quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

.: Dez motivos para assistir "Pinóquio", que estreia nos cinemas nesta quinta


Os atores Roberto Benigni e Federico Ielapi posam para fotografia nos bastidores do set. O primeiro volta para o cinema depois de um hiato de oito anos. O segundo se deparou com o maior desafio de sua carreira ao interpretar Pinóquio. Foto: Greta De Lazzaris. 

Por 
Helder Moraes Miranda, editor do Resenhando.

Esqueça as cores do clássico da Disney. O filme "Pinóquio", que conta a história do boneco de madeira aventureiro que sonha em se tornar um garoto de carne e osso, é uma história sombria e fascinante que marca o retorno de Roberto Benigni aos cinemas. Distribuído pela Imagem Filmes, o longa-metragem chega aos cinemas nacionais pela primeira vez em formato live-action a partir desta quinta-feira, dia 21. O Resenhando listou dez motivos para você assistir ao filme. 


1. Filme mostra versão sombria por trás do clássico. Ao contar a história de um marceneiro e seu filho de madeira desobediente, a primeira versão live-action de "Pinóquio" se propõe a fazer com que o público conheça a verdade sombria por trás de um clássico que marcou gerações. Em uma trama mais sombria, o público terá acesso a melhor adaptação já vista até hoje desse personagem emblemático. 


2. Live-action é a adaptação mais fiel ao clássico da literatura de todas. 
O boneco de madeira que marco gerações nos países em que foi apresentado apareceu pela primeira vez em 1883, no romance "As Aventuras de Pinóquio", escrito por Carlo Collodi. A partir daí, teve adaptações em diversos formatos, inclusive em uma animação da Disney lançada em 1940. Mas este live-action é a mais fiel de todas as adaptações, já que o Pinóquio do live-action é uma adaptação mais fiel ao personagem do livro e se afasta muito da versão da Disney. 


3. "Pinóquio" marca o retorno de Roberto Benigni aos filmes.
Astro de "A Vida É Bela", Roberto Benigni ficou oito longos anos longe do cinema. Vencedor do Oscar de Melhor Ator por "A Vida É Bela", longa-metragem que também faturou a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro, Roberto Benigni fazia falta nos filmes. Ele volta como de Gepeto, um solitário marceneiro que sonha em ser pai e deseja que Pinóquio, o boneco que construiu, ganhe vida.


4. Filme é a concretização de dois sonhos de diretor.
"Pinóquio" é dirigido por Matteo Garrone, cineasta que já venceu o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes. O filme é a concretização de dois sonhos do diretor: a primeira delas é dirigir uma adaptação de "Pinóquio". A outra era trabalhar com Roberto Benigni, que voltou aos cinemas após um hiato de oito anos.


5. Pinóquio é mostrado sem idealizações pela primeira vez. Clássico da literatura, do cinema e da televisão, Pinóquio sempre foi mostrado como um personagem ingênuo que faz bobagens sem a intenção de cometer o mal. Desta vez, pela primeira vez, uma adaptação de Pinóquio mostra o personagem desprovido de consciência - como um pote vazio, sem remorsos e sem nenhuma culpak, que não dá a mínima atenção ao que o Grilo Falante - o que seria a voz de sua consciência - aconselha. Não há filtros para a personalidade de Pinóquio nesta adaptação nua e crua.


6. Filme mostra valores e consequências.
 Quando Carlo Collodi escreveu "As Aventuras de Pinóquio", a impressão que passa é que ele nitidamente usava o personagem para usar de exemplos em diversas situações. O objetivo claro era educar as crianças. Isso fica nítido também no filme, para um público que talvez conheça Pinóquio pela primeira vez. Ou seja: se você for desobediente, pode se dar mal; se confiar em estranhos, pode ser enganado; se mentir, poderá ser desmascarado; se não estudar, virará (literalmente) um burro. Entre os valores que o filme quer transmitir, está o de que a virtude da personalidade é o unico caminho a ser seguido.


7. O Pinóquio do filme.
Hoje com dez anos, o ator italiano Federico Ielapi se deparou com o maior desafio de sua carreira ao interpretar Pinóquio, o personagem clássico que encanta gerações. Pela atuação neste filme, ele conquistou uma menção especial no Prêmio Guglielmo Biraghi como parte da Fita de Prata 2020. Fala-se muito, e merecidamente, de Roberto Benigni, que voltou após um afastamento de oito anos para fazer o filme. Mas é impossível dissociar hoje o Pinóquio dessa atuação tão bonita feita por Federico Ielapi. Não é o primeiro papel do ator, em 2018 eleintegrou o elenco do filme "Moschettieri del re - A Penúltima Missão", dirigido por Giovanni Veronesi , e em alguns comerciais de televisão de Italo Treno, ao lado do ator Francesco Pannofino.No mesmo ano, fez parte do elenco de "Don Matteo", interpretando Cosimo Farina. Em 2020, estrelou o filme "Brave Girls", dirigido por Michela Andreozzi , no papel de Francesco. 


8. Marine Vacth.
É sempre um prazer vez esta atriz e modelo francesa atuando. Embora em uma participação pequena, mas essencial, Marine Vacth brilha como a Fada Azul. Aos 29 anos, essa premiadíssima artista se mantém discreta e vive com o namorado e o filho, falando somente o essencial em entrevistas.


9. Filme pode incentivar a ler. 
Clássico da literatura infantojuvenil, "As Aventuras de Pinóquio" ("Le avventure di Pinocchio. Storia di un Burattino") foi escrito pelo italiano Carlo Collodi em Florença no ano de 1881 e publicado dois anos depois. Primeiramente, foi publicado em capítulos de folhetim no jornal infantil italiano Giornale per i Bambini, entre julho de 1881 e janeiro de 1883. Somente depois, no mesmo ano, foi publicado em livro pela Felice Paggi - Libraio Editore, com ilustrações de Enrico Mazzanti. Desde a sua publicação, o livro vem sendo traduzido para os mais diferentes idiomas e recebeu diversas adaptações.


10. Pinóquio é um patrimônio universal.
Se o filme ajuda a conhecer a história de Pinóquio exatamente como ela é, isso é reflexo da história original de Pinóquio, e das suas aventuras e desventuras ser estremamente rica. A obra permite que se façam várias leituras por públicos de diferentes idades. Pinóquio erra, sofre, mete os pés pelas mãos, e se redime para dar a volta por cima e se tornar gente é uma saga inspiradora para muitas pessoas, sejam crianças ou adultos. Não surpreende em nada a  história ter ultrapassado as fronteiras da Itália e ter se tornado um patrimônio universal da cultura, seja na sétima arte, na televisão ou na literatura.

Trailer de "Pinóquio"

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.