terça-feira, 12 de janeiro de 2021

.: Márcia Fellipe apresenta o vídeo de “Economize Sofrimento”


A “fenomenal” Márcia Fellipe acaba de disponibilizar em seu canal no YouTube o vídeo de “Economize Sofrimento”. A canção faz parte da segunda parte de seu projeto audiovisual “A Fenomenal (Vol. 2)”, divulgado em dezembro do ano passado. Nesta nova etapa, a cantora conta com a participação de seu colaborador frequente e parceiro, Wesley Safadão, na música “Na Cama Compensa”. 

“O Wesley é um parceiro muito especial para mim, além de grande amigo. É um imenso artista que nós temos no país. Para mim, é sempre um privilégio ter a participação dele. É sempre uma alegria enorme que nós amamos”, disse Márcia sobre a colaboração com Safadão. 

Na apresentação, Márcia Fellipe contou apenas com a presença de uma equipe reduzida, além de seus empresários e produtores. Agora, o público vai poder conferir o novo projeto e assistir ao que a forrozeira aprontou. Destaque no cenário forrozeiro pelo seu estilo único e inovador, a “Fenomenal”, como é conhecida, tem como característica marcante letras empoderadas, que falam sobre dar a volta por cima após o término de um relacionamento. 

“Economize Sofrimento” - Márcia Fellipe 

“Na Cama Compensa” - Márcia Fellipe e Wesley Safadão

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

.: Vem na lojinha do Resenhando.com no Enjoei que tem novidades!


Já visitou a lojinha do Resenhando.com no Enjoei? É muito simples! Basta clicar em enjoei.com.br/resenhando para conferir os 50 itens que os Resenhanders Helder Miranda e Mary Ellen Farias dos Santos disponibilizaram por lá, no site de vendas mais divertido da internet

A loja virtual que vende CDs, livros e brinquedos, está ofertando o Kit "Laços de Família", que inclui o CD nacional e internacional da novela que está fazendo muito sucesso no "Vale a Pena Ver De Novo", da Rede Globo. Os Resenhanders também estão vendendo o CD da trilha sonora nacional da novela "Salve Jorge", de 2012, além do álbum Romanza, de Andrea Bocelli. Os novos livros para venda são "Por Trás da Notícia", de Edson Flosi e "Escravidão Contemporânea", organizado por Leonardo Sakamoto.

No Enjoei é super fácil negociar. Você, enquanto cliente pode fazer ofertas em um determinado produto para que o vendedor aceite ou faça uma contraposta, além de ser possível fazer uma cestinha, inserindo vários itens do mesmo vendedor e ter frete único.

Para efetuar as compras, você só precisa de um cadastro provando que não é um robô viciado em compras. O pagamento pode ser feito por meio de cartão de crédito ou boleto bancário. Todos os dados são criptografados, que é um tipo de criptonita contra hackers. Muito fácil e feliz. 

Você compra, a gente vende e todo mundo fica bem. Visite a nossa lojinha: enjoei.com.br/resenhando.



.: Edições especiais de clássicos de George Orwell entre os mais vendidos


Após 70 anos da morte do jornalista, escritor e ensaísta político Eric Arthur Blair, mais conhecido pelo pseudônimo George Orwell, os seus famosos livros "A Revolução dos Bichos" e "1984" ganham versões modernas pelo Selo Via Leitura, da Editora Edipro. 

No dia 1º de janeiro, o grupo editorial relançou os dois maiores clássicos de Orwell com textos adicionais escritos pelo próprio autor. Na Amazon, "A Revolução dos Bichos" já lidera o primeiro lugar na categoria de Mais Vendidos em Literatura e Ficção Britânica e, "1984" é o primeiro colocado na categoria de Mais Vendido em História e Teoria Política e Ciências Sociais. Ainda, as novas versões dos livros possuem tradução direta dos originais assinadas por Alexandre Barbosa de Souza, ex-editor da Biblioteca Azul, Cosac Naify e Editora 34.

Clássicos de George Orwell ganham edições especiais pela Editora Edipro
Textos integrais traduzidos por Alexandre Barbosa de Souza, "A Revolução dos Bichos" e "1984" contam com prefácios adicionais do famoso escritor, além de brindes exclusivos produzidos pelo artista plástico Carlo Giovanni. Após 70 anos da morte do jornalista, escritor e ensaísta político Eric Arthur Blair, mais conhecido pelo pseudônimo George Orwell, os seus famosos livros ganham versões modernas pelo Selo Via Leitura, da Editora Edipro. 

"A Revolução dos Bichos", escrita em 1945, é uma fábula moderna que satiriza o totalitarismo, a hipocrisia da tirania e a busca pelo poder, no qual alguns oprimidos se tornam opressores. Eleito pela revista Time como um dos cem melhores livros já publicados em língua inglesa, este livro é um alerta contra os perigos da corrupção humana até mesmo nos mais bem-intencionados projetos políticos.

Já "1984", um dos mais importantes romances de ficção científica do século XX, publicada em 1949, pouco antes da morte do autor, é considerado um drama distópico que cristalizou a mítica do Grande Irmão (câmeras do governo que controlam toda população). Essa sátira política ambientada em uma distopia futurista, também entrou na lista dos cem melhores romances de língua inglesa da revista Time. Mesmo na atualidade, 1984 ainda traz uma valiosa reflexão sobre os malefícios do totalitarismo em qualquer época.

"Como você poderá ter um slogan como 'liberdade é escravidão' quando o conceito de liberdade tiver sido abolido? Todo o clima do pensamento será diferente. Na verdade, não haverá mais pensamento; nem necessidade de pensar.  Ortodoxia significa não pensar; não haver necessidade de pensar. Ortodoxia é inconsciência." (P. 53, Livro "1984")

A nova edição de "A Revolução dos Bichos" inclui os prefácios “A liberdade de imprensa”, cujo manuscrito de George Orwell foi descoberto em 1972, e o famoso “Prefácio à edição ucraniana”, de 1947. O livro "1984" inclui o apêndice “Os princípios da novilíngua”, também escrito pelo autor. Ainda, ambos os livros relançados pela Editora Edipro contam com brindes especiais em todos os exemplares: dois postais e dois marcadores personalizados. As artes dos brindes e das capas são de Carlo Giovani, ilustrador porto alegrense que atualmente vive em Portugal, trabalhando em projetos na Europa e nas Américas.


Sobre o autor
George Orwell (1903-1950) foi escritor, jornalista e ensaísta político. Nascido na Índia, ainda sob o domínio britânico, cresceu na Inglaterra, no interior de Oxfordshire. Já na infância, compunha poemas e sonhava em tornar-se um escritor famoso. Depois de concluir seus estudos, alistou-se na Polícia Imperial Britânica. Serviu na Birmânia de 1922 a 1927, quando retornou à Inglaterra. Nessa época, decidiu pedir demissão da polícia e dar início à sua carreira de escritor.

Entre 1928 e 1929, morou em Paris, período em que escreveu contos e romances que ninguém queria publicar. Ele os destruiu todos na mesma época. Somente a partir de 1934 passou a viver com a renda proporcionada por seus escritos. Filiado ao Partido Operário de Unificação Marxista, lutou na Guerra Civil Espanhola em 1939. Na ocasião, um ferimento a bala danificou suas cordas vocais, prejudicando de modo permanente a sua voz. Morreu em Londres, em 1950, de tuberculose, aos 46 anos de idade. 

Sobre o tradutor  
Alexandre Barbosa de Souza é ex-editor da Biblioteca Azul, Cosac Naify e Editora 34. Além de editor e escritor, Souza é responsável pela versão brasileira de grandes clássicos, como Moby Dick e Alice através do espelho

Sobre o capista
Carlo Giovani, ilustrador e artista plástico porto alegrense que atualmente vive em Portugal, trabalhando em projetos na Europa e nas Américas. Giovanni trabalha com técnicas de recorte em papel, que conferem uma assinatura única em suas obras.

Ficha técnica 
Editora: Via Leitura 
Assunto: literatura 
Autor: George Orwell
ISBN: 9786587034102 
Edição: 1ª edição, 2021
Número de páginas: 96
Link para compra: https://amzn.to/39eFXHO

Ficha técnica 
Editora: Via Leitura 
Assunto: literatura 
Título: "1984"
Autor: George Orwell
ISBN: 9786587034201 
Edição: 1ª edição, 2021 
Número de páginas: 288 
Preço: R$ 24,50 
Link para compra: https://amzn.to/35r1ax0


.: Diário de uma boneca de plástico: 11 de janeiro de 2021

Querido diário,

Eu e a minha dona somos unidas. Isso há anos, desde quando eu fui comprada de segunda-mão lá no Orkut. Cheguei nesse corpo de Barbie Collector aí de cima da foto -era bem cochuda. Nessa foto há um registro que deixou a minha dona ainda mais embasbacada... ela esteve nesse hotel, em Joinville, quando fez a viagem intitulada Quatro Bandeiras: Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai. 

Claro que ela me levou! E nessa viagem eu ainda fui sozinha, nem tinha amizade com a Gavin Boogie Beach, não conhecia o meu marido Auden P!nk ou tinha o corpão Integrity Toys de hoje. 

Eis que a virada de 2019 para 2020 passei com minha dona e o marido dela em Joinville. Para ir até a Catedral de lá, passamos pelo Blue Tree Towers e achamos super chique. Eis que no dia 7 de janeiro de 2021, enquanto a minha dona escolhia uma foto minha para ilustrar esse diário aqui... Pá! Bateu os olhos e era o tal do hotel. Ficamos hospedados lá e nem lembrávamos!

Diário, você já fez dessas? De esquecer onde esteve?!

É que não bastando, a minha dona e meu dono esqueceram que estiveram em Pomerode, Santa Catarina, cidade próxima dali. Só se deram conta nessa última viagem. Quando desceram no Centro da Cidade, um olhou para o outro e concluíram que já estiveram lá anteriormente.

Que memória falha, não?! kkkkkkkk

Beijinhos pink cintilantes e até amanhã,

Donatella Fisherburg
Redes sociais:
facebook.com/Photonovelas
twitter.com/DonaFisherburg
instagram.com/donatellafisherburg
youtube.com/c/Photonovelas


Foto do meu ensaio fotográfico "A Estrada": photonovelas.blogspot.com/2013/08/estrada.html

.: “Deixa Ela”, a nova faixa colaborativa de Shark, Delano e Gimenez


Hoje, Shark conta com a colaboração de Delano e Gimenez para o lançamento de “Deixa Ela”, sua aposta para o verão. A canção, composta por Delano, ganhou produção de Shark, Mauz e do próprio compositor, abre a temporada 2021 de lançamentos de Shark. Gravado em Rio de Janeiro, o videoclipe oficial também já pode ser conferido. 

“‘Deixa Ela’ é um funk feito especialmente para as mulheres. Uma faixa um pouco mais romântica e sensual, mas sem perder a batida das pistas. A primeira versão de ‘Deixa ela’ era quase uma música acústica, que ganhou uma batida funk 150BPM. A faixa foi composta por mim e pelo Delano, que começou a produção. Eu dei uma nova cara e uma nova roupagem para ela e o Gimenez deu o arremate final. Esse é o meu primeiro lançamento junto com os dois e o clipe foi gravado em um quiosque no Rio de Janeiro. Esperamos que todos vocês gostem”, disse Shark sobre o lançamento.

Em novembro passado, Shark disponilizou a música “Sacanagem Braba”, com as participações de Leo Picon e Matheus Mazza. O videoclipe, que foi gravado em São Paulo, tem a direção da Nobru Filmes. Reconhecido por renomados rappers e DJs internacionais, Shark é pioneiro no Brasil no estilo “Open Format”, que mistura funk, hip-hop, trap e R&B. O artista segue trabalhando em novas e dançantes faixas, que serão apresentadas todos os meses. Além, é claro, de videoclipes que trazem toda a pegada do funk.

"Deixa Ela” - Shark, Delano e Gimenez

“Sacanagem Braba” - Shark, Leo Picon e Matheus Mazza

.: Nobody Is Listening: Zayn lança novo single e vídeo "Vibez"

Novo álbum "Nobody Is Listening" tem lançamento previsto para 15 de janeiro. Foto: Nabil

Já está lançado o novo single e vídeo do Zayn,"Vibez". A faixa, co-escrita por Zayn, é o segundo single de seu terceiro álbum de estúdio intitulado “Nobody is Listening”, que já está disponível para pré-venda e será lançado em 15 de janeiro.

O vídeo, dirigido por Ben Mor e produzido por London Alley, apresenta Zayn em um show de um homem só. Em transição perfeita através de cenários teatrais, ele viaja por vários ambientes, cada um mudando organicamente para o próximo.  Eventualmente mostrando Zayn assistindo o show da perspectiva da audiência, junto com o espectador. "Vibez" é a mais recente adição à impressionante coleção de vídeos de Zayn, que possui mais de 3,6 bilhões de visualizações no YouTube.

"Vibez" segue seu single lançado anteriormente, "Better", que acumulou mais de 105 milhões de streams em todas as plataformas e que após o lançamento recebeu meio milhão de visualizações nos primeiros 10 minutos. O aclamado álbum de estreia de Zayn, “Mind of Mine”, fez com que ele se tornasse o primeiro artista solo masculino do mundo a chegar ao primeiro lugar nas paradas de álbuns do Reino Unido e dos EUA na primeira semana de lançamento. O single principal do álbum, "Pillowtalk", atingiu o primeiro lugar em 68 países ao redor do mundo e foi recentemente incluído na lista "Songs That Defined the Decade" da Billboard. Sua continuação, “Icarus Falls”, cativou fãs e acumulou mais de 5 bilhões de streams mundiais em todas as plataformas em menos de um ano, um feito impressionante para qualquer artista. Ao lado de seu sucesso solo, Zayn também colaborou com vários artistas, incluindo Taylor Swift e SIA e, mais recentemente, emprestou seus vocais em "Trampoline" com Shaed, que recebeu um iHeart Music Award por "Melhor Remix". Além de construir uma reputação como artista musical de classe mundial, Zayn tornou-se um dos maiores ícones da moda da música. Ele agraciou a capa de todas as principais revistas de Highsnobiety à Vogue. Além de ser nomeado "Homem Mais Elegante" na premiação GQ Man of the Year, ele também foi premiado como "Novo Artista do Ano" no American Music Awards e "Top New Artist" no Billboard Music Awards. “Nobody is Listening” de Zayn será lançado pela RCA Records.

Ouça "Vibez": smarturl.it/zVibez | Nobody is Listening Pré-venda: smarturl.it/zNIL

domingo, 10 de janeiro de 2021

.: Frejat fala sobre Cazuza em entrevista emocionante ao #Provoca


Nesta terça-feira, dia 12, a TV Cultura reapresenta o #Provoca com o cantor, produtor, compositor e guitarrista Roberto Frejat. Na edição, que faz parte da seleção dos melhores programas de 2020, ele narra detalhes emocionantes sobre sua relação e parceria com Cazuza, como a primeira e a última vez em que encontrou o amigo. Frejat ainda fala sobre sua trajetória musical, família, política e Rio de Janeiro. Com apresentação de Marcelo Tas, o programa é exibido às 22h15, na TV Cultura e no YouTube.

Ex-vocalista do Barão Vermelho e autor de diversos sucessos da música brasileira - como Pro Dia Nascer Feliz, Amor Pra Recomeçar e Maior Abandonado -, ele relata como foram os últimos dias de Cazuza, ícone nacional, parceiro de trabalho e amigo pessoal. "Foi na casa dele, fui visitá-lo e ele já estava muito doente, muito fraco. Eu falei: 'Meu Deus, isso não é vida. Ninguém merece passar por isso...' E ele foi uns três, quatro dias depois"

Frejat, que acompanhou de perto as batalhas enfrentadas por Cazuza, também conta a Marcelo Tas que aprendeu muito com a coragem dele. "Se tem uma coisa que o Cazuza me ensinou é brigar até o fim. Acho que essa foi a grande lição que ele deixou. Eu tenho muito orgulho dele por isso. Ele foi um cara que só largou a briga quando já não tinha mais condição de brigar. Eu mesmo pedi que isso acontecesse em algum momento, porque a ultima vez que me encontrei com ele foi muito pesado, sabe?", declara. 

.: Série "O Vigilante Rodoviário" mostra caso de jovem sequestrada


Inspetor Carlos e cão Lobo fazem investigação para resgatar garota que foi mantida refém.

A produção de dramaturgia "O Vigilante Rodoviário" exibe uma história que envolve o sequestro da menina Clara no episódio "O Pagador". A TV Brasil mostra o desenrolar do caso em que o inspetor Carlos e o cão Lobo precisam salvar a garota nesta terça, dia 12, às 23h30.

Produção pioneira no audiovisual do país, a série de drama policial foi gravada no início dos anos 1960. A obra é referência no formato de trama seriada na dramaturgia da televisão brasileira. As aventuras do inspetor Carlos com o seu fiel escudeiro, o cão Lobo, fazem parte da primeira obra nacional filmada em película de cinema no país.

Nesse capítulo, a mãe de Clara vende frangos na estrada. Carlos e Lobo passam pelo caminho, cumprimentam as duas e o inspetor dá uma boneca de presente para a criança que agradece. Gino e Ricco, perigosos bandidos da região, planejam um assalto usando a jovem Clarinha como isca.

Após o crime, os marginais saem em disparada com o veículo acelerado e deixam um rastro de poeira pela estrada. Um padre que está na região é sufocado pela poeira do carro. Carlos chega ao local e o padre informa do ocorrido.

Carlos dá alerta geral e as patrulhas conseguem cercar os assaltantes em uma montanha. Os criminosos estão com Clara como refém. Lobo rasteja e inicia luta com os ladrões e é prontamente ajudado por Carlos. Os bandidos são dominados. Lobo pega a boneca pela boca e devolve à menina.

Sobre a série
O clássico seriado "O Vigilante Rodoviário" realizado no início da década de 1960 tem episódios no ar pela TV Brasil às terças e sextas, às 22h30; e aos domingos, às 22h. Exibida com exclusividade pelo canal, a produção audiovisual é um dos destaques da programação da emissora pública para 2020.

Com 36 episódios disponíveis, a trama repleta de aventuras foi criada, produzida e dirigida pelo cineasta Ary Fernandes. A obra tem como personagens principais o inspetor Carlos, interpretado pelo ator Carlos Miranda, e seu fiel escudeiro, o cão Lobo. A produção brasileira marcou época e atravessa gerações com o primeiro herói da ficção nacional.

A grande missão da dupla é manter a lei nas rodovias de São Paulo, sempre com muita simpatia e mensagens educativas. A série acompanha Carlos e Lobo em casos de combate ao crime. Os parceiros atuam a bordo de uma motocicleta Harley-Davidson 1952 ou de um carro modelo Simca Chambord 1959.

Bastidores e repercussão
A histórica série foi um sucesso consagrado pelo público na TV Tupi nos anos 1960. A produção alcançou, na época, a expressiva marca de 57 pontos de audiência. Com a realização da obra, o Brasil foi o primeiro país na América Latina e o quarto no mundo a produzir uma obra em película para a televisão.

Durante a premiada produção, grande parte das filmagens foi realizada na altura do km 38 da Rodovia Anhanguera onde o clima era ensolarado na maior parte do ano, fator fundamental para as gravações externas.

Serviço
"O Vigilante Rodoviário" será exibido terça-feira, dia 12, às 23h30, na TV Brasil. Horários alternativos na TV Brasil: terça-feira, dia 12, para quarta-feira, dia 13 às 3h30. Quinta, dia 14, para sexta-feira, dia 15, às 4h. Sábado, dia 16, para domingo, dia 17, às 4h. Domingo, dia 17, às 22h.

.: "Uma Sereia em Paris" disponível nas plataformas digitais


Chegou 2021 e a Sony Pictures Home Entertainment traz novidades de filmes para assistir quando, onde e como quiser através do aluguel ou compra nas plataformas digitais. Entre os filmes, a comédia romântica fantástica "Uma Sereia em Paris" ("Une Sirène à Paris", 2020) traz uma inusitada aventura entre uma linda sereia chamada Lula que é resgatada às margens do rio Sena pelo crooner Gaspard, um homem amargurado. Regado a situações cômicas e totalmente nonsense o encontro entre os dois vai mudar completamente a existência de ambos. 

O crooner Gaspard jurou que nunca mais se apaixonaria por ninguém. Quanto à Lula, uma linda sereia, ela não tem nada além de seu canto para se defender dos homens, fazendo com que  eles deixem levar seus corações até que explodam. Quando o rio Sena traz Lula até as margens do Flowerburger, um cabaré onde Gaspard canta, esse encontro vai mudar a existência de ambos. Gaspar, um homem que já sofreu muito por amor, e Lula, uma criatura que nunca se apaixonou, vão aprender a se conhecer e a cantar com uma só voz...

"Uma Sereia em Paris" ("Une Sirène à Paris", 2020)
Direção:
Mathias Malzieu
Roteiro: Stéphane Landowski, Mathias Malzieu
Produção: Sébastien Delloye, Grégoire Melin
Elenco: Tchéky Karyo, Rossy de Palma, Romane Bohringer, Marilyn Lima, Alexis Michalik, Nicolas Duvauchelle
Duração: 102 minutos, aproximadamente
Classificação indicativa: 10 anos
Plataformas digitais exclusivamente para aluguel: Looke, NOW, SKY e Vivo Play

Trailer de "Uma Sereia em Paris" 


.: Fernanda Abreu no YouTube com “Veneno na Lata” e “Baile da Pesada”


Considerada a mãe do pop dançante brasileiro, Fernanda Abreu acaba de apresentar o registro audiovisual (DVD) “Amor Geral – (A) Live”, que traz sua excelente performance vocal e corporal, cantando e dançando, reafirmando o status atemporal de sua obra. Já estão disponíveis os vídeos de “Veneno da lata” e “Baile da Pesada” no YouTube

Nos primeiros dias de 2020, quando Fernanda Abreu deu início a pré-produção do registro audiovisual do show “Amor Geral”, ela - e ninguém - imaginava o que as semanas seguintes reservavam. Até então, o coronavírus era um problema da China e países vizinhos. Porém, na mesma velocidade em que a produção da gravação corria, o coronavírus correu e se tornou uma pandemia. Era impossível imaginar ou ter qualquer dimensão do impacto na vida de todos ao redor do mundo. Uma situação inédita na era da tecnologia. Um desafio que ainda atravessamos. Um inimigo invisível, que nos ameaça e afasta socialmente, a ser derrotado. 

Diante desse cenário, “Amor Geral - (A)Live”, renova com força total o seu propósito: dar voz ao que é urgente e necessário: o amor geral. E o que cabe neste amor geralL? Cabe a tolerância e o desejo de igualdade social, cabe o amor em todas as suas vertentes e camadas, cabe o amor enquanto bálsamo aos que sentem dor, aos que estão isolados da família, cabe respeito e gratidão aos que estão na linha de frente… O amor como a resposta mais poderosa nesses tempos onde a fragilidade do ser humano é revelada e desafiada. “Amor Geral - (A)Live” é um veículo latente que transporta e conecta pessoas através da música e da dança.


← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.