sexta-feira, 18 de junho de 2021

.: Resenha crítica: "Rogai Por Nós" contra os falsos profetas

Por: Mary Ellen Farias dos Santos


Em épocas ruins é fácil se apegar a algo para ajudar a superar problemas diversos. Geralmente, a ferramenta mais usada pelos sagazes para atrairem os corações humildes é a fé. Eis os lobos em pele de cordeiros. Tal qual a premissa de que quando Deus constrói uma igreja, o diabo constrói uma capela ao lado. Eis que "Rogai por nós", longa com produção de  Sam Raimi, Evan Spiliotopoulos e Rob Tapert, caminha justamente nesse tema delicado e entrega um terror religioso. 

Ainda nos primeiros minutos de filme, em 1845, num ritual macabro de condenação, uma mulher é aprisionada -com direito a correntes- em uma boneca. Remetendo aos julgamentos e condenações das Bruxas de Salém. Assim, é lançada a primeira provocação que pauta a trama de 99 minutos. Sim! Tudo estará conectado a esse primeiro minuto da película.


Nos tempos atuais, em Boston, Massachusetts, o jornalista freelancer Gerry Fen (Jeffrey Dean Morgan, John Winchester, da série "Supernatural"), marcado pela invenção de uma história que sujou, inclusive, o nome do jornal, tenta emplacar uma nova trama convincente. Para tanto, segue até Banfield, fundada em 1817, para encontrar o enredo que o ajudará a colocá-lo de volta ao topo do jornalismo.

Na cidadezinha de 2.688 habitantes, a história de mutilação de gado não é verdadeira, mas Gerry é atraído até uma árvore que preserva uma espécie de Rainha da Colheita -datada de 31 de fevereiro de 1845-, a narrativa passada de geração para geração é de que essa boneca trazia sorte para a safra. Como todo grande inventor de histórias, Gerry cria a narrativa de que pelo talismã quebrado, mutilações surgiram no gado da cidade.

Eis que ao partir da cidade, enquanto dirige, tempera mais e mais a história inventada, até que o amante da fama, Gerry, envolve-se em um acidente automobilístico, quase atropelando a jovem Alice (Cricket Brown), sobrinha do Padre Hagan (William Sadler). A moça que é deficiente auditiva fala na frente do forasteiro após adentrar a mata e se posicionar diante de uma árvore. É a partir desse momento em que todos os elementos apresentados conectam-se, além de costurar o duo bem e mal, nessa trama protagonizada por falsos profetas modernos.

"Rogai por nós", filme baseado no livro "Shrine", do falecido escritor britânico James Herbert -autor de obras que inspiraram outras adaptações cinematográficas como "Lembranças de uma Vida" e "Ilusões Perigosas"-, não deixa de garantir bons sustos enquanto faz refletir a respeito da carência de grande parte dos humanos que fatalmente "é sanada" ao seguir líderes que prometem a realização de desejos, mas que, na verdade, apenas fazem o que interessa a si. 

Aos fãs de filmes de terror, "Rogai por nós" é uma excelente opção pelo clima de suspense, as sequências da aparição para Gerry, além de trazer o ator Jeffrey Dean Morgan mais uma vez nas narrativas de medo. Entre os destaques está a novata Cricket Brown, a atriz passa uma verdade angelical a ponto de convencer, inclusive o público

No elenco ainda estão William Sadler (Homem de Ferro 3Presidente Ellis), Katie Aselton (Terror na Ilha, Abby), Cary Elwes (Stranger Things, Prefeito de Hawkins) e Diogo Morgado (Ouro Verde, José Maria Magalhães / Jorge Monforte). O longa navega na fé cristã, mas deixa claro que nem tudo o que parece ser, é. Vale super a pena assistir!


"Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores." Mateus 7:15. 


Filme: Rogai por nós, The Unholy, 2021

Duração: 99 minutos, aproximadamente

Classificação Indicativa: 14 anos

Direção e Roteiro: Evan Spiliotopoulos

Produção: Sam Raimi, Evan Spiliotopoulos, Rob Tapert

Produção Executiva: Romel Adam, Andrea Ajemian

Elenco: Jeffrey Dean Morgan (Gerald, Gerry), Cricket Brown (Alice), William Sadler, Katie Aselton, Cary Elwes, Diogo Morgado, Bates Wilder, Marina Mazepa, Christine Adams, Dustin Tucker


Plataformas digitais de Aluguel e Compra:

Apple TV (iTunes), Google Play e Microsoft Films &TV (Xbox)

Plataformas digitais exclusivamente para aluguel:

Looke, NOW, SKY e Vivo Play


*Mary Ellen Farias dos Santos é criadora e editora do portal cultural Resenhando.com. É formada em Comunicação Social - Jornalismo, pós-graduada em Literatura, licenciada em Letras pela UniSantos - Universidade Católica de Santos e formada em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul. Twitter: @maryellenfsm


Trailer




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe-nos uma mensagem.

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.