entrada)
O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo.
AMIGO MASP tem acesso ilimitado e sem filas todos os dias em que o museu está aberto.
O ingresso dá direito a visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita.
Estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam R$ 20 (meia-entrada).
Menores de 11 anos de idade não pagam ingresso.
O MASP aceita todos os cartões de crédito.
Estacionamento: é preciso carimbar o ticket do estacionamento na bilheteria ou recepção do
museu.
CAR PARK (Alameda Casa Branca, 41)
R$ 18 até 12h
seg - sex: 7h-23h
sáb, dom e feriado: 8h-20h
PROGRESS PARK (Avenida Paulista, 1636)
seg - sex, 7h-23h: R$ 20
sáb, dom e feriado, 7h-18h: R$ 20
Acessível a deficientes físicos, ar condicionado, classificação livre


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.