quarta-feira, 19 de agosto de 2020

.: #ResenhaRápida: Gabby Cipriani, o fenômeno que o Brasil precisa conhecer


Por 
Helder Moraes Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos, editores do Resenhando.

Estava tudo certo: material de divulgação, clipe saindo do forno, três megas produções, e a espera pelo resultado de uma audição do "Got Talent" norte-americano. Em 30 dias, ela voltaria aos EUA para lançar o novo álbum, não fosse a mudança de planos em razão da pandemia pelo Covid-19. Gabby Cipriani: esse é o nome da talentosa artista belorizontina, de 27 anos, recém-chegada dos Estados Unidos. 

A cantora e influencer iniciou seus estudos musicais aos seis anos de idade, tocando piano clássico. De lá, para cá, não parou mais. Em 7 de julho, a artista lançou o EP intitulado: "LIGHT!". O clipe da música de trabalho, “Guilty One”, tem elementos incomuns em comparação a tantos clipes que foram lançados nos últimos tempos na indústria da música pop. A jovem cantora é experiente: já foi do clássico ao pop internacional, até chegar à marchinha de carnaval. Não se limitando apenas a um gênero, Gabby se aventura pelo mundo musical com muita maestria, respeito e alegria.

A trajetória profissional da cantora ganhou força quando foi convidada para participar do programa "Encontro com Fátima Bernardes" em março de 2016. No mesmo ano, tornou-se solista da renomada banda "Sagrado Coração da Terra" e da Transfônika Orquestra ao lado do músico Marcus Viana, com quem segue se apresentando em diversos shows e festivais. Participou cantando grandes temas da TV e cinema brasileiros na gravação do DVD "Trilhas e Temas" de Marcus. Nesta entrevista exclusiva, você conhece um pouco mais sobre a intimidade deste fenômeno pop que ainda tem muito a brilhar.

#ResenhaRápida com Gabby Cipriani:

Nome completo: Gabriela D. R. Drumond.
Apelidos: Bibi (para os mais íntimos, risos), Gabi.
Data de nascimento: 8 de fevereiro de 1993.
Altura:1,63m.
Qualidade: calma e determinada.
Defeito: meio avoada.
Signo: aquário.
Ascendente: áries.
Uma mania: tocar piano (risos).
Religião: não é religião, mas estudo a Cultura Racional.
Time: nenhum.
Amor: Tamires.
Sexo: feminino.
Mulher bonita: Gabriela Priolli.
Homem bonito: Matt Bomer.
Família é: base.
Ídolo: Marcus Viana, Loreena Mckennitt e Amy Lee.
Inspiração: Loreena M. Adele, Marcus Viana.
Arte é: distribuição de cultura.
Brasil: luz.
Fé: sabedoria.
Deus é: um ser como nós porém puro.
Política é: jogo de poder.
Hobby: esporte.
Lugar: frio.
O que não pode faltar na geladeira: ovo.
Prato predileto: cogumelos.
Sobremesa: cheese cake.
Fruta: lichia.
Bebida favorita: suco.
Cor favorita: branco e azul.
Medo de: perder um ente querido.
Uma peça de teatro: "O Fantasma da Ópera".
Um show: Evanescence.
Um ator: Sam Heughan.
Uma atriz: Britt Marling.
Um cantor: Serj Tankian.
Uma cantora: Sia.
Um escritor: Manoel Jacintho Coelho.
Uma escritora: J.K Rolling.
Um filme: "Harry Potter - 7". Compre a coleção completa dos filmes neste link
Um livro: "Universo em Desencanto - Imunização Racional". Compre o livro neste link
Uma música: "Sob o Sol", de Marcus Viana, Malu Aires e Transfônica Orkestra. 
Um disco: "The Book of Secrets", de por Quinlan Road. Compre neste link
Um personagem: June/Offred, da série "The Handmaid's Tale".
Uma novela: "O Clone", de Glória Perez.
Uma série: "The Handmaid's Tale".
Um programa de TV: "Got Talent".
Uma saudade: núcleo familiar.
Algo que me irrita: hipocrisia.
Algo que me deixa feliz é: paz.
Uma lembrança querida: infância.
Um arrependimento: não me recordo.
Quem levaria para uma ilha deserta? Noiva, pra buscar galho seco.
Se pudesse ressuscitar qualquer pessoa do mundo, seria... Beethoven, para me dar aulas.
Se pudesse fazer uma pergunta a qualquer pessoa do mundo qual seria e a quem? Ao Papa: "Você acredita mesmo que um ser de energia pura, limpa e perfeita, faria desequilibrados como nós? Ou estamos aqui por consequência de nossas ações?".
Não abro mão de: meu espaço pessoal.
Do que abro mão: pessoas tóxicas.
Um talento oculto: pintar.
Um sonho: ver todos no mundo conectados a uma energia una universal.
Palavra favorita: raciocínio.
Música em uma palavra: energia.
Você tem fome de quê? De equilíbrio.
Você tem nojo de quê? Cabelo no ralo.
Se tivesse que ser um bicho, eu seria: quero ser bicho não (risos).
O que seria se não fosse cantora: não seria.
Ser cantora é: ser mensageira.
Ser mulher, hoje, é: conquistar.

“Guilty One” - Gabby Cipriani


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.