terça-feira, 4 de agosto de 2020

.: Dez motivos para ler "Coraline", de Neil Gaiman, em edição especial


"Coraline", clássico de Neil Gaiman que mistura terror e conto de fadas, ganhou uma edição especial com ilustrações de Chris Riddell. O Resenhando.com listou dez motivos que mostram porque o livro é imprescindível na sua estante!

1. "Coraline" é uma história que mistura terror e elementos de contos de fadas. O livro gira em torno de Coraline Jones, uma menina extremamente curiosa que adora explorar lugares novos. Ela aprende, da maneira mais assustadora possível, que algumas portas jamais devem ser abertas - tudo isso em um universo repleto de estranhezas aterrorizantes que são deliciosas de ler e acompanhar.


2. Esta é uma edição especial, com um visual incrível. Lançado pela Intrínseca, o livro tem capa dura, pintura trilateral e ilustrações do premiado Chris Riddell. É muito rico em detalhes, entre eles o fitilho roxo (no padrão do livro) para ajudar a marcar a página e também um marcador ilustrado e cheio de detalhes. Além disso, também foi considerado pelo jornal The Guardian um dos melhores romances do século XXI, o que, de fato, combina com um história repleta de segredinhos e detalhes. Cada vez que o público volta para ler este livro, perceberá algo novo. Além disso, uma curiosidade é o símbolo da editora Intrínseca, adaptado para ficar como um botão ao invés do tradicional pingo do "i".


3. O livro é escrito por Neil Gaiman. Ou seja, um nome que dispensa apresentações por conta das obras de sucesso que vem escrevendo. Entre os livros que ele escreveu, "Mitologia Nórdica" e "Deuses Americanos", que, só pela Intrínseca, venderam mais de 700 mil exemplares. Neil Gaiman venceu vários prêmios, como Newbery Medal, Hugo e Nebula Awards. Essas premiações só confirmam que o escritor é criador de uma narrativa única e recheada de nuances que conquistou leitores de todas as idades.


4. A protagonista é encantadora e o público irá se identificar com ela.
Coraline é uma personagem muito carismática e, ao mesmo tempo, bem solitária. Muitos leitores irão se identificar com esse traço de personalidade e, assim como a personagem, só querem ser amados e acolhidos. Coraline está vivenciando um momento de transição: acaba de se mudar com os pais para um apartamento dentro de um casarão antigo, que é ocupado por vizinhos excêntricos, e está um pouco carente. Afinal, ela só quer um pouquinho de afeto. Quem nunca se sentiu assim?


5. O clima de terror é delicioso... e pode ser lido por crianças! Coraline vive em um apartamento que está envolto por uma névoa insistente. Imagine quantas aventuras é possível viver em um ambiente com esse visual? Coraline não vai deixar por menos e não perderá a oportunidade de viver uma aventura que mudará a vida dela para todo o sempre. Mas, se você é um adulto preocupado com crianças lerem um livro de terror e não dormirem à noite, pode se tranquilizar. É mais fácil as crianças quererem morar na história do que ter medo de dormir à noite... pela leitura do livro. 


6. Há um mundo (quase) invertido do outro lado da sala. No novo apartamento, há uma misteriosa porta na sala. Ao abri-la, ela entra em um lugar macabro e fascinante, onde vivem os pais que irão adotá-la. Neste mundo novo, as pessoas, além de ter botões negros no lugar dos olhos, também são muito pálidas. 


7. Coraline vai ensinar as crianças a serem mais espertas. Muitas vezes ignorada pelos pais, Coraline fica entediada no apartamento novo e parte em busca de uma nova vida. No mundo de pessoas pálidas e com botões no lugar dos olhos, ela encontra pais que estão sempre dispostos a lhe dar atenção, preparar os pratos que ela mais gosta e entregar os presentes mais desejados por ela. Mas... será que por trás de tanta atenção não há segredos e perigos que ela ainda não percebeu? Será que Coraline, assim como todas as crianças, deve confiar completamente em pessoas só porque a tratam bem?


8. O livro inspirou um filme stop-motion. Publicado originalmente em 2002, o livro, que completa 18 anos em 2020, deu origem a uma animação em stop-motion dirigida por  Henry Selick, o mesmo de "O Estranho Mundo de Jack" e "James e o Pêssego Gigante". No cinema, "Coraline" conquistou indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro. Além de um visual muito atrativo, traz para as crianças profundas reflexões e, além disso, é considerado pelo próprio autor de "Coraline"  a melhor adaptação de uma obra que escreveu. 


9. As ilustrações de Chris Riddell tornam tudo ainda mais espetacular. Não poderia ser diferente, já que ele é um ilustrador e cartunista aclamado, que vem recebendo vários prêmios, como o Nestlé Gold Award e Kate Greenway Medal. Chris Riddell e Neil Gaiman já trabalharam  juntos em outros projetos, como "O Livro do Cemitério" e "A Bela e a Adormecida" e é possível dizer que a arte dos dois artistas se complementam. O texto de Gaiman combina perfeitamente com a beleza dos traços de Riddel, resultando em uma mistura imbatível de beleza e terror, com toques sombrios de refinamento. Chris Riddell optou por cores frias, em tons de roxo, e também pelo preto, cor que tem a função especial de separar os capítulos.


10. "Coraline" tem uma mensagem a transmitir em uma aventura fascinante. O livro ensina, ou relembra a quem está lendo, o verdadeiro significado do que é ser corajoso, característica que a personagem tem de sobra. Além disso, mostra que as pessoas devem ter cuidado com o que desejam e valorizar o que têm. Porque todos podem ser felizes e não sabem simplesmente porque não prestam atenção ao que está ao redor. Assim como no livro, a beleza está nos detalhes, e a felicidade... nas entrelinhas! 

Compre o livro neste link
Sabe tudo sobre Coraline? Descubra neste link.





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.