Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Stranger Things. Ordenar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Stranger Things. Ordenar por data Mostrar todas as postagens

domingo, 31 de julho de 2016

.: "Stranger Things" volta, de mala e cuia, ao melhor dos anos 80

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2016



Não há como deixar de destacar que "Stranger Things", nova série da Netflix é perfeita. Todo o cuidado com as referências, além do visual anos 80, a trama usa e abusa das produções de sucesso da época. A série criada por "The Duffer Brothers" (Os irmãos Duffer) parte do jogo de RPG "Dungeons and dragons" (1974), traz um "amável" ser, que se veste de menina -desta vez, não usa chapéu e não fala "E.T., minha casa, telefone"- (E.T. - O Extraterrestre, 1982), a busca da mãe aflita pelo filho que se comunica por meios nada convencionais (Poltergeist - O Fenômeno, 1982), crianças ansiosas por aventuras (Os Goonies, 1985) que esbarram na auto-descoberta (Conte comigo, 1986), chegando no malvado e faminto extraterrestre, que é chamado de Demogorgon (Alien - O oitavo passageiro, 1979; Contatos Imediatos de Terceiro Grau, 1979).

Muitas referências? Não! São muitas!! Entretanto, há uma outra que é muito latente: "Carrie, a Estranha". Embora a personagem com o poder da telecinesia tenha sido criada por Stephen King e lançada ao mundo em livros (1974), Carrie, de Brian de Palma chegou aos cinemas em 1976. Como "Stranger Things", ambientada nos anos 80, carrega tanto dessa característica na personagem principal da trama, a criatura Eleven (Onze), ou melhor, El (On)? 

Simples. Tempos atrás, as modinhas não eram passageiras. Nada era no estilo "The Flash", tudo era vivido com mais intensidade e por mais tempo. Logo, a poderosa Carrie "ganhou vida própria" e sobreviveu por tantos anos, capaz de ganhar diversas adaptações em longa-metragens (Carrie, 1976; 2002; 2013), seriados (Todo Mundo Odeia o Chris, Scream, Glee) e até novelas brasileiras (Rainha da Sucata, Chocolate com pimenta).

Ressaltar que a atriz de apenas 12 anos, Millie Bobby Brown, que interpreta Eleven (Onze), é talentosa é algo redundante. Apesar de ser novinha, transparece o domínio que tem ao mexer com os sentimentos alheios. E para deixar qualquer um em frangalhos, basta conferir o canal Millie Brown, no Youtube, com vídeos da cantora iniciante. 

No entanto, na produção dos irmãos Duffer, a atuação de Millie não é de iniciante, pois acompanhar o sofrimento da jovem "El" e o desejo de se livrar dos que a usam como um experimento, "Stranger Things" faz lembrar uma franquia dos anos 90: "A experiência" (Species, 1995). Incrível como tudo se renova!

Repito: "Stranger Things" é completa. Como não se envolver com uma criação que trabalha texto e contexto? Ignorando a sonoplastia típica das produções da época? Tentar ver modernidade nos cortes de cabelos das personagens? Ou considerar antiquada a fonte usada no nome da série (estilo Star Wars) que é vazado ao ser ampliada na tela e exibir a primeira imagem de cada episódio? Impossível negar a qualidade e riqueza de detalhes respeitados! Ver "Stranger Things" é voltar, de mala e cuia, no melhor dos anos 80.


A série é monstruosa no mais perfeito dos sentidos. Repleta de ficção científica, drama, mistério, fatos sobrenaturais, horror e muita aventura. Aos que somam 30 anos, torna-se impossível desconsiderar esse caprichoso seriado que ressuscita a mocinha Winona Ryder, após tantos escândalos e participações sem muita relevância, exceto no videoclipe da banda The Killers, "Here with me". Em tempo, Winona é Joyce Byers, a mãe do garoto desaparecido. É nítido que a atriz agarrou o papel com unhas e dentes, como se fosse a grande chance... e foi! Ela voltou com tudo!!

Outro destaque é o adolescente Jonathan (Charlie Heaton), que é um mix de Kevin Bacon, Ethan Hawke e Christian Slater. Os colírios dos filmes dos anos 90, tanto quanto Brad Pitt. Como encontraram um ator com tamanha semelhança?

Não há dúvida de que esta série conecta sucessos cinematográficos marcantes e que deixamos guardados em nossa lembrança. Embora já exista a promessa de que a segunda temporada seja ainda mais sombria, aos que ainda não conhecem a história do garoto Will que desaparece misteriosamente, enquanto a polícia, a família e os amigos procuram respostas e mergulham no mundo invertido, a dica é a de preparar muita pipoca. 


Por quê? No meio do caminho, no total de 8 episódios, há um extraterrestre entendedor de "Dungeons and dragons", um monstro no estilo da artista Patricia Piccinini (Bootflower), com direito a "casulos", uma molecada em bicicletas com lanternas ajudando a resolver grandes problemas, além de uma mãe aflita, um xerife que não foge de um bom caso e adolescentes que querem diversão, até que a realidade vire de ponta-cabeça. O que fazer diante de tudo? Uma boa maratona, sem a obrigação de esperar um novo episódio semanalmente ou de ter muita paciência para aguardar os hiatos habituais das séries de hoje em dia.



Seriado: Stranger Things
Episódios: 8
Elenco: 
Winona Ryder, David Harbour, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Cara Buono, Matthew Modine
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério, Ficção científica, Drama, Sobrenatural
Duração: 42-55 minutos
Exibido em: 15/07/2016



*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm




Trailer de "Stranger Things"

Trailer de "Stranger Things"

Os primeiros oito minutos de "Stranger Things"



Mensagem de Millie Bobby Brown aos fãs brasileiros de #StrangerThings

Um vídeo publicado por Millie Bobby Brown (@milliebobby_brown) em


Mensagem de Gaten Matarazzo aos fãs brasileiros de #StrangerThings






quarta-feira, 3 de julho de 2019

.: Relembrando "Stranger Things 2" para maratonar "Stranger Things 3"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2019



Numa cena de puro suspense que nos fez esperar por algo no estilo "Alien, o Oitavo Passageiro", lá em 2016, estreou o sucesso da Netflix "Stranger Things". Gritamos por "Wiiiiill" com Joyce Byers (Winona Ryder), a mãe do garotinho que desaparece e nos aventuramos com os moleques Mike, Dustin e Lucas, como se revivessem "Os Goonies", com direito as bicicletinhas com fitas nas laterais de cada guidão, tal qual no clássico "E.T., o Extraterrestre". Essa foi a chegada da série "Stranger Things", de mala e cuia nos anos 80, recheada de muitos mistérios e um Demogorgon para dar inúmeros pesadelos.

Eis que em 2017, a segunda temporada estreou e mais uma vez agradou, agitando as redes sociais, principalmente o Twitter. Dois dias após a estreia, os fãs continuaram interagindo de forma expressiva nas redes, registrando mais de 28 mil menções a respeito da trama, nas quais os campeões em citações foram os personagens Will Byers (Noah Schnapp), Eleven (Millie Bobby Brown) e o monstro Demogorgon (Mark Steger). Além disso, entre os temas mais relacionados foram amizade e trilha sonora, que continua fazendo sucesso e rendendo elogios entre os aficionados pelos anos 80.

Na segunda temporada, o grupo de moleques que perdera a parceira El (Millie Bobby Brown) ao dar fim no Demogorgon, ganha a ruivinha Max, além de um ser do mundo invertido Dart. No entanto, há mais o que temer do que o crescimento do filhote de Demogorgon, aquele que foi expelido por Will, no banheiro, no fim da primeira temporada. O problema é que o pequeno filho de Joyce tem comunicação direta com o monstro das sombras.

Contudo, Jonathan (Charlie Heaton) e Nancy (Natalia Dyer) embarcam em busca de respostas para o sumiço ou morte da amiga Barb. Investigação e amor. É o que acontece! Longe do casal aguardado por muitos fãs, Steve auxilia Dustin (Gaten Matarazzo) na busca por Dart, que cresceu e, para piorar, devorou a gatinha tão amada da mãe do garoto. Steve manda muito bem nessa temporada!

"Aprisionada" numa casa no meio da floresta, para não ser alvo dos cientistas, Eleven é cuidada por Hopper, mas como toda boa e revoltada adolescente, foge e segue em busca da própria história e ganha uma família. Com mãe e irmã, ela passa a ser também Jane. Apesar de tudo, ela chega a tempo da festa de formatura.

Das novidades, está Bob, personagem que é par de Joyce Byers. O ator Sean Astin, o menininho de "Os Goonies" e o eterno Sam Wise da saga "O Senhor Dos Anéis". E como nem tudo é alegria, Bob tem um fim surpreendente alimentando os demodogs. Pois é! Praga que é praga se alastra e, dessa vez, não há somente um monstro bípede a ser destruído, mas diversos e de quatro patas, além do monstro que domina o pequeno Will. E como não se impressionar com o ataque que ele sofre no fim do quinto episódio.

Um alívio cômico é a irmãzinha de Lucas, Erica. A pequena faz diversos comentários hilários e até segura um He-Man, do irmão, e uma Barbie Time to Flight negra aos beijos, por estarem apaixonados. Até que Lucas interrompe toda a demonstração de amor entre os bonecos. 

Enfim, a viagem ao mundo invertido trouxe novidades que só nos fazem querer assistir logo "Stranger Things 3". Estreia dia 4 de julho, hein!


Série: Stranger Things 2
Episódios: 9
Elenco: Winona Ryder, David Harbour, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Cara Buono, Noah Schnapp, Sadie Sink, Joe Keery, Dacre Montgomery, Sean Astin, Paul Reiser
País de origem: Estados Unidos
Lançamento27 de outubro de 2017


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm


Trailer




sábado, 29 de fevereiro de 2020

.: Segundo livro da série "Stranger Things" tem Jim Hopper como foco


Lançada em 2016 pela Netflix, a série "Stranger Things" é sucesso absoluto desde então. A terceira temporada causou grande comoção, e o último episódio deixou os fãs perplexos e ansiosos por respostas. As pistas para desvendar o mistério estão lançadas em "Stranger Things: Cidade nas Trevas", de Adam Christopher.

Segundo livro oficial do universo de "Stranger Things", o livro revela mais do passado e da personalidade do chefe de polícia de Hawkins, Jim Hopper, a segunda história oficial da série, que chega às livrarias pela Intrínseca em fevereiro. O volume anterior, "Raízes do Mal", vendeu mais de 50 mil exemplares no Brasil e foi o livro mais procurado no estande da Intrínseca na última Bienal do Livro Rio, que aconteceu no Riocentro em setembro de 2019.

"Cidade nas Trevas" reúne dois dos personagens mais amados pelo público: o chefe de polícia Jim Hopper e Eleven, a menina com poderes telecinéticos capazes de combater as forças malignas do Mundo Invertido. É fim do ano de 1984 em Hawkins, e Hopper não poderia estar mais alegre. Em seu primeiro natal com sua filha adotiva, ele esperava desfrutar de uma noite tranquila, mas seus planos vão por água abaixo quando a garota encontra uma caixa em que está escrito “Nova York”, e é aí que começam as perguntas. Por que Hopper foi embora de Hawkins anos antes? O que ele está escondendo? Por que nunca fala de Nova York?

Embora prefira enfrentar uma horda de demogorgons a mergulhar no seu passado, Hopper sabe que não pode mais esconder a verdade. Por isso, conta a Eleven os detalhes de um dos casos mais avassaladores de sua carreira, o último antes de tudo mudar. Em 1977, após retornar da Guerra do Vietnã, tudo que Jim Hopper queria era recomeçar a sua vida com a esposa e a filha. Então, ele foi atuar como detetive na divisão de homicídios de Nova York. 

A cada dia, se deparava com inúmeras tragédias, mas não estava preparado para uma série de assassinatos brutais e incompreensíveis. Após agentes federais assumirem o caso, Hopper e sua parceira decidiram agir por conta própria, e logo o detetive se viu infiltrado entre as perigosas gangues da cidade. Quando estava prestes a desvendar tudo, um apagão lançou a cidade nas trevas, e Hopper ficou frente a frente com uma escuridão que mudaria sua vida para sempre.

Sobre o autorAdam Christopher nasceu na Nova Zelândia, mas mora na Inglaterra desde 2006. Já publicou diversos livros, em sua maioria de mistério e ficção científica. Sua obra de estreia, "Empire State", foi apontada como livro do ano pela revista SciFiNow e pelo jornal Financial Times. Colaborou ainda com "Star Wars: From a Certain Point of View", antologia comemorativa de 40 anos da saga, e escreveu os livros oficiais da ilustre série "Elementary" e da premiada franquia de videogames "Dishonored". Em parceria com Chuck Wendig, é responsável pelo roteiro da HQ "The Shield". Você pode comprar "Stranger Things: Cidade nas Trevas", aqui: amzn.to/3ChwE6Z

"Stranger Things: Cidade nas Trevas"
Tradução: Stephanie Fernandes
Páginas: 384
Editora: Intrínseca
Livro impresso: R$ 49,90
E-book: R$ 34,90
Amazon: amzn.to/3ChwE6Z

quinta-feira, 4 de julho de 2019

.: "Stranger Things 3" mantém a essência do melhor dos anos 80


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2019



CONTÉM SPOILERS!

Lançada no dia em que os americanos amam, ou seja, o 4 de julho, Dia da Independência dos E.U.A, a terceira temporada de "Stranger Things" reflete muito dessa homenagem, pois a festividade é pano de fundo para diversos acontecimentos, com direito aos famosos fogos de artifício. Logo, o grupo de amigos formado por Dustin, Eleven, Lucas, Max, Mike e Will está livre da escola, somente curtindo as férias de verão.

Uma temporada pra lá de romântica que já começa com beijocas entre Eleven e Mike, sobrando o ciúme paternal do xerife Hopper. Mais pares surgem na trama, como Lucas e Max e até Dustin tem o coração atingido em cheio por Suzie. Por outro lado, o galã Steve, ex de Nancy, até tenta investir nas clientes da sorveteria, mas o uniforme do local de trabalho não colabora. 


O amor chega até para Joyce Byers e Jim Hooper, embora os desencontros sejam mais marcantes -e até decisivos. Já Nancy e Jonathan estão mais envolvidos do que nunca e chegam a trabalhar no Hawkins Post, ele como fotógrafo e ela apenas servindo o café e lanches aos jornalistas. Humilhações para a moça, dos machistas, é que não faltam.

No entanto, a movimentação maior de Hawkins passa a ser concentrada no Starcourt Mall, assim o comércio local começa a fechar as portas. E é lá, bem no subsolo desse shopping, que muitos segredos estão escondidos. Contudo, para desvendar os códigos de comunicação, entra na trama Robin, amiga de trabalho de Steve na sorveteria do novo espaço de comércio.


Eis que para cumprir a missão desvendada por Steve e Robin entra em cena Erica, a irmãzinha de Lucas, que assim como todas as crianças, estão bem crescidos. O melhor de tudo? Ela que adora bancar a menina descolada e sempre pronta a achincalhar o irmão por ser nerd, descobre ser igual ao irmão e amigos dele. 

Com o elenco acrescido de novos personagens em ação contra o "Devorador de Mentes", o grupo, por vezes se divide durante os combates. Entre as lutas mais impressionantes está a do hospital e, claro, a do shopping. No entanto, Eleven sempre tem papel decisivo quando a vida dos amigos entra em risco. Sustos não faltam com os closes dados no ser do mal que é cheio de tentáculos e que ao abrir "a boca", assim como o de "Alien, o Oitavo Passageiro", externa um novo membro.

E quando o assunto é Demogorgon, em "Stranger Things 3" os seres estão potencializados, seja no poder ou no tamanho. Não bastasse isso, russos malvados trabalham para abrir o portal do mundo invertido. Enquanto que um exemplar de "Exterminador do Futuro" maligno caça Hopper que tenta impedir o processo que põe o mundo em risco. Assim, sobra 
pancadaria para todos os lados, embora Joyce seja uma parceira fiel do xerife.

Com todas as maravilhas dos anos 80, principalmente a trilha sonora, assim como o figurino e cortes de cabelos, "Stranger Things 3" continua sendo um presente a quem teve a chance de viver uma época tão linda, em que nos cinemas estreava "De Volta Para o Futuro" ou se cantava a nova "Wake Me Up Before You Go-Go", do Wham, por exemplo.

Maratone a terceira temporada, emocione-se e relembre de grandes momentos da saga dos amigos estilo "Os Goonies". Surpreenda-se no quarto episódio que é fazer cair o queixo de tão impactante e prepare um lencinho resistente para as lágrimas do último episódio que totaliza 1h15. Que "Stranger Things" seja uma série tão longa quanto o título de "A História Sem Fim"!


Seriado: Stranger Things
Episódios: 8
Temporada: 3
Elenco: Winona Ryder, David Harbour, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Joe Keery, Cara Buono, Sean Astin, Matthew Modine
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério, Ficção científica, Drama, Sobrenatural
Exibido em: 04/07/2019

*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm





Trailer


domingo, 7 de outubro de 2018

.: Elenco de "Stranger Things" fica cara a cara com Demogorgon e mata de rir


As coisas ficaram de cabeça para baixo quando o elenco de "Stranger Things", da Netflix, participou de uma volta aterrorizante pelo labirinto de "Stranger Things" no "Halloween Horror Nights" do Universal Studios, ficando cara a cara com as cenas mais icônicas da série e com o predatório Demogorgon em tamanho real.

Gaten Matarazzo (Dustin Henderson), Caleb McLaughlin (Lucas Sinclair), Sadie Sink (Max Mayfield) e Priah Ferguson (Erica Sinclair) visitaram o Universal Studios Hollywood para participarem do tapete vermelho da première do evento, surpreender fãs e entrar no Mundo Invertido para vivenciar o novo labirinto de "Stranger Things".

As reações deles são impagáveis. Coletivamente, o grupo estava admirado, caracterizando o labirinto como uma réplica exata da série e fazendo referência à sua proximidade com o Demogorgon como "muito incrível", "realmente ótimo" e "tão assustador". O vídeo do elenco vivenciando o labirinto pode ser visto aqui.

"Halloween Horror Nights" continua em noites selecionadas até 3 de novembro em Hollywood e Orlando, e em noites selecionadas até 31 de outubro em Singapura.

Pela primeira vez, o Universal Studios Hollywood, Universal Orlando Resort e Universal Studios Singapore fizeram parceria com a Netflix, para trazer "Stranger Things" à vida no "Halloween Horror Nights" deste ano. Os fãs da série vão ter a chance de desbravar o Mundo Invertido e confrontar o sobrenatural, enquanto cada parque inaugura novos labirintos inspirados na primeira temporada da série aclamada pela crítica.

Para mais informações e para comprar os ingressos para o "Halloween Horror Nights" no Universal Studios Hollywood, Universal Orlando Resort ou Universal Studios Singapore, visite www.HalloweenHorrorNights.com.

Vej aqui para assistir ao elenco sendo assustado:

quarta-feira, 27 de março de 2019

.: Stranger Things volta ao Halloween Horror Nights em novos labirintos

A série original da Netflix "Stranger Things" retorna ao Universal Studios Hollywood e Universal Orlando Resort com novíssimos labirintos no "Halloween Horror Nights", neste outono norte-americano


O thriller sobrenatural da Netflix, "Stranger Things", retorna ao "Halloween Horror Nights" 2019, no Universal Studios Hollywood e Universal Orlando Resort, estreando os novos labirintos inspirados nas temporadas 2 e 3 da série aclamada pela crítica.

Neste ano, labirintos arrepiantes retomarão de onde os labirintos do ano passado finalizaram, continuando a narrativa de suspense, na qual uma entidade predadora aterroriza a pequena cidade de Hawkins, Indiana, se aprofundando ainda mais no universo paralelo conhecido como Mundo Invertido.

Os labirintos nas duas costas dos Estados Unidos acontecerão em paralelo à série de sucesso, assim que esta avança para o ano de 1985, levando os visitantes em uma excursão aterradora que inclui trechos de "Stranger Things 3", que estreia na Netflix em 4 de julho.

Assim como nos labirintos anteriores, Universal Studios Hollywood e Universal Orlando Resort se uniram à Netflix e aos criadores e produtores executivos de "Stranger Things", para criar representações autênticas da série blockbuster.
O Halloween Horror Nights do Universal Studios é o principal evento de Halloween. Por mais de 25 anos, visitantes do mundo todo visitam o Halloween Horror Nights para se tornarem vítimas dentro de seu próprio filme de horror. Múltiplos labirintos com qualidade cinematográfica, baseados em séries de TV, filmes e histórias originais de horror, ganham vida temporada após temporada. E as ruas de cada parque onde acontecem os eventos são transformadas em zonas de medo altamente temáticas, onde ameaçadores atores atacam em cada esquina obscura.

O Halloween Horror Nights começa sexta-feira, 6 de setembro, em Orlando, e sexta-feira, 13 de setembro, em Hollywood. Detalhes adicionais dos eventos serão revelados em breve. Ofertas limitadas de ingressos e pacotes de férias para o Halloween Horror Nights do Universal Orlando já estão à venda. Para mais informações sobre o Halloween Horror Nights do Universal Studios Hollywood e Universal Orlando Resort, visite HalloweenHorrorNights.com.




terça-feira, 24 de maio de 2022

.: "Stranger Things 4" ganha trailer final e resumo das últimas temporadas

Stranger Things 4 Vol. 1 estreia dia 27 de maio, quando o mundo ficará invertido, só na Netflix

 

Seis meses depois da batalha de Starcourt, que deixou um rastro de terror e destruição em Hawkins, o grupo de amigos se separa pela primeira vez – enquanto passam por um período turbulento na escola, o que dificulta ainda mais as coisas. Nesse momento vulnerável, surge uma ameaça sobrenatural ainda mais terrível, trazendo um grande mistério que pode ser a chave para acabar com os horrores do Mundo Invertido.

Está quase chegando. Relembre as últimas três temporadas da série antes da estreia Stranger Things 4, Volume 1, que chega na sexta-feira.

Temporada 1: Stranger Things se passa em 1983, em Indiana, onde um jovem desaparece no ar. Enquanto amigos, família e a polícia local procuram por respostas, são atraídos para um ministério extraordinário envolvendo experimentos governamentais ultra-secretos, forças sobrenaturais aterrorizantes e uma menina muito estranha.


Assista ao resumo da temporada


 

Temporada 2: É 1984 e os cidadãos de Hawkins, Indiana, ainda estão se recuperando dos horrores do Demogorgon e dos segredos do Laboratório Hawkins. Will Byers foi resgatado do Mundo Invertido, mas uma entidade maior e mais sinistra ainda ameaça aqueles que sobreviveram.


Assista ao resumo da temporada 2

 

Temporada 3: É 1985 em Hawkins, Indiana, e está cada vez mais quente. A escola acabou, há um novo shopping na cidade e o romance está florescendo. Mas novos perigos surgem. O mal não termina, evolui – e um verão pode mudar tudo.


Assista ao resumo da temporada 3


 


Sobre a série: Criada por Os Irmãos Duffer 

"Stranger Things" é produzida por Monkey Massacre Productions & 21 Laps Entertainment com produção executiva de Os Irmãos Duffer, juntamente com Shawn Levy e Dan Cohen da 21 Laps Entertainment, Iain Paterson, e Curtis Gwinn.

Estrelando: Winona Ryder (Joyce Byers), David Harbour (Jim Hopper), Millie Bobby Brown (Eleven), Finn Wolfhard (Mike Wheeler), Gaten Matarazzo (Dustin Henderson), Caleb McLaughlin (Lucas Sinclair), Noah Schnapp (Will Byers), Sadie Sink (Max Mayfield), Natalia Dyer (Nancy Wheeler), Charlie Heaton (Jonathan Byers), Joe Keery (Steve Harrington), Maya Hawke (Robin Buckley), Priah Ferguson (Erica Sinclair), Brett Gelman (Murray), Cara Buono (Karen Wheeler)  Matthew Modine (Dr. Brenner).

Outros membros do elenco: Jamie Campbell Bower (Peter Ballard), Joseph Quinn (Eddie Munson), Eduardo Franco (Argyle), Sherman Augustus (Lt. Colonel Sullivan), Mason Dye (Jason Carver), Nikola Djuricko (Yuri), Tom Wlaschiha (Dmitri), Myles Truitt (Patrick), Regina Ting Chen (Ms. Kelly), Grace Van Dien (Chrissy), Logan Riley Bruner (Fred Benson), Logan Allen (Jake), Elodie Grace Orkin (Angela), John Reynolds (Officer Callahan), Rob Morgan (Chief Powell), Amybeth McNulty (Vickie) e Robert Englund (Victor Creel)

Diretores: Os Irmãos Duffer (401, 402, 407, 408, 409), Shawn Levy (403, 404), Nimród Antal (405, 406)

Escritores: Os Irmãos Duffer (401, 402, 407, 408, 409), Caitlin Schneiderhan (403), Paul Dichter (404), Kate Trefry (405), Curtis Gwinn (406)

Data de estreia: 27 de maio (Volume Um) e 01 de julho (Volume Dois).

Assista: netflix.com/StrangerThings 




sábado, 11 de maio de 2019

.: Stranger Things, Raízes do Mal", revela passado sombrio da mãe de Eleven

“Os fãs vão notar as semelhanças entre a série e o livro, como a amizade entre seus protagonistas e a luta contra o sistema.”
USA Today



A Intrínseca lança o primeiro livro oficial de uma das séries de maior sucesso dos últimos tempos: "Stranger Things". Com diversas indicações ao Globo de Ouro, Emmy, Hugo e Grammy, a série venceu o Actors Guild Awards e o MTV Movie & TV Awards. 

A poucos meses da estreia da aguardada terceira temporada, cujo último trailer bateu recorde como o vídeo da Netflix mais acessado no YouTube, o livro "Raízes do Mal" expande o universo sombrio e impactante de "Stranger Things". A obra explora o passado de dois dos personagens mais enigmáticos da produção: Terry Ives, a mãe de Eleven, e o dr. Martin Brenner, o homem que separou as duas.

Em plena década de 1960, os Estados Unidos estão passando por profundas mudanças políticas e sociais, e Terry Ives, estudante de uma cidadezinha em Indiana, se vê à parte dos acontecimentos. Cansada de ser mera espectadora das mudanças à sua volta, ela enxerga sua grande chance de entrar para a história ao se voluntariar para participar de um projeto ultrassecreto do governo, o MKULTRA. 

É lá que ela conhece o dr. Martin Brenner, um homem cruel capaz das maiores atrocidades para alcançar seus objetivos. Terry logo está presa em uma trama repleta de manipulações e perigos, travando com Brenner uma guerra em que a mente humana é o campo de batalha. E sua única chance de vitória reside em uma menininha com poderes sobre-humanos e um número no lugar do nome.

Gwenda Bond é autora de livros infantis e juvenis. Em suas obras, mistura elementos sobrenaturais, magia e protagonistas femininas imbatíveis. Formada em jornalismo e com mestrado em escrita criativa pela Vermont College of Fine Arts, Bond já escreveu para veículos de destaque, como Los Angeles Times e Publishers Weekly. Mora no Kentucky, Estados Unidos. Você pode comrpar "Stranger Things: Raízes do Mal" aqui: amzn.to/39pKNSS

"Stranger Things: Raízes do Mal"
Tradução: Stephanie Fernandes
Editora: Intrínseca
304 páginas
Impresso: R$ 49,90
E-book: R$ 34,90

sábado, 28 de maio de 2022

.: 4x1: "Stranger Things" recomeça épico com "The Hellfire Club"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos

Em maio de 2022


Em "The Hellfire Club", primeiro episódio da quarta temporada do seriado "Stranger Things", da Netflix, volta em 8 de setembro de 1979 para contextualizar melhor a situação final em que os personagens foram deixados na terceira temporada. Para tanto, Brenner (Matthew Modine), o criador de Eleven (Millie Bobby Brown) sai de casa para um dia de trabalho no Laboratório Nacional de Hawkins que esbarra num verdadeiro estrago causado pelo experimento de número onze. 

Sim! É nessa tônica que a nova temporada segue com mortes escabrosas e muito mais sortuna, tendo, de quebra, o vilão mor de botar medo além da telinha: Vecna. Calminha! "Stranger Things" mantém toda a alegria da década de 80. Basta observar as cenas solares e a trilha sonora sempre para cima. Contudo, quando é para embarcar no lado sombrio e de pura ficção científica, a produção dos irmãos Duffer faz cair o queixo e garante bons sustos.

Nesse episódio, fica clara a separação do grupinho que enfrenta aventuras sobrenaturais. Não somente por Joyce Byers (Winona Ryder) ter saído de Hawkins com Jonathan (Charlie Heaton), Will (Noah Schnapp) e Eleven. Embora Lucas (Caleb McLaughlin) ainda pertença ao grupo de RPG D&D, que dá o título do episódio "The Hellfire Club", ao lado de Mike (Finn Wolfhard) e Dustin (Gaten Matarazzo), o jovem está no time de basquete da escola com o objetivo de ser popular.

Assim, a líder de torcida Chrissy (Grace Van Dien) é introduzida e com ela, entra, efetivamente na trama, Vecna. E como não se assombrar com a primeira abordagem do ser maligno?! A visão de tão medonha faz a moça, super popular, procurar o nerd, responsável pelo grupo de RPG e, também, traficante de drogas: Eddie Munson (Joseph Quinn). Assim, tudo vai se entrelaçando, o que, inclusive, garante um desfecho de deixar qualquer um boquiaberto. 

Na Califórnia, Eleven e Will frequentam a escola. Enquanto ela lê a carta que escreve para Mike, tudo o que surge na tela é um completo contraste. Da boca da experiência de Brenner tudo está igual a música de fundo "California Dreamin´´", mas o pesadelo escolar de Jane é exposto cena após cena. Definitivamente, é de partir o coração e, por vezes, dá vontade de avançar até a tela e acertar a cara da nojenta Angela (Elodie Grace Orkin). A mocinha má promete ser um Steve de saias, caso sobreviva aos ataques de Vecna.

Na escola de Hawkins, Max (Sadie Sink) preenche o perfil daquele amigo que está até por perto, mas vive afastado, ainda mais que terminou o namoro com Lucas. E não há como deixar de mencionar a atuação da ruivinha quando é interpelada pela conselheira escolar, o que inclui pernas balançando descontroladamente, olhares fugindo. Sim! Segundo Max "as pessoas mudam". 

Por outro lado, pessoas também voltam. Joyce Byers que o diga. A mãe de Will e Jonathan, que agora trabalha em casa como vendedora, recebe uma grande caixa com uma bonequinha de porcelana pelos Correios, vinda da Rússia. Assustada, mas curiosa, recorre a Murray (Brett Gelman) para desvendar tal mistério. Alívio cômico com os dois em cena, ainda que toda a conversa aconteça via telefone. 

Entre as surpresas de retorno, está Erica Sinclair (Priah Ferguson), a irmãzinha de Lucas. Personagem que sempre faz aparições marcantes, desta vez não é diferente. Em "The Hellfire Club", ela simplesmente assume o posto de heróína com a bandeira dos Estados Unidos como capa e cara de marrenta e ganha mais importância na trama.

A amizade de Steve (Joe Keery) e Robin (Maya Hawke) segue firme e forte, a ponto de eles conversarem intimidades como o gosto de ambos por peitos. Eles ainda trabalham juntos, mas, agora, numa locadora de filmes. Coisa tão antiga, né?! Mas é lindo de se ver na série. Já Nancy (Natalia Dyer) e Jonathan seguem com o namoro a distância, os dois se amam, mas não a ponto de um visitar o outro. Enquanto que ela se empenha numa redação de jornal -montando o boneco de um jornal para a próxima edição-, Jonathan tem uma vida louca com o amigo Argyle (Eduardo Franco) enquanto espera pela carta de admissão da faculdade.

Enfim, a longa espera pela quarta temporada de "Stranger Things" foi muito bem recompensada já no primeiro episódio que resgata inclusive a essência da primeira temporada, quando os personagens jogavam RPG e "coisas estranhas" aconteciam na vida deles. Bora conferir "A Maldição de Vecna"!


*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm

Seriado: Stranger Things

Temporada 4

Episódio 1: The Hellfire Club

Elenco: Winona Ryder, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Noah Schnapp, Sadie Sink, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Joe Keery, Matthew Modine

sexta-feira, 10 de junho de 2022

.: 4x3: Stranger Things" tem "O Monstro e a Super Heroína" aprisionados

Por: Mary Ellen Farias dos Santos

Em junho de 2022


Em "O Monstro e a Super Heroína", o terceiro episódio da quarta temporada do seriado "Stranger Things", da Netflix, o público é levado até Nevada para encontrar Sam (Paul Reiser) que tem a casa invadida. Por quê?! Ele tem o poder de convencer Eleven (Millie Bobby Brown), criação de Brenner (Matthew Modine) a "cooperar" com o governo. No entanto, ele logo escapa afirmando que El está morta. Assim, Sam volta a ser um personagem agente para a quarta temporada da série dos irmãos Duffer.

Na pista de patinação Angela (Elodie Grace Orkin) é o centro das atenções, mas não da forma que gosta, o que piora muito a situação de Eleven. Tanto é que no trajeto de volta para casa, a conversa na van sobre patins, entre os amigos chapadões Jonathan (Charlie Heaton) e Argyle (Eduardo Franco) acaba sendo do tipo "rir para não chorar" com direito a silêncio absoluto por parte de Will (Noah Schnapp) e Mike (Finn Wolfhard). É muito sofrimento para Eleven! Sem ninguém para apoiá-la. Totalmente só!

Na casa dos Byers, o quinteto reencontra Murray. Sem dar um pio sobre o apronto de Eleven, aliás, o ocorrido até vira pauta de conversa à mesa, mas ninguém cita a causadora do ataque de patins de plástico. Enquanto que a falta de apoio pressiona mais Eleven, todos ali são informados por Joyce que ficarão um tempo sob os cuidados de Jonathan. Afinal, ela e Murray sairão em busca de Hooper. 

Em crise, El se questiona sobre ser monstro ou super heroína. Na verdade, ela toma para si o primeiro adjetivo a ponto de discutir com Mike. Típico namoradinho de primeira viagem que vê seu interesse amoroso como um amigo com o benefício de beijar na boca e escrever algumas cartinhas -por conta da distância. Com tanta tristeza e solidão, Eleven vai fortalecendo o vilão Vecna.

Lucas (Caleb McLaughlin, tal qual um jogador do time da escola, parte na caçada por Eddie Munson (Joseph Quinn). Surpresa pela mudança de lado?! Calminha! Ele não é tão otário quanto aparenta quando junto dos jogadores. Afinal, Lucas é e sempre será do grupo! Enquanto isso, Max (Sadie Sink), Dustin (Gaten Matarazzo), Steve (Joe Keery) e Robin (Maya Hawke) encobrem o paradeiro do líder do Hellfire Club.


Nancy perde o parceiro de investigação, mas avança nas descobertas sobre Victor Creel e se junta ao grupo. Enquanto que Will, Mike e Jonathan ficam em casa com Eleven. Sobrando tempo para uma DR entre Mike e Eleven, com vitória absoluta para a criação de Brenner. Mike é mais do que um amigo, de fato?! Contudo, dois policiais são capazes de movimentar a trama, levando Jane/Eleven presa. 

E mais sofrimento na Rússia ao retratar Hooper como um prisioneiro. Mesmo com a chegada de Murray e Joyce para negociar com o piloto Yury. Claro que tudo sai totalmente diferente do esperado. Até Eleven que iria parar atrás das grades tem outro rumo. Entretanto, um destaque do episódio é o duo em ação: Robin e Nancy. Diálogos divertidos e com a revelação perfeita para a trama ganhar mais força. 

E como as produções Disney que sopram um resumo da história já no início, os últimos minutos de "O Monstro e a Super Heroína", dão dicas do que se verá a seguir, no episódio "Querido Billy". Pois é! Em "Stranger Things" tudo tem um motivo de ser!


*Editora do resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm


Seriado:  "Stranger Things"

Temporada 4

Episódio 3:  "O Monstro e a Super Heroína"

Elenco: Winona Ryder, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Noah Schnapp, Sadie Sink, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Joe Keery, Matthew Modine

domingo, 29 de maio de 2022

.: 4x2: "Stranger Things" traz "A Maldição de Vecna" para Hawkins

Por: Mary Ellen Farias dos Santos

Em maio de 2022


No segundo episódio da quarta temporada do seriado "Stranger Things", da Netflix, intitulado de "A Maldição de Vecna", os amigos de aventuras em outro mundo seguem afastados, enquanto que temos a confirmação de que Hooper está vivo. Contudo, voltando para o parque dos trailers, é a vez de Max (Sadie Sink) se envolver no novo problema sobrenatural de Hawkins. Aliás, a primeira morte misteriosa acontece justamente ao lado de sua moradia e a faz de testemunha. Esperta, Maxine nada conta para a polícia. Claro! Temos então uma motivação para que a ruivinha se una aos amigos e, assim, agite "a" e "na" trama.

Para tanto, Mike (Finn Wolfhard) chega de Hawkins para passar um tempo com os Byers na Califórnia. E é aí que as mentiras que Eleven (Millie Bobby Brown) contou para o namorado, via carta, alcançam o limite máximo e acabam por serem desvendadas, mas da pior forma possível. Cena de partir o coração, orquestrada por Angela (Elodie Grace Orkin) na pista de patinação, em 22 de março de 1986. Por outro lado é plausível a inserção da temática bullying, implicando no pensamento de acreditar não se enquadrar em nenhum grupo. O que ainda fortalece a nítida separação dos amigos, embora todos tenham muito em comum, sentem-se diferentes.

Para bagunçar mais o coreto, Murray (Brett Gelman) chega e confabula planos com Joyce Byers (Winona Ryderpara resgatarem Hooper, na Rússia. Do outro lado da tela, torcemos para que logo aconteça, pois o pai de Eleven sofre horrores. Tortura para ele e também para o público, que ainda assiste ao sofrimento do experimento de número 11. O grupo do garotos do basquete, o qual agora Lucas (Caleb McLaughlin) faz parte, decide iniciar uma caça a Eddie Munson (Joseph Quinn). Para os rapazes, o líder do grupo de RPG é o causador da morte de Chrissy (Grace Van Dien).

Com todo o fervor de uma jornalista apaixonada, Nancy (Natalia Dyer) vai até a cena do crime ao lado de Fred Benson (Logan Riley Bruner), que começa a ter visões, assim como Chrissy, incluindo o grande relógio de pêndulo. O rapaz é atraído para dentro da floresta, some e o terror ganha mais forma em "Stranger Things". Apesar do desfecho dessa procura, Nancy chega ao nome de Victor Creel, condenado pela morte de toda a família.

Enquanto que Will (Noah Schnapp) assume o posto de vela para Mike e Eleven, Nancy procura pelo parceiro de jornal -que tem um fim trágico-, Jonathan (Charlie Heaton) e o amigo Argyle (Eduardo Franco) seguem em um mundo paralelo e sem propósito -aparentemente-Lucas (Caleb McLaughlin) vai ao lado dos esportistas na caçada por Eddie. Assim, o que injeta mais fôlego para a trama é a descoberta do esconderijo de Eddie, desvendado por Dustin (Gaten Matarazzo), Max, Steve (Joe Keery) e Robin (Maya Hawke). 

No lado obscuro, o mago das trevas é fortalecido e Hawkins vai perpetuando o rótulo de cidade amaldiçoada. 


*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm


Seriado: Stranger Things

Temporada 4

Episódio 2:  A Maldição de Vecna

Elenco: Winona Ryder, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Noah Schnapp, Sadie Sink, Natalia Dyer, Charlie Heaton, Joe Keery, Matthew Modine


Próximas postagens → Página inicial
Tecnologia do Blogger.