sábado, 21 de dezembro de 2019

.: MIS São Paulo: "Musicais no Cinema" em 11 motivos para não perder

Escada do MIS SP. Crédito: Mary Ellen Miranda Fotografia


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em dezembro de 2019 



Que o Museu da Imagem e do Som de São Paulo, localizado na Avenida Europa é versátil, não é novidade. Eis que a exposição voltada aos fãs do cinema musical, intitulada "Musicais no Cinema" promove uma afetiva e prazerosa viagem no túnel do tempo -com direito a cartilhas em braile. Afinal, todos sempre guardamos na lembrança alguns filmes que marcaram nossa infância. A mostra é vasta e contempla desde o clássico gringo "O Mágico de Oz" ao brasileiro "Super Xuxa Contra Baixo Astral"


1. Painel e entrada

Do lado de fora, o painel anuncia um pouquinho do que o Museu da Imagem e do Som de São Paulo abriga. A bela decoração da entrada e a lojinha de itens relacionados à exposição, deixam o visitante no clima do vasto material que os aguarda.


Entrada do MIS SP. Crédito: Mary Ellen Miranda Fotografia


2. Escada de encher os olhos
Em grupo, o ingresso a "Musicais no Cinema", começa na escada que dá acesso ao primeiro andar, espaço forrado com cartazes de "Grease", "Bye, Bye, Brasil", "Mary Poppins" e "A Estrela Sobe", entre outros.


3. Corredor de sucessos
Após a contextualização do guia e um painel que detalha a exposição, concebida pelo Musée de la Musique – Philharmonie de Paris, um "céu de luzes" marca o corredor de cartazes raros iluminados à moda antiga. 


4. Oscars aos visitantes
Em um camarim estilizado, é possível manejar réplicas de Oscars com os nomes dos artistas. Ao serem posicionados em locais indicados, na tela é exibido um trecho do musical.


Oscars e cenas de musicais. Crédito: Mary Ellen Miranda Fotografia


5. Cantando na Chuva

O espaço do musical com Gene Kelly, Donald O'Connor e Debbie Reynolds apresenta fotos, versões com a canção -uma delas até para maiores-, assim como um cenário instagramável que permite tirar fotos na réplica do clássico poste da produção de 1952.


6. Carmen Miranda
No espaço dedicado a cantora e atriz brasileira, de nacionalidade portuguesa, mas radicada no Brasil desde os dez meses de idade, há exibição de trechos de filmes, fotos de gravações e até mesmo itens usados por ela, como tamancos, turbantes e brincos. Antes, já na escada há um gigante painel para que o visitante seja Carmen em "Entre a Loura e a Morena".



Turbante original de Carmen Miranda usado em "Uma Noite no Rio". Crédito: Mary Ellen Miranda Fotografia


7. Original ou dublada?
Cabe ao visitante escolher se prefere a versão da música original ou dublada. Com um toque é possível conferir o trecho do filme selecionado, clicando no nome da atriz que interpretou o papel ou no nome da dubladora. Um exemplo é de "My Fair Lady", protagonizado por Audrey Hepburn, dublada -nas canções- por Marni Nixon, o que deixou a atriz de "Bonequinha de Luxo" arrasada. 


8. Musicais brasileiros
Ao longo da exposição, os musicais brasileiros são bem valorizados. Seja no espaço em que há trechos com entrevistas e cartazes, de "Noel: Poeta da Vila", por exemplo, ou mesclado com diversas produções de todo o mundo. 



Musicais de Roberto Carlos. Crédito: Mary Ellen Miranda Fotografia

9. Aula de sapateado
No amplo espaço em que há um vídeo de "La La Land - Cantando Estações" e suas referências, figurinos usados por Claudia Raia em musicais, assim como uma entrevista com a atriz, também é possível fazer uma aula de sapateado. Basta bater a claquete e seguir as dicas da professora. Na sequência, a câmera gravará, para exibir na televisão, em quadros, as aulas recentes dos tentantes.


10. Musicais infantis
Os pequenos de agora e os de antigamente também são presenteados com um telão que exibe trechos de "Os Saltimbancos Trapalhões", "O Mágico de Oz", "Aristogatas", "Frozen", "Trolls" e mais. No mesmo espaço há ainda um espelho para reproduzir os malabarismos de Xuxa em "Super Xuxa Contra Baixo Astral", um espaço instagramável de "Mary Poppins", além de desenhos em sequência que ao girar uma manivela ganham movimento.


11. Pista de musicais
Nos embalos dos musicais, há uma pista de dança com personagens como Dorothy, de "O Mágico de Oz" e outras até suspensas, além de fotos e cartazes de vários musicais. No entanto, um totem com tela touch permite que o visitante selecione um cartaz de filme para ouvir uma canção.


#MusicaisNOMISP #MISSP #MusicaisNoCinema


Término da exposição do MIS SP. Crédito: Mary Ellen Miranda Fotografia


Serviço:

Musicais no Cinema no Museu da Imagem e do Som, São Paulo
De 13 de novembro a 16 de fevereiro de 2020
Horários: Terças a sábados – 10h às 20h, Domingos e feriados – 10h às 19h
A permanência no espaço expositivo é de até duas horas após o último horário
Endereço: Av. Europa, 158, Jd. Europa, São Paulo - SP, Brasil 


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm




Um pouco de "Musicais no Cinema"



← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.