Mostrando postagens com marcador AmericanHorrorStory. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador AmericanHorrorStory. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

.: AHS 1984 traz reviravolta com ódio de mãe em "Lady in White"


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em novembro de 2019 

CONTÉM SPOILERS! 



O sétimo episódio de "AHS 1984", intitulado "Lady in White", é focado no mais intenso ódio de mãe. Para esse "Casos de Família" sanguinolento, a série antológica traz de volta dois grandes atores: Lily Rabe e Dylan McDermott. No penúltimo episódio, os dois não atuam juntos, mas dão frescor, fôlego e deixam a trama mais envolvente. Sem dúvida!

Numa viagem do tempo para o ano de 1948, o Redwood Camp, abrigo de fantasminhas nada camaradas, dos anos 80, era Camp Golden Star. Lá, trabalha uma mãe e dois meninos, até que uma desgraça com o filho mais novo, o Bob, sob o olhar do irmão mais velho, Benjamin. Vale ressaltar que Lily Rabe nos presenteia com uma atuação impecável!



De volta ao ano de 1989, Dona (Angelica Ross), a ex-enfermeira Rita, arrependida do experimento de soltar Mr. Jingles (John Carroll Lynch) e, consequentemente, estragar a vida de Brooke Thompson (Emma Roberts), muda a postura. Após libertar Brooke, cuida até da desintoxicação da moça. As duas viram amigas e vão para a pista no maior estilo de "Glee", na performance da música "Fire", do episódio "Home". Em tempo, a Emma Roberts está lindíssima no look "cool jeans"!

No entanto, Dona dá trela para um estranho, aliás, o homem mais errado possível. Eis que Brooke está determinada em se vingar de Margaret Booth (Leslie Grossman), mas acaba seguindo com a amiga Dona que dá uma carona para o bigodudo (Dylan McDermott). A coitada quase é arrastada por uma corda amarrada no próprio carro pela estrada. Ah, se a Brooke não fosse tão safa, né? 



"Lady in White" também reúne os fantasminhas do acampamento que acabam papeando com o adulto Benjamin, o Mr. Jingles (John Carroll Lynch). Assim, até mesmo as almas penadas entendem que a assombrosa mulher de branco que perambula pelo lugar é a mãe do assassino. Com o objetivo de resolver os problemas do passado, a senhora Richter e o filho se reencontram. Sequência impressionante pelo descarrego de excessivo ódio. Essa mãe não perdoa, dá até pena do Jingles -de todas as idades. 

Que venha o próximo episódio para sabermos o fim dos fantasminhas do mal! 


Episódio: "Lady in White" 
Exibição: 30 de outubro de 2019
Elenco: Emma Roberts (Brooke Thompson), Billie Lourd (Montana Duke), Leslie Grossman (Margaret Booth), Cody Fern (Xavier Plympton), Matthew Morrison (Trevor Kirchner), Gus Kenworthy (Chet Clancy), John Carroll Lynch (Benjamin Richter / Sr. Jingles), Angelica Ross (Enfermeira Rita), Zach Villa (Richard Ramirez), DeRon Horton (Ray Powell), Tara Karsian (Chefe Bertie), Orla Brady (Dr.ª Hopple).

*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm




Trailer de "Lady In White"

"Fire", em Glee



terça-feira, 29 de outubro de 2019

.: AHS 1984: 100º episódio surpreende, mas prossegue trama


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2019
 

CONTÉM SPOILERS! 


Não se iluda com a ideia de que o comemorativo episódio de "American Horror Story", o centésimo, na temporada 1984, seja repleto de referências aos personagens que amamos amar e odiar anteriormente. Embora, o episódio tenha sido alardeado por ex-integrantes do elenco, nas redes sociais, as criaturas emblemáticas e inesquecíveis, não dão o ar de suas graças na nova temporada.

O sexto episódio de "AHS 1984" é um bom episódio, uma vez que anteriormente a trama no acampamento, tecnicamente, foi esgotada e concluída. No entanto, confesso ter ficado decepcionada. Afinal, em minha mente elaborei diversas relações entre a atual temporada com a trama dos fantasmas da casa assassina, assim como com as bruxas e até com as aberrações do circo. O que amei ouvir no episódio? "I hate you!" e a resposta: "I hate you more!", como não lembrar de Dandy Mott, de "American Horror Story: Freakshow"?

A verdade é que as conexões supostas com as temporadas anteriores, principalmente com "AHS Apocalypse", embora não tenham sido estabelecidas no sexto episódio, ainda são muito possíveis. Será que Brooke não engravidou do fantasma sem cabeça e esse bebê foi adotado durante a passagem de tempo nessa temporada? 

O mais curioso de tudo é que Sarah Paulson não escondeu, recentemente, da imprensa sobre a possibilidade de retornar para décima temporada. Uma vez que as temporadas estão se conectando... Detalhe: Tudo indica que o oitavo episódio dará pistas sobre a próxima temporada. Enfim... todo fã precisa estar com as antenas ligadas e em pleno funcionamento para pescar os detalhes!


Além das suposições, está o episódio em si, exibido na quarta-feira, dia 23 de outubro. Nele reencontramos o Night Stalker (Zach Villa) e o Mr. Jingles (John Carroll Lynch), parceiraços, dividindo até quarto de hotel. Por outro lado, Jingles quer uma vida normal e, num jeitinho, entrega Richard Ramirez nas mãos da população que, por sorte, vai acabar na cadeia após ser linchado. E lembrando do pacto feito com o demônio, os efeitos do episódio remetem muito aos da série "Supernatural", que está prestes a chegar ao fim. Tem olhos pretos e espíritos no ar invadindo corpinhos.

No acampamento, Montana Duke (Billie Lourd) e Xavier Plympton (Cody Fern) divertem-se matando os visitantes do lugar que está abandonado, afinal, há passagem de tempo na trama. Já não estamos mais em 1984. Enquanto que Chet Clancy (Gus Kenworthy) tenta aproveitar a chance e se vingar de Margaret, Ray Powell (DeRon Horton) é quem some com os vestígios dos assassinatos no lugar. Eis que o mocinho, quem tirou a virgindade de Brooke, se cansa e... o lugar volta a ser pauta.

No entanto, a grande surpresa do episódio não fica no fato de Mr. Jingles, de fato, ter uma vida normal, até formar uma família e ter uma filhinha, mas pelas manobras mirabolantes da verdadeira assassina em série: Margaret Booth (Leslie Grossman). Ricaça, ela se casa com Trevor Kirchner (Matthew Morrison). Que casamento mais exótico! Confesso que para uma grande fã de "Glee" é bem estranho ver o ex-professor Schuester na pele de um homem ardiloso e amante quente. 


Como Margaret ficou rica? Continuando a agir de modo bizarro, mas sempre enganando a todos e culpando Brooke Thompson (Emma Roberts). E não é que a coitada vai presa e tem até a morte datada? Por outro lado, como se trata de "AHS", o final do episódio é sensacional. Viva, Didi (Angelica Ross)!



Episódio: "100" 
Exibição: 23 de outubro de 2019
Elenco: Emma Roberts (Brooke Thompson), Billie Lourd (Montana Duke), Leslie Grossman (Margaret Booth), Cody Fern (Xavier Plympton), Matthew Morrison (Trevor Kirchner), Gus Kenworthy (Chet Clancy), John Carroll Lynch (Benjamin Richter / Sr. Jingles), Angelica Ross (Enfermeira Rita), Zach Villa (Richard Ramirez), DeRon Horton (Ray Powell), Tara Karsian (Chefe Bertie), Orla Brady (Dr.ª Hopple).


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm



Teaser do episódio



sábado, 19 de outubro de 2019

.: "Red Dawn" de "AHS 1984" desperta fantasmas do passado


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2019


CONTÉM SPOILERS!


O quinto episódio de "AHS 1984" terminou tal qual o fim de um filme de terror fantasmagórico. Sem mistérios escondidos, inclusive aos personagens, "Red Dawn", a trama do "Camp Redwood" foi completamente desnudada. E a pergunta que não quer calar é: "E agora, o que acontecerá nos próximos episódios?". Contudo, entre os fãs, mil e uma teorias estão surgindo e, claro, sempre estabelecendo conexões com as temporadas anteriores.

Uma vez que a virgem Brooke (Emma Roberts) teve a primeira noite de amor com o espírito de Ray (DeRon Horton), que morreu decapitado. Caso a mocinha tenha engravidado, será ela a mãe do anticristo? Assim, haveria uma conexão com "AHS: Apocalypse".

A saída dos agora 100% endemoniados Night Stalker (Zach Villa) e Benjamin Richter, o Jingles (John Carroll Lynch), do acampamento, no maior estilo do videoclipe "Telephone", com Lady Gaga e Beyoncè, indicam uma ida da dupla ao inesquecível Hotel Cortez, para aquela reunião anual dos assassinos em série, de "AHS: Hotel". Talvez!

A verdade é que novamente, o episódio começa com um chute no peito, com direito a tortura, sangue jorrando de facões afiados em ação e gritaria. Enquanto Didi (Angelica Ross), num look mocinha da época, tenta dar um flagrante no pai com uma amante jovem, a surpresa é pra lá de pior do que qualquer pulada de cerca. Além de descobrir a maldade latente do pai, ela o convence a não matá-la e, reforça, que ele pode mudar. Afinal, ela é psicóloga.

É no acampamento que os espíritos estão à solta e voltam para dar seus recados. Alguns um tanto que ácidos, porém verdadeiros. Logo, Didi é lembrada que a "escuridão está dentro dela", por ser igual ao pai, mesmo não tendo seguido os passos dele.

Por outro lado, ainda sabemos pouco do passado da diabólica Margaret, que desta vez se realiza ao matar a quem puder. Tadinho do Chet (Gus Kenworthy)! Tem uma morte horrível, uma vez que já estava bem machucado, né?! Enquanto isso, Montana (Billie Lourd) decide por a mão na massa, ou melhor, em Brooke, uma vez que o Night Stalker deixou a mocinha escapar sã e salva.

No entanto, vale ressaltar que ao arregaçar as mangas para colocar a vingança em prática, a dupla Montana e Brooke garantem as caras de espanto das crianças dentro do ônibus escolar. Não é que os pimpolhos presenciam Brooke esfaqueando Montana com golpes frenéticos?! Apesar do horror, há uma dose de humor negro e dá para rir. Provavelmente pela surpresa! Assim, Montana vira um fantasminha até divertido -em partes.

Embora estejam, dessa vez, num acampamento, a história de espíritos interagindo com vivos, não é novidade em AHS. Uma vez que o público torceu loucamente por Violet (Taisa Farmiga) e Tate (Evan Peters), em "American Horror Story: Murder House", a primeiríssima temporada da série antológica.

Bem, quarta-feira será a vez do 100º episódio de "American Horror Story" e, já pelo trailer, promete ser perfeitamente redondinho. Também pudera, basta recordar do também comerativo episódio de "Glee". Foi um revival perfeito. Veremos! Que quarta-feira chegue logo. Amém!









Episódio: "Red Dawn" 
Exibição: 16 de outubro de 2019
Elenco: Emma Roberts (Brooke Thompson), Billie Lourd (Montana Duke), Leslie Grossman (Margaret Booth), Cody Fern (Xavier Plympton), Matthew Morrison (Trevor Kirchner), Gus Kenworthy (Chet Clancy), John Carroll Lynch (Benjamin Richter / Sr. Jingles), Angelica Ross (Enfermeira Rita), Zach Villa (Richard Ramirez), DeRon Horton (Ray Powell), Tara Karsian (Chefe Bertie), Orla Brady (Dr.ª Hopple).


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm



Teaser do episódio



quarta-feira, 16 de outubro de 2019

.: AHS 1984: Epsiódio cheio de fôlego revela "True Killers"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2019



CONTÉM SPOILERS!

Que a nova temporada de American Horror Story, "AHS: 1984", não está para brincadeira, o público notou há tempos. Mantendo a qualidade do episódio de estreia, em "True Killers" o fôlego da trama aumentou tanto a ponto de liberar surpresas, com mortos ressuscitando em grande estilo e deixando qualquer um boquiaberto.

De volta ao ambiente de uma academia, desta vez, é Montana (Billie Lourd) quem comando aulas de aeróbica exclusivas para garotos. Eis que um "novato" adentra o local que é puro rock´n´roll, incluindo o figurino da professora e a trilha sonora. 

Perdido em seu sentimento -de possessão?!- Montana interage com o "Rambo", o Night Stalker (Zach Villa). Contudo, o visitante sai de cena, mas prepara para a moça uma surpresinha com intestino alheio exposto e tudo. Para o casal, aquilo é o combustível perfeito para aguçar a libido. Que louco amor! Assim, a ligação de Montana e o Nigh Stalker é explicada.


Entretanto, a maior revelação do quarto episódio de "AHS 1984" não é essa volta ao passado do casal perturbado. A cena mais impressionante está na confirmação de que Margaret (Leslie Grossman) é a grande assassina em série. Tadinho do Mr. Jingles! Ele foi apenas um joguete nas mãos da adolescente insana e, agora, dessa mulher sem qualquer escrúpulo.

Calminha! É claro que Jingles não é um santinho a ser canonizado. No acampamento, ele reencontra uma funcionária. Conversa vai, conversa vem, assim como a geleia é espalhada por ela em pães para o ex-amigo de trabalho. No entanto, Xavier Plympton (Cody Fern), escondido debaixo da mesa, se faz notar e a sequência é de deixar qualquer um assombrado. O forno que o diga! Mas é a funcionária quem paga o pato.

Como está a mocinha da trama, Brooke Thompson (Emma Roberts)? Presa. Sai de um quartinho, escapa de uma armadilha mortal, mas cai diretamente numa rede, tal qual uma caça. Entretanto, Mr. Jingles e o Night Stalker, em assombroso embate não percebem que a loirinha deu pista.

E como estar no lugar errado, em produções de terror, é o mesmo que assinar o próprio atestado de óbito, aqui é a vez de dar tchau para o bombadão e dono de certa protuberância: Trevor Kirchner (Matthew Morrison). Contudo, ele não é o único a bater as botas. O Nigh Stalker também segue para a Terra dos Pés Juntos. Por outro lado, dedicado a ser um filho de Satã, o assassino serial literalmente ressuscita. Para o desespero dos que estão no acampamento e lutam por suas vidas.

Bom demais! Que venha o novo episódio hoje... para a nossa alegria!

Episódio: "True Killers" 
Exibição: 9 de outubro de 2019
Elenco: Emma Roberts (Brooke Thompson), Billie Lourd (Montana Duke), Leslie Grossman (Margaret Booth), Cody Fern (Xavier Plympton), Matthew Morrison (Trevor Kirchner), Gus Kenworthy (Chet Clancy), John Carroll Lynch (Benjamin Richter / Sr. Jingles), Angelica Ross (Enfermeira Rita), Zach Villa (Richard Ramirez), DeRon Horton (Ray Powell), Tara Karsian (Chefe Bertie), Orla Brady (Dr.ª Hopple).


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm


Teaser do episódio

terça-feira, 8 de outubro de 2019

.: AHS 1984: "Slashdance" tem reviravolta e referência a "Mindhunter"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2019


CONTÉM SPOILERS!


O terceiro episódio de "American Horror Story: 1984", "Slashdance" mantém todo o medo despertado anteriormente, em "Mr. Jingles", mas capricha ao máximo para dar bons sustos e gerar uma tremenda reviravolta na trama. Eletrizante por diversas vezes, incluindo batidas frenéticas na porta, assim como janelas da cabana quebradas e corre-corre. Ou um salve-se quem puder?! Afinal, o Night Stalker e Mr. Jingles (John Carroll Lynch) estão sedentos para matar. E nem precisa cruzar os caminhos deles, o assassinos vão atrás das vítimas, ok?!

Embora um jovem caia numa armadilha, na floresta, e fique espetado numa estaca e outro tenha a cabeça rolando pela estrada a fora, há muitos outros acontecimentos que mudam os olhares do público. Assim, sabemos que há um novo vilão -ou dois?!- na trama, tão infiltrado que, até então, foi impossível de levantar qualquer suspeita. Reviravolta no estilo "Mindhunter", mas com uma tremenda pitada de maldade. A propósito, que surpresa arrebatadora! 

Para tanto, a verdadeira enfermeira Rita é apresentada, a impostora é quem explica como Jingles voltou para o acampamento. Enquanto isso, o passado de Ray (DeRon Horton) o condena. O mais insano é que ele conta para Chet (Gus Kenworthy), por vontade própria, em detalhes os absurdos que cometeu no ano passado. Claro! Ray deu com a língua nos dentes por ter quase certeza de que o "amigo" estava morto ou muito perto de falecer.

No entanto, o público não só se escandaliza com a crueldade de Ray, rapaz que só ama a si mesmo, mas também descobre que Montana (Billie Lourd) está em parceria com Richard Ramirez, o Night Stalker (Zach Villa). Tal qual o título já entrega, no terceiro episódio acontece uma verdadeira dança das cadeiras, em que mocinhos -até a página 2- expuseram toda a vilania. 


Por outro lado, Brooke (Emma Roberts) está dando a letra de ser, verdadeiramente, a mocinha da trama. Totalmente vítima do destino. Enquanto que o intérprete do eterno professor Schuester de Glee, aqui, como Trevor (Matthew Morrison) está mais para personagem de apoio, ajudando a mover a trama, discretamente, sempre na parceria de outros, sem muito destaque. Enquanto que o descontrolado Xavier de Cody Fern brilha em cena. E como não poderia ser diferente, a trilha sonora é das melhores!

A verdade é que em "American Horror Story" tudo pode acontecer e, consequentemente, mudar mais uma vez o rumo da história. Só nos cabe esperar que seja para melhor, pois não há como negar que essa temporada está incrivelmente perfeita! Vamos acompanhar o comportamento de Mr. Jingles no local da chacina e ver se o Night Stalker cumprirá o pedido de Montana, pois amanhã tem um episódio novinho.


Episódio: "Slashdance" 
Exibição: 2 de outubro de 2019

Elenco: Emma Roberts (Brooke Thompson), Billie Lourd (Montana Duke), Leslie Grossman (Margaret Booth), Cody Fern (Xavier Plympton), Matthew Morrison (Trevor Kirchner), Gus Kenworthy (Chet Clancy), John Carroll Lynch (Benjamin Richter / Sr. Jingles), Angelica Ross (Enfermeira Rita), Zach Villa (Richard Ramirez), DeRon Horton (Ray Powell), Tara Karsian (Chefe Bertie), Orla Brady (Dr.ª Hopple).

*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm



Trailer


sexta-feira, 4 de outubro de 2019

.: AHS 1984: "Mr. Jingles" é episódio com perseguição e batidas insanas na porta


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2019


Intitulado "Mr. Jingles", o segundo episódio de "American Horror Story: 1984" é mais curto, porém não peca na qualidade. Com os personagens já instalados no Acampamento Redwood, o convidado principal é quem dá as caras no lugar. E como a mata ao redor do lugar recreativo é usado durante a noite! 

No modelito capa de chuva preta, que lembra muito o assassino do clássico "Eu sei o que vocês fizeram no verão passado", o senhor Benjamin, mais conhecido como Jingles (John Carroll Lynch), tira o sossego do grupo que na cidade estava interessado em azaração e malhação. E, antes mesmo disso e da abertura da série, o assassino em série já faz uma nova vítima. Seguindo o "modus operandi" de 14 anos atrás: ataca sem dó, nem piedade. Ah! E tira uma orelha!

A verdade é que o grupo do acampamento não tem apenas que se preocupar com a volta de Jingles, mas também com o Night Stalker (Perseguidor Noturno), interpretado por Zach Villa. Pois é, mesmo estando situado longe da cidade, o assassino do momento resolve dar uma passadinha no acampamento que, há 14 anos, foi cenário de um massacre juvenil.

E, em meio a todo o rebuliço de dois assassinos no acampamento, está a 100% temente a Deus: Margaret Booth (Leslie Grossman). A responsável pelo lugar e única sobrevivente do massacre de 1970 é quem alinhava a trama: entre os assassinos e as, possíveis, vítimas. Enquanto Brooke (Emma Roberts) se desespera ao ver no noticiário que o Night Stalker está por perto, Margaret apenas quer a pureza. Assim, meninos e meninas devem ficar separados à noite para não caírem em tentação.

Mesmo em enxutos 38 minutos, o episódio garante bons sustos, com direito a fantasma e muita perseguição... na mata, claro! Excelente!! 




Episódio: "Mr. Jingles" 
Exibição: 25 de setembro de 2019
Elenco: Emma Roberts (Brooke Thompson), Billie Lourd (Montana Duke), Leslie Grossman (Margaret Booth), Cody Fern (Xavier Plympton), Matthew Morrison (Trevor Kirchner), Gus Kenworthy (Chet Clancy), John Carroll Lynch (Benjamin Richter / Sr. Jingles), Angelica Ross (Enfermeira Rita), Zach Villa (Richard Ramirez), DeRon Horton (Ray Powell), Tara Karsian (Chefe Bertie), Orla Brady (Dr.ª Hopple).


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm


Trailer



quarta-feira, 25 de setembro de 2019

.: Estreia: AHS 1984 apresenta a história do acampamento Redwood

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2019


A nona temporada de "American Horror Story: 1984", exibida no dia 18, na FX gringa, começa com o episódio "Camp Redwood" e, tal qual uma clássica história de terror, apresenta jovens, sexo, drogas e matança. E claro, o sangue começa a jorrar justamente no momento de prazer, não de um casal, mas de um trisal de 1970. 

Na sequência, a abertura que foi divulgada pelo próprio Ryan Murphy, dias antes da estreia, passa longe dos habituais enigmas sexuais das temporadas anteriores. Com letreiros em neon, para o nome do elenco, itens de sucesso da época como tênis All Star cano alto, colãs, polainas, gravador em fita k-7, videocassete, com um toque soturno ditado pela música e sangue espirrando ou escorrendo na tela.



Na maior estilo "Let´s get Physical", numa academia com o look adequado para a época, o professor e também ator Xavier Plympton (Cody Fern) comanda a turma na aeróbica ao som de New Edition com "This is the End". Entre os alunos estão a assanhada Montana Duke (Billie Lourd), Ray Powell (DeRon Horton), o galã Chet Clancy (Gus Kenworthy) e a recatada Brooke Thompson (Emma Roberts).



Não há como negar que Cody Fern assume bem o posto que seria de Evan Peters, que está fora dessa temporada. Tal qual um George Michael no quesito roupas e brinco de uma orelha só, Xavier Plympton é quem costura e resgata a trama do passado. Seja por introduzir o tema assassinato ou por, literalmente, levar os jovenzinhos para o lugar que promete mais acontecimentos -provavelmente horripilantes. Afinal, já no primeiro episódio, o assassino do Acampamento Redwood retorna à ativa e até dá as caras: Benjamin Richter/ Sr. Jingles (John Carroll Lynch, o inesquecível palhaço Twisty de "American Horror Story: Freakshow")



Com Lynch de volta ao posto do vilão, cabe ao ex-professor de Espanhol, da série "Glee", Mathew Morrison interpretar o adulto garanhão do acampamento. Trevor Kirchner que vai caiu matando em Montana Duke (Billie Lourd) até mesmo pagou bundinha, no lago. Há ainda espaço para algumas pitadas de humor. Como não rir do volume de Trevor? Um rostinho conhecido de outra série é Angelica Ross, que veio diretamente de "Pose" para socorrer as vítimas do acampamento. Aqui, ela é a enfermeira Rita.

Enfim, muitos elementos dos sucessos de terror já surgiram na trama. O perfil dos personagens, a mocinha virgem, por exemplo, a edição de imagens, quando o Sr. Jingles é filmado numa inversão de tela, ou seja, ele surge por cima da tela, além da sonoplastia e a trilha sonora que casa perfeitamente, cada trecho das músicas coincide com as falas e situações em que surgem. Melhor que isso? Impossível! A temporada promete!!




Resumo: O ano é 1984, novata na cidade, Brooke Thompson faz amigos na aula de aeróbica, quando fica sabendo dos ataques do Night Stalker. Eis que, naquela noite, a mocinha tem a casa invadida e opta por deixar a cidade no verão para trabalhar como conselheira no Acampamento Redwood, ao lado dos novos amigos da aula de dança aeróbica. Antes de chegarem ao destino, na estrada, atropelam um caminhante e oferecem socorro no acampamento, os cuidados são da enfermeira do acampamento: Rita. A proprietária do lugar, Margaret Booth, leva o grupo para um tour pelos jardins. Contudo, é ao redor da fogueira que a história do massacre em 1970 é contada por Margaret, a única sobrevivente do ocorrido. Assim, o nome do assassino surge: o jardineiro Benjamin Richter, conhecido como Sr. Jingles. Brooke vê o caminhante morto, mas o corpo não é encontrado. 

Episódio: "Camp Redwood" 
Exibição: 18 de setembro de 2019
Elenco: Emma Roberts (Brooke Thompson), Billie Lourd (Montana Duke), Leslie Grossman (Margaret Booth), Cody Fern (Xavier Plympton), Matthew Morrison (Trevor Kirchner), Gus Kenworthy (Chet Clancy), John Carroll Lynch (Benjamin Richter / Sr. Jingles), Angelica Ross (Enfermeira Rita), Zach Villa (Richard Ramirez), DeRon Horton (Ray Powell), Tara Karsian (Chefe Bertie), Orla Brady (Dr.ª Hopple).


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura e licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos. Twitter: @maryellenfsm


sexta-feira, 13 de setembro de 2019

.: “American Horror Story: 1984” estreia em setembro no FX

Nona temporada da antologia de Ryan Murphy chega ao Brasil em 19
de setembro, à meia-noite
FX estreia a nova temporada de “American Horror Story” em setembro. Dos co-criadores Ryan Murphy e Brad Falchuk, a nona edição, intitulada “American Horror Story: 1984” chega ao Brasil dia 19, quinta-feira, à meia-noite.

Composta por dez episódios, a nova temporada retrata a década de 1980 e será estrelada por Emma Roberts, Billie Lourd, Leslie Grossman, Fern Morrison, Matthew Morrison, Gus Kenworthy, John Carroll Lynch, Angélica Ross e Zach Villa.

No verão de 1984, cinco amigos (Roberts, Fern, Lourd, Horton e Kenworthy) escapam de Los Angeles para trabalhar como conselheiros em Camp Redwood. Já instalados no local, em uma noite de fogueira, eles descobrem que o acampamento é o lugar do pior massacre de verão de todos os tempos. À medida que se adaptam aos novos empregos, aprenderão que a única coisa mais assustadora do que as histórias de fogueira é que o passado as assombra.

“American Horror Story: 1984” vai ao ar às quintas-feiras, à meia-noite, no FX, com reprises aos domingos, às 10h, terças, às 3h30 – madrugada de terça para quarta-feira, e quintas-feiras, às 16h. Os episódios também serão disponibilizados no FOX App para assinantes Premium. Enquanto a nova temporada não chega, os fãs podem aproveitar a maratona "American Horror Story: Apocalipse" nos dias 14 e 15 de setembro, sábado e domingo, a partir das 10h30. Serão exibidos cinco episódios por dia.


← Postagens mais recentes Postagens mais antigas → Página inicial
Tecnologia do Blogger.