quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

.: Crítica de "Infiltrado na Klan", longa com cara de Oscar de Melhor Filme

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em fevereiro de 2019


A lista dos indicados a Melhor Filme do Oscar 2019 compreende oito produções cinematográficas de qualidade, mas nem todas tem pinta de produção para abocanhar a estatueta mais cobiçada. Contudo, "Infiltrado na Klan", ágil, envolvente e que encerra com um brutal soco no estômago, tem todos os atrativos para levar o Oscar na mais disputada categoria da noite de 24 de fevereiro.

O longa que é uma biografia policial, com direção de Spike Lee ("O Plano Perfeito" e A "Última Noite"), acontece no final dos anos 70, quando Ron Stallworth (John David Washington), negro, consegue entrar para polícia do Colorado e se infiltra na Ku Klux Klan local. Obviamente, sem preparo e no calor da emoção, por telefone, numa conversa com a "organização", dá o nome verdadeiro. Como um negro poderia ser membro da KKK? É aí que entra o seu representante branco em ação. 

Nos encontros dos membros da organização, quem vai é Flip (Adam Driver), um judeu. Sim! A supremacia odiava negros, mas também judeus. No telefone, é Ron quem lida com o chefe do grupo local, mas quem entra em ação, efetivamente, é o dublê. Pelo fio do telefone um negro e entre os supremacistas, um judeu. Mais emoção do que isso? Impossível!



A preparação de Flip e as combinações para cada vez que entra em cena, incluindo a escuta, tudo é detalhado, criando a ilusão de que o público participa de cada avanço dado pelos policiais no caso. Nessa grande expectativa, faz com que cada um na sala de cinema embarque por completo na brincadeira séria de caça aos ratos. A trilha sonora no estilo de seriado policial antigo é a cereja do bolo nos momentos de tensão -e são muitos.

Assim como em "Vice", de Adam McKay, também concorrente ao maior prêmio do Oscar 2019, Spike Lee dirige "Infiltrado na Klan" com astúcia, ao fugir do drama e fazer piadas obedecendo o tom e os momentos certos, sem deixar de provocar reflexões importantes. "Infiltrado na Klan" é completo. Tem drama, suspense, romance, ação e põe o dedo na ferida. É filme para se aplaudir de pé!



Filme: Infiltrado na Klan
Elenco: John David Washington, Adam Driver, Topher Grace
Duração: 135 min
Diretor: Spike Lee
Distribuidora: Universal
Gênero: Policial  

Classificação: 14 Anos


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm







Sobre o Cine Roxy: Em oito décadas, o Roxy é caso raro de cinema que acompanhou a transformação da maneira de se exibir um filme: dos primeiros e grandes rolos de película ao sistema digital. A rica trajetória se deve à perseverança e o senso empreendedor da família Campos: de pai para filho, chegou ao atual diretor do Roxy, Antônio Campos Neto, o Toninho Campos. A modernização, aliada à tradição, transformou o Roxy no principal cinema do litoral paulista, fato que rendeu a Toninho o Prêmio ED 2013 na categoria Exibição -Destaque Profissional de Programação, considerado o principal do país nos segmentos de exibição e distribuição. E o convite para ser diretor cultural do Santos & Região Convention Visitors Bureau.

Trailer:

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

Tecnologia do Blogger.