Lojinha do Resenhando.com no Shopee tem variedade

Visite a lojinha do Resenhando.com!

Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Scream. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Scream. Classificar por data Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

.: 2x1: "Scream Queens" faz gritar de novo ao retornar

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2016


AVISO: CONTÉM SPOILERS!!


Os fãs de "Scream Queens" aguardaram e o retorno da série foi além do esperado. Sim! Foi fácil "Scream Again" ou, ao menos, dar boas risadas. Desta vez, o ambiente não é mais o universitário, mas o hospitalar, pois após escrever um livro de sucesso, Dean Munsch (James Lee Curtis) assume a nova missão de consertar o sistema de saúde dos Estados Unidos. Para tanto, compra um hospital e tem no quadro de funcionários a médica já formada, Zayday (Keke Palmer).

Além delas, um médico que é "um bloco de gelo" Dr. Cassidy Cascade (Taylor Lautnere outro que recebeu um transplante de mão: Dr. Brock Holt (John Stamos). Pois é, o cinquentão de musicais que participou de modo inesquecível da série "Glee", contribuiu com as cenas de humor e ainda dá um toque sensual. Que toque, hein!!

Um caso chama muito atenção no hospital, os doutores cuidam da paciente que é uma loba. Quanta ironia com Taylor Lautner, o lobo da saga "Crepúsculo"!! De repente, a sonequinha da poderosa Chanel que ao abrir os olhos dá o bom dia típico para Chanel nº 3 e nº5. Contudo, está mais apimentado com uma chamamento nada agradável e humilhante para o sexo feminino. Vale destacar!

Munsch convida as Chanels para trabalharem no hospital dela. O que a loirinha revela? Ela ama sangue! Em tempo, a mesma pegada sem sentido e cheia de rumos inesperados continua movimentando a trama em "Scream Queens". A interrupção para que o Dr. Brock conheça as Chanels ao som de "She´s got the look", da dupla Roxette, é memorável. Chanel, animadinha com o doutor, tira a blusa e fica somente de soutien.

Da sensualidade para a graça, eis que a dúvida das Chanels quanto ao visual da lobinha pipoca na tela: "Como você não enlouquecesse quando se olha no espelho?", além de perguntar se as enfermeiras são fantasmas, devido a roupa branca e insossa. Em contrapartida, a atriz Kirstie Alley, Nurse entra brilhantemente em cena e já deixa claro não gostar de Chanel. "Nurse" até comenta -na cara- que Chanel continua vestida como uma "vadia" e alerta: "Você não pertence aqui".


Katherine, a lobinha sofre as consequências de um tratamento, perde todo cabelo do corpo passa por uma super intervenção "chanelística". O trabalho da senhoritas, deixa todo o hospital muito orgulhoso. 


Ceninha que encaminha para um rumo previsível. A certeza é de que as duas futuras vítimas estão somente com a cabeça para fora -mais uma vez. Ao som de "Be my Baby", o assassino demoníaco age expelindo uma cor verde neon. Diante da situação, a ex-lobinha implora para que Chanel nº5 seja morta, mas... em "Scream Queens" nada é como se supõe ou se espera. O final é muito bom!! Que venha o próximo episódio loguinho, por favor!! 

Detalhe: No intervalo do episódio de estreia na FX americana, passou o vídeo de "Perfect Illusion", da cantora Lady Gaga. Incrível!

Seriado: Scream Queens
Episódio: 2x01 - Scream Again
Criado por: Ryan Murphy, Brad Falchuk, Ian Brennan
Elenco: Emma Roberts (Chanel Oberlin), Lea Michele (Hester), Glen Powell (Chad), Jamie Lee Curtis (Cathy Munsch), Niecy Nash (Denise), Billie Catherine Lourd (Chanel nº 3), Abigail Breslin (Chanel nº 5), Keke Palmer (Zayday), Kirstie Alley, John Stamos (Dr. Brock Holt), Kirstie Alley (Nurse), Taylor Lautner (Dr. Cassidy Cascade
)
Gênero: Terror comédia
Duração: 42 minutos
Exibido em: 20/09/2016



*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm



Teaser de Scream Queens


terça-feira, 8 de setembro de 2015

.: Scream: Por que a série teve o assassino perfeito? [Com SPOILER]


Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015



A primeira temporada de "Scream", da MTV, terminou em 1º de setembro de 2015 revelando o grande assassino serial que estava por trás da máscara de fantasma que levou personagens que muitos gostavam -e/ou até amavam de todo coração- como Nina (Bella Thorne), Riley (Brianne Tju), Xerife Clark (Jason Wiles), Will (Connor Weil) entre outros. No entanto, a revelação do "dono da máscara da matança" não foi surpreendente e muitos já -inclusive eu- palpitavam que Pipper (Amelia Rose Blaire) era uma das assassinas.

Já na primeira aparição da jovem, ao chegar no borborinho de alunos "investigando" a morte de "Nina bovina", o olhar lançado para Noah e Audrey (Bex Taylor-Klausjá trouxe o estranhamento para o seriado. O curioso é que justamente a interessada em desvendar o assassino serial era a própria que questionava a todos. Quando ela surgiu? A personagem foi apresentada quando o total de mortes já chegava a três: Nina, Tyler e Rachel. 

Contudo, a trama ofereceu pistas confusas e, assim, ela foi se camuflando, embora permanecesse na mira de grande parte dos fãs de "Scream". Para muitos -inclusive para mim-, Kieran (Amadeus Serafini) era nitidamente um dos suspeitos. Não só por seguir a lógica do filme original e primogênito "Scream/Pânico", em que o namorado faz e acontece com a mocinha Sidney (Neve Campbell). Bullying com o namorado de filme/série de terror? Não! Kieran também despertava inúmeras dúvidas quanto a confiabilidade. Para alívio de grande parte da galera, as atitudes de Kieran só foram mal interpretadas. Pelo menos nesta primeira temporada, sim!

Em contrapartida, o desfecho da trama deixou muitas pulgas atrás das orelhas do público. Embora as revelações tenham acontecido, nem tudo ficou tão claro. Será que Audrey foi realmente a ajudante de Pipper? As imagens mostraram o que levou muitos a crerem que sim. No entanto, sempre pode haver alguma explicação plausível para tirá-la de tal crucificação. 

Logo, é preciso pensar além. Por que iriam revelar justamente o segundo assassino no finalzinho do último episódio, deixando a continuidade comprometida? Jogada? Provavelmente! Assim, ao se despedir, mais uma vez, "Scream" brinca de enganar para espichar o seriado que não tem muitas chances de entrar para a história das séries revelações no gênero. O mérito da produção é o de dominar a arte de prender -ou agarrar firme?- espectadores em uma trama simples -e até bem conhecida. Em tempo, a equipe de edição manda bem nos cortes e contribuem para deixar qualquer um boquiaberto.

De fato, considerando toda a produção, Pipper é a assassina perfeita da primeira temporada de "Scream"! A boa atuação de Amelia Rose Blaire foi coerente, provando não ser uma escolha aleatória de diretores e produtores. As caras, as bocas e os olhares criminosos nas cenas em que "surgiu" foram convincentes. Acredito que se ela não tivesse qualquer culpa no cartório e permanecesse na história, críticas negativas ao seriado teriam chovido aos montes. 

Que 2016 venha logo com a segunda temporada de "Scream". Até lá!



* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm 

quinta-feira, 28 de julho de 2016

.: Scream 2x9 leva todos para "O Orfanato"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2016




Em "The Orphanage", o nono episódio da segunda temporada da série "Scream", dispara tensão em meio às alucinações mirabolantes de Emma. Qual é o desfecho? Sangrento, claro! Ponto positivo que ajuda a esquentar a narrativa.

Para os fãs de Stavo e Brooke, a realização de um grande desejo. Em contraponto, na escola, a tensão é pura e os amigos sobreviventes entram numa briga feia. Ou seria um teste de amizade? De fato, Audrey é o centro de tudo, mas deixa bem claro que não é tão má quanto todos pensam.

Emma decide ir à escola e lá, no armário, encontra uma surpresinha no estilo "Jogos Mortais": uma mini fita K-7 de gravador escrito "play me". Assim, liberando pequenas revelações para ajudar a montar o quebra-cabeças desta temporada, a trama fica cada vez mais envolvente.

Consequentemente, Noah e Audrey discutem -sem se largar-, até a chegada de Zoe. A tensão no ambiente é forte e somente uma pontinha do problema causado pelo áudio recebido por Emma é revelado. Momento Sherlock Holmes num seriado de terror juvenil. Genial!

Numa conversa entre o xerife e a mãe de Emma, os desenhos sombrios de Stavo ganham maior contexto na trama. Entretanto, algumas cenas depois, a constatação do filho, ao fuçar nos documentos do pai, que deixa qualquer um boquiaberto. Por que ele dá uma de mexilão? Tentativa de encontrar uma boa resposta sobre a morte de Jake -para Brooke. O que o amor não faz com os jovens, né? 

Contudo, é no hospital, numa visita de Emma e Kieran à professora Lang que um novo desmembramento da trama surge. Sim! "Scream" sempre respira fundo e ressuscita situações passadas para linkar com as do presente. Dá novo fôlego ao que já existia por meio de uma nova "cara". Como não amar esse tipo de narrativa?

Aos fãs de Noah, a boa nova é a de que o mocinho, finalmente, deixa de ser o virgem da história e ainda indica o péssimo filme "Fantasmas 2", pois a cena de sexo é inspiradora. Já em "Scream".. é hilário! Contudo, a graça e a alegria, aos fãs do rapaz, dura pouco, pois o assassino serial tem uma lista para matar e, para a tristeza de muitos, Noah está no topo. 

Para justificar o título do episódio, outra novidade: Lang e Piper eram amigas de orfanato. De repente, uma festa de máscaras (Face the mask) no Orfanato Irmãs , organizada por Emma e Audrey. Claro que não! Por outro lado, convenhamos, esse Ghostface, é danadinho, né? Além de matar, torturar, esfaquear, fritar as vítimas ele ainda encontra tempo para uma festa. Uau!! 

A festa atribuída a Emma e Audrey é sucesso total, com direito a assassinato no estilo "Scream" -de Wes Craven-, daquele que a vítima grita, mas ninguém ouve, pois a animação da galera está no auge, além da exibição do corpo no estilo "Jogos Mortais". No jogo de caça ao rato, Emma e Audrey acabam estando juntas e ligam as lanternas de seus celulares, gritam por quem querem encontrar. Ué! Por que não telefonam para Noah e Kieran? 

Resposta: Para aumentar a tensão no episódio e, no caminho, encontrarem fotos de Piper por todo lugar, até chegarem em algo mais volumoso, o 
corpo. Detalhe que o tempo passou, mas o corpo está muito bem conservador, nem Emma ou Audrey comentam sobre o cheiro.

Enfim, quem está por trás da máscara? Ninguém faz ideia!


Seriado: Scream
Episódio: 2x09 -  The Orphanage
Elenco: Willa Fitzgerald, Bex Taylor-Klaus, John Karna, Amadeus Serafini, Connor Weil, Carlson Young, Jason Wiles, Tracy Middendorf
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério
Duração: 42 minutos
Exibido em: 26/07/2016



*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm

sábado, 4 de julho de 2015

.: "Scream" é o que faltava entre os seriados juvenis

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2015



"Todos têm segredos, todos mentem e todos estão disponíveis."


A mesma pegada do filme com a condução segura do enredo que fisga de vez o público. "Scream", seriado que leva o mesmo nome do filme "Pânico", aqui no Brasil, logo dá um aviso. Na fala do personagem Noah Foster (John Karna), explica a diferença entre filme e seriado. Abuso? Total, mas perfeito. É por meio deste personagem que o uso da metalinguagem fica evidente, pois enquanto ele dá uma aula aos "amigos" sobre o seu psicopata preferido, as ações descritas acontecem e tornam a história ainda mais interessante.

Talvez ele seja a chave de tudo? Sim! Não! Difícil afirmar certamente neste episódio de estreia. Contudo, sabe-se bem que no filme a surpresa do assassino serial fica somente para o finalzinho e a revelação é sempre surpreendente. Já no seriado... quanto mais dúvidas forem plantadas na trama, mais tempo de vida a série ganha. Parece que esta receita será seguida por "Scream".

suspense de sucesso dos anos 90, de Wes Craven, foi parar nas mãos dos produtores Matthew Signer e Keith Levine e não foi maltratado, não! Repaginado, por necessidade, mas sem perder a tensão nas cenas que precisam de nervosismo. Ok! A máscara de fantasma mudou, mas foi para melhor. Ele não liga para bater um papo com a vítima? Não! A realidade de hoje é teclar, oras!

Como tudo começa? No lago Lakewood, uma voz sinistra cantarola palavras que dão dicas do que vai ser visto ainda no episódio Piloto. Após 15 segundos de introdução, surgem duas garotas se beijando, tão empolgadas que não se dão conta de estarem sendo filmadas, o vídeo "cai" na internet e torna-se viral. 

Tudo muito jovial? Por que não seria? Quem acompanhou a saga de Sidney Prescott (Neve Campbell), no longa-metragem de 1996, viu uma história de terror ser protagonizada por jovens que eram perseguidos pelo serial killer que usava a máscara de fantasma. Sendo assim, o que esperar do seriado "Scream"? Muito sangue, tensão, azaração, mortes e bons sustos.

E deixo um alerta. Caso você, das antigas, pense em ver algum dos filhos de personagens do sucesso de 111 minutos, não perca o seu tempo. "Scream" está sendo exibida na MTV americana, desde 30 de junho. No elenco estão: Jamie Travis (Faking It) no comando do piloto, de uma hora de duração. Willa Fitzgerald (Emma Duvall), Bex Taylor Klaus (Audrey), John Karna (Noah Foster), Connor Weil (Will), Amadeus Serafini (Kieran Wilcox), Carlson Young (Brooke Maddox), Tracy Middendorf (Maggie) e Joel Gretsch (Sheriff Clark Hudson) são os protagonistas.



Seriado: Scream
Episódio: 1x01 - Piloto - Red Roses
Elenco: Willa Fitzgerald, Bex Taylor-Klaus, John Karna, Amadeus Serafini, Connor Weil, Carlson Young, Jason Wiles, Tracy Middendorf
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério
Duração: 42 minutos
Desenvolvido por: Jill Blotevogel, Dan Dworkin, Jay Beattie
Produtores: Matthew Signer, Keith Levine
Exibido em: 30/06/2015


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm 


quinta-feira, 2 de julho de 2015

.: “Scream Queens” só é parecido com “American Horror Story”

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2015


Entre as novidades que Ryan Murphy liberou, em entrevista ao Hollywood Reporter, a mais chamativa é de que na nova série, "Scream Queens", apenas quatro personagens irão sobreviver e voltarão para a segunda temporada. Embora siga a temática de terror e tenha o formato de antologia de "American Horror Story", as temporadas de "Scream Queens" serão claramente relacionadas.

No início de 2015, sem muitas informações sobre o seriado, a  grande lista de artistas no elenco, incluindo nomes, como Emma Roberts, Jamie Lee Curtis, Lea Michele, Ariana Grande, Diego Boneta e Nick Jonas, chamou a atenção do público. No entanto, diante da fala de Ryan, tudo passou a fazer sentido.

É parecido com ‘American Horror Story’, são antologias, mas se diferem porque ao final da primeira temporada apenas quatro personagens dos, 25, vão sobreviver. E esses quatro na segunda temporada vão continuar com um novo gênero de horror – pois uma irmandade é um gênero horror para mim, é um lugar onde havia, filmes de terror nos anos 80. Esse é o formato da série.“, revelou o produtor.

O seriado promete ter um diferencial, assim como foi a série "Glee". Em "Scream Queens", haverá um terror cômico, tendo como ambiente a irmandade de uma universidade americana. Ali, garotas serão vítimas de um serial killer, aguçando ainda mais a curiosidade do público. Desta forma, todos episódios irão fazer referência a clássicos do horror como “Halloween” e “Sexta-Feira 13″. Segundo Ryan Murphy, no episódio piloto há uma grande pista sobre quem é o seria killer.



A estreia de "Scream Queens" acontecerá na FOX norte-americana, no dia 22 de setembro.


Trailer de “Scream Queens”, legendado:

* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm 

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

.: Scream 2x12: Traz a loucura a dois, mas não empolga tanto

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em agosto de 2016



Audrey e Emma estão, definitivamente, num mato sem cachorro e como "Scream" é uma série de terror, tudo sempre piora ainda mais. Quem não lembra do Ghostface, um carro de polícia e a vida de quem amamos acompanhar em perigo? Sim! No filme que é a base desta série! Ok. Homenagem legal, pois a sequência é excelente, mas acaba sem graça.

Eis que a suspeita de "loucura a dois" é lançada para Emma e Audrey, mas como o próprio assassino comenta "todos querem um pedaço" de Emma. Eis que a Britney Spears do pedaço segue na fuga com Audrey. Sim! A mocinha e a bi-curiosa são duas fugitivas de Lakewood.

Diferente do episódio final da primeira temporada, nesse, Brooke somente chora a morte do pai, junta-se à patota para encontrar o assassino, mas não é perseguida, embora fique com a vida por um fio. A loirinha sapeca e o fã de filmes de terror fazem guarda da porta de entrada e a conversa tem um final bem engraçado. Ainda mais com a chegada de Stavo. Hilário!

Seguindo a ideia de Stavo, "às vezes, as pessoas mais próximas guardam os maiores segredos". De fato, as pistas que a maioria dos fãs acreditavam, foi revelada -ou confirmada. Tudo era tão óbvio que ainda não é aceitável -consideremos a ligação que Kieran recebe na cadeia. Assim o parceiro de Pipper é revelado, não de modo surpreendente, o que é extremamente desinteressante. Somente confirma uma das ameaças feitas, "cuidado, Emma, você não quer ver o meu rosto". Como deixar de concordar!?

Um momento forte é o das projeções na sala de cinema. Sim! As mortes ganham destaque, novo ataque e toda a adrenalina esmorece. O episódio final é bom, mas não consegue manter a  emoção ou fazer roer as unhas. Qual é o problema? A oscilação! Não há um clímax que seja.

Por outro lado, em "The Madness of Two" a cena de dois suspeitos, um jogando a culpa no outro, confundindo a mocinha é envolvente. E no estilo "Scream", aquele que nada tem de culpado, paga com a vida, enquanto que o assassino samba na cara de Emma e Audrey. Na sequência, entre araras de roupas, uma perseguição aproximada a do clássico "Scream", mas, mais uma vez, o desfecho deixa a desejar. Faltou mais adrenalina? Com certeza! Por outro lado, episódios especiais de "Halloween" estão programados. Que venham no capricho!


Seriado: Scream
Episódio: 2x12 -  The Madness of Two
Elenco: Willa Fitzgerald, Bex Taylor-Klaus, John Karna, Amadeus Serafini, Connor Weil, Carlson Young, Jason Wiles, Tracy Middendorf
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério
Duração: 42 minutos
Exibido em: 16/08/2016


*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm


quarta-feira, 3 de agosto de 2016

.: Scream 2x10 faz chorar em "The Vanishing"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em agosto de 2016



O décimo episódio da segunda temporada da série "Scream", batizada de "The Vanishing", já deixa algumas pistas do rumo que a trama vai tomar. Por quê? Assim como no filme "inspirador", estrelado por Jeff Bridges, Kiefer Sutherland e Sandra Bullock, em português "O silêncio do Lago", namorados são "separados" por um lunático. Triste? Demais!

Em meio aos flashbacks que sustentam ainda mais a trama, os empecilhos juvenis rotineiros dos outros personagens de "Scream" são minúsculos diante do problemão que Emma está cada vez mais mergulhada, mas, por ser a mocinha, envolve a todos. Resumo: É um emaranhado de confusões que não são solucionadas. Até a polícia não dá conta!

De fato, perto do fim desta temporada, os criadores decidiram brincar com o público. Após matar uma nova personagem que prometia crescer na série, um grande susto provocou os fãs, ganhando força com o seguidores no Twitter do seriado (https://twitter.com/MTVScream)... Noah morreu? Contudo, usar a hashtag #SaveNoah foi uma boa opção.

De fato, muitos fãs enlouqueceram e relutaram em aceitar o que acontecia com o bom rapaz, o ex-virgem da história. Contudo, foi Zoe, previamente apontada uma das assassinas seriais, a grande azarada da vez. Entretanto, embora tenha permanecido vivo, mesmo todo ferido, Noah pagou um alto preço. Triste? Sim. A cena foi para chorar de emoção. Como esse hacker não tem sorte! Talvez ele tenha que mudar de seriado, gente! Brincadeirinha.

Enquanto Emma descobre os motivos verdadeiros de Audrey ter feito o que fez, ou melhor, ter trazido Pipper para Lakewood, a explicação é até chocante, mas totalmente plausível. Justifica tudo, sim! Por outro lado, é no final do episódio, quando a mocinha recebe o apoio da mãe que um simples recadinho deixado numa árvore apresenta um interessante suspeito ao posto de Ghostface. Será mesmo? Que venha o próximo episódio, por favor!!


Seriado: Scream
Episódio: 2x10 -  The Vanishing
Elenco: Willa Fitzgerald, Bex Taylor-Klaus, John Karna, Amadeus Serafini, Connor Weil, Carlson Young, Jason Wiles, Tracy Middendorf
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério
Duração: 42 minutos
Exibido em: 08/08/2016



*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm





quarta-feira, 20 de julho de 2016

.: Em Scream 2x8, Lakewood é a cidade dos amaldiçoados

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em julho de 2016



Após o recapitula do oitavo episódio de "Scream", "Village of the Damned", que é de deixar qualquer um boquiaberto, a pergunta que não quer calar é: Lakewood está amaldiçoada? Com a narração de Noah, em cena paralela, Audrey é relembrada do que fez no verão passado do modo mais sanguinolento possível. Ninguém a perdoará do que fez? Provavelmente! Para se sentir melhor com a escorregadela, seria a bi-curiosa capaz de contar esse segredo que pode mudar tudo? Primeira provocação do episódio.

No entanto, o desenrolar do episódio está mais propenso a a
pontar Stavo como o assassino, por meio de insinuações. Provocaçãozinha lançada que esbarra em Kieran, antes do término do episódio. Contudo é importante pensar: Até que ponto o novato Stavo tem culpa no cartório? Se é que tem alguma. Enquanto isso, o xerife continua agindo de modo suspeito -com o objetivo de proteger o filho?!- e... nada mais! No fim da segunda temporada, tudo será explicado. Acredito.

Contudo, o fogo é iniciado -de modo figurado-, pois o próprio xerife tem um bom bate-papo e 
alerta Emma a ter cuidado com quem anda. Claro, a menina é muito pura e nunca usa o desconfiômetro. Sempre tem o perigo por companhia, gente!

Por outro lado, outra pergunta lançada é: Quem é o monstro da cidade? Confesso que ao ouvir "I´m your father", do xerife ao filho, Stavo, não deu para deixar de lembrar de Darth Vader. A dúvida do pai sobre o filho ser o assassino, dá um toque vilanesco. Perfeito!

Encerrando os dias comuns dos sobreviventes de Lakewood, um videozinho de Emma em perigo deixa Audrey nervosinha, mas nada como dar uma voltinha no parque de diversões, né? As festas em locais como esse fazem maravilhas em meio a assassinatos em série. Todos os problemas são esquecidos. Nem tanto... Uma briguinha de garotos por Emma já esquenta a comemoração.

Fotos fofamente românticas de Noah e Zoe despertam a sensação de que algo de muito ruim acontecerá mais uma vez ao xereta mais amado de todos os tempos e seriados... Ao menos, dá a impressão. Será que Noah ficará na mão e sem namorada mais uma vez? #Medinho. A certeza é de que na mão, ele já fica. Que isso? Brincadeirinha de mal gosto com o pobre rapaz. Quando acontecer a primeira vez dele, será preciso de muitos fogos de artifícios para celebrar, hein!! Que dó! Em tempo, Audrey é uma verdadeira empata...

Mais uma vez, Brooke rouba cena. Ela sempre causa, mas bêbada a loirinha toca fogo na cidade dos amaldiçoados e lembra de modo emocionado o que viveu com Jake, jogando a todos a amargura que carregava em silêncio. Outra cena arrasadora e de deixar qualquer um com lágrimas nos olhos. Ok! O que eu fiz? A bêbada Brooke questiona. A resposta mais certa é: Mexeu com as emoções dos fãs de "Scream", mocinha!

Kieran foi realmente pego pelo Ghosface? Esse é o momento em que o episódio ganha total força lembrando o clássico "Pague para entrar, reze para sair" (The FunHouse, 1981). O que Emma faz para encontrar o gatão Kieran? Embarca na mais pavorosa atração do parque. Completamente perfeito, embora a saída do mascarado na atração seja previsível, porém arrepiante. Por quê? A mocinha está simplesmente empunhando um revólver ao "criminoso". Que venha logo o próximo episódio!! Enquanto isso, vamos nos divertindo com o programa "Scream After Dark". 



Seriado: Scream
Episódio: 2x08 -  Village of the Damned
Elenco: Willa Fitzgerald, Bex Taylor-Klaus, John Karna, Amadeus Serafini, Connor Weil, Carlson Young, Jason Wiles, Tracy Middendorf
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério
Duração: 42 minutos
Exibido em: 19/07/2016



*Editora do site cultural www.resenhando.com. É jornalista, professora e roteirista. Twitter: @maryellenfsm

terça-feira, 21 de junho de 2016

.: Scream 2x1 volta sanguinolenta como em "Jogos Mortais"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em junho de 2016


A série "Scream", inspirada nas fabulosas tramas de terror que estouraram no cinema, estreia a segunda temporada na MTV americana com a brincadeira da metalinguagem que tanto agradou e, no breve recapitula, prova com a fala do engraçadinho Noah Foaster (John Karna): "Um filme slasher não pode virar série". No entanto, a edição de cada cena arrepiante prova o contrário. Sim! É totalmente possível fazer um seriado de qualidade a partir de clássicos do terror com assassinos seriais. 

No episódio "I Know What You Did Last Summer" os seis sobreviventes estão de volta à Lakewood, pois a maldição parece estar muito longe de terminar, embora a quantidade de "perseguidos" tenha diminuído nitidamente. Como Piper Shaw foi ardilosa, né? R.I.P., darling! 

Contudo, Emma (Willa Fitzgerald) a mocinha da trama continua tendo pesadelos com o fantasma de Brandon James, assim como se fosse um terrível e assutador Freddy Krueger. Louquinha?! Não! O abalo da moça é compreensível, o drama via telefone predominou a primeira temporada do seriado. Como passar impune, não é?

No retorno a "pegada" de "Jogos Mortais" está cada vez mais evidente, despertando aquela esperança de que o maléfico Jigsaw apareça. Será? Vamos acompanhar! Até lá, muitos personagens serão apresentados a partir do clássico toque de telefone do Ghostface sedento por sangue para colorir a faca afiada que sempre carrega. 

Eis que surge uma jovem loira procurando o gatinho chamado Butterscoth. E, sabe-se bem a conclusão do fato, embora sirva -bem de leve- até como um "revival" da primeira vítima, interpretada por Bella Thorne. No entanto, não há muito com o que se preocupar, pois o caso somente tem relação com o atual trabalho de Audrey (Bex Taylor-Klaus), a "bi-curiosa".

Contudo, em "Scream", nem tudo é o que parece. Assim, o rumo da trama passa por uma eletrizante reviravolta e Audrey volta a estar no olho do furacão, embora não tenha culpa alguma, desta vez. Ao que tudo indica, mas é válido lembrar sempre: Em "Scream" tudo pode mudar. Um fato que é muito bom!

Como tudo começa? Mensagens bizarras via celular e um tremendo mal entendido. A dica que fica é: Quem brinca com fogo, um dia se queima e muito mais se for com Audrey. Apesar dos pesares, os jovens amigos sempre encontram tempo e ânimo para festejar. Depois de toda a situação, os sobreviventes do Ghostaface reúnem-se para recepcionar a mocinha da história: Emma.   
  
É claro que toda a maldição ressurge diretamente dos mortos e há sangue tingindo a tela. O desfecho do episódio tal qual "Jogos Mortais" é arrebatador. Ainda não conferiu? Não sabe o que está perdendo! Lembre-se de que "eles sabem o que você fez no verão passado".


Seriado: Scream
Episódio: 2x01 - I Know What You Did Last Summer
Elenco: Willa Fitzgerald, Bex Taylor-Klaus, John Karna, Amadeus Serafini, Connor Weil, Carlson Young, Jason Wiles, Tracy Middendorf
País: EUA
Gênero: Horror, Suspense, Mistério
Duração: 42 minutos
Exibido em: 31/05/2016



* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter: @maryellenfsm 


quarta-feira, 18 de novembro de 2015

.: 1x9: As histórias fantasmagóricas de "Scream Queens" são de arrepiar

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em novembro de 2015



O nono episódio da primeira temporada do seriado "Scream Queens", intitulado "Ghost Stories" tem direito a um discurso descabido de Chanel (Emma Roberts) sobre a irmandade e um brinde com champanhe à Chanel, enquanto que Grace (Skyler Samuels) comenta com Zayday (Keke Palmer) sobre a desconfiança em relação ao pai. Quem não pensaria como a mocinha, né?!

Denise (Niecy Nash), a "mama delícia" da KKT aparece deslumbrante, mas mantém a fala confusa e engraçada, até estourar um pedaço de plástico bolha. Para o enredo ficar envolvente, a trama caminha para o sinistro, de acordo com a fala de Chanel nº3 (Billie Catherine Lourd). Qual a melhor saída? Começar a contar histórias de fantasmas japoneses. 

Sim! As menininhas -meigas, delicadas, patricinhas e chiliquentas- reúnem-se para ouvir o poder do sobrenatural. Quem começa a maratona de terror? A policial e mais nova integrante da KKT. O misto do ridículo temperado com muito humor negro e um toque tenebroso explode em "Scream Queens". É rir para não chorar!! Em tempo, qual cor de papel higiênico você escolheria, hein? E caso não escolhesse, mas usasse o que leva sempre na bolsa?! O que será que aconteceria, hein?!

As histórias de fantasmas trazem um dos sumidos da série: Boone (Nick Jonas), o que é uma imensa alegria para o amalucado Chad (Glen Powell). Contudo, o que nos interessa mesmo é o que acontece na KKT! Assim, após a contação de histórias, Denise tem um momento -nada mágico- no "troninho" e é abordada -efetivamente- pelo Diabo Vermelho. Assim, ela "quase" vive a história de fantasma que contou anteriormente. Ufa!

Para arrepiar, a tenebrosa Hester (Lea Michele) toma a posição de contadora, volta ao passado, com direito a carro e roupas em modelito antigo, para uma perseguição na estrada com carona sombria no banco de trás. Esta história ganha vida no episódio? Sim! E é interpretada por Chanel nº5 (Abigail Breslin) após dar chilique ao acreditar que todos na irmandade irão morrer. 

Assim, as histórias de fantasmas ganham mais força, justificando o título do episódio: "Ghost Stories". Sim! Ao fugir do campus, Nº5 segue no carro ouvindo numa sintonia maluca do rádio, tudo o que precisava, tornando real a assustadora história fantasmagórica de Hester. 

Não é segredo que há mais de um assassino em "Scream Queens", logo, um deles é revelado neste episódio. Surpreendente!? Sim e não! Ou tanto quanto a conversa de Hester com Chad, utilizando o colete cervical todo trabalhado na pedraria brilhante. Fatalmente, a moçoila é humilhada no modo mais sádico possível. Na sequência, uma discussão, um beijo jogado no ar que é agarrado, mas jogado no lixo. Que rapaz mais cruel!


No entanto, é outra conversa de Chad que coloca uma pulguinha atrás da orelha. Ao ter Chanel diante de si, ele pergunta:  "Chanel, você é a assassina?". Qual é a resposta da protagonista? "Você verá!". Sim! Todos nós veremos e queremos ver. Aliás, precisamos saber quem é a outra pessoa por debaixo da fantasia de Diabo Vermelho. Será que a rainha do grito, a chefe do pedaço, faz o que quer, o tempo todo?! Dúvida cruel.

Sabe-se muito bem que não se "pode parar um fantasma". Logo, Grace e Zayday tentam explicar, ao investigador do caso, toda a situação vivenciada -com o terrível matador de 13 pessoas. No entanto, tudo parece ter sido causado por um fantasma? Hã?!

Além de Hester mostrar mais do lado sombrio para as "irmãs", a maior revelação vem da reitora Munsch (Jamie Lee Curtis). O que ela traz à tona? Na banheira, nasceram gêmeos, dois bebês. Seriam os dois que estão por trás da roupa vermelha de assassino? Daí o envolvimento de Gigi, sendo então a garota que testemunhou tudo!? Não há como afirmar isso!!


A verdade é que a participação de artistas "teens" da música tem o desfecho esperado. Afinal, fica claro que tudo não passou de uma participação especialíssima e nada mais, pois fica evidente que os personagens precisam sair da trama mesmo. Chato!! Por outro lado, até a queridinha de Ryan Murphy, a atriz Lea Michele, com sua doida Hester tem um fim -será?!- dado por Chanel no estilo Nazaré Tedesco de ser. Sim! Uma boa escada pode resolver o problema da protagonista, mas... até quando?


Seriado: Scream Queens
Episódio: 1x9 - Ghost Stories
Criado por: Ryan Murphy, Brad Falchuk, Ian Brennan
Elenco: Emma Roberts (Chanel Oberlin), Skyler Samuels (Grace Gardener), Lea Michele (Hester), Glen Powell (Chad), Ariana Grande (Chanel nº 2), Jamie Lee Curtis (Cathy Munsch), Diego Boneta (Pete Diller), Nick Jonas (Boone), Niecy Nash (Denise), Nasim Pedrad (Gigi), Oliver Hudson (Wes Gardener), Billie Catherine Lourd (Chanel nº 3), Abigail Breslin (Chanel nº 5), Keke Palmer (Zayday), Jennifer (Breezy Eslin), Sam (Jeanna Han) e Tiffany (Whitney Meyer)
Gênero: Terror comédia
Duração: 42 minutos
Exibido em: 03/11/2015


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm 



Trailer do episódio



quarta-feira, 7 de outubro de 2015

.: 1X4: "Scream Queens" acerta ainda mais no humor em "Haunted House"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em outubro de 2015



Todo o bom humor está latente no quarto episódio de "Scream Queens", intitulado de "Haunted House". O início, com dizeres que imitam o sistema de uma máquina de datilografar, já é sensacional e, então, surge a pergunta que não quer calar: Por que não ter o próprio Halloween? Chanel Oberlin (Emma Roberts), que teve 2015 como um grande ano,  é tão poderosa que cria o Chanel-0-Ween para os 752 fãs que a acompanham no Instagram. Quais os presentes? Surpresas de arrepiar! No entanto, uma fã, em especial, Susan, recebe o mimo das mãos da própria loirinha. As filmagens dos fãs com os presentinhos e de Chanel com Susan são hilárias. Tente escapar dos registros sem gargalhar!

Continuando com a acusação que fecha o episódio anterior, Munsch (Jamie Lee Curtis) responde a um interrogatório totalmente sem noção. Gigi (
Nasim Pedrad) e Wes Gardener (Oliver Hudson) até tentam puni-la, mas o diálogo fica ainda mais embaralhado e tem um resultado extremamente engraçado. Até porque a atitude de Munsch com Wes é de deixar qualquer um sem palavras. Eis que Denise (Niecy Nash) chega e é a própria piada em pessoa! Mais risadas!

Grace (Skyler Samuels) e Pete (Diego) vão atrás de pistas, mas aos fãs de "American Horror Story: Freakshow" o cenário parece muito, muito familiar: Um trailer no meio do nada cercado de muito verde! Ali, mais um diálogo começa em tom de piada, até chegar ao assunto crucial: O que aconteceu na Kappa Kappa Tau, em 1995, quando nasceu um bebê e uma candidata morreu. Contudo, a despedida da personagem que traz algumas pistas garante um bom suspense e um susto plausível.

Antes do adeus, detalhes daquela noite vem à tona, mas nem tanto. Assim, a pergunta que fica é: O que houve com o bebê? A única certeza é de que se tratava de uma menina. Será? Vale ressaltar que a mente criativa de Ryan Murphy pode ainda mudar tudo.

Mais uma vez, vestida com os trajes de Meep (personagem de American Horror Story: Freakshow), Chanel escolhe as lanternas de Halloween feitas pelas candidatas à casa KKT, mas é no closet em que as facas ganham destaque nas mãos da mimadinha. Mais risadas! Destaque para a sonoplastia que torna a cena perfeita.

Definitivamente, Hester (Lea Michele) não bate "lé com cré", logo é uma personagem que consegue apavorar tanto quanto o Demônio Vermelho. Entretanto, a lista de personagens assustadores não fica nela, mas chega ao professor Wes, um apaixonado por filmes de terror. Mostra ser um grande louco! 


Já a  casa mal-assombrada, que dá o nome a este episódio, garante bons sustos em sequência, além de um diálogo sincronizado de Denise e Pete totalmente impagável. A brincadeira não para! O suspense e a palhaçada definitivamente caminham juntinhos em "Scream Queens". Até as bonequinhas que permanecem posicionadas no chão -como se tivessem vida- aperfeiçoam todo o cenário de mistério brincalhão. 

Ali, fica claro que todos que já deram as caras na trama podem ser os assassinos. Não há dúvida de que Hester dá medo!! Dê atenção para a cara que Chad faz quando descobre o nome da nova Chanel, é imperdível. Mas, ainda melhor é a cena dos dois dentro da casa totalmente assombrada, assim como a saída triunfal dos dois, com direito a uma corrida afeminada protagonizada por Chad!

A chamada da polícia e o medo dos participantes da festa que tem consciência do que de fato acontece naquela casa do terror, vai além do fazer graça com a desgraça alheia. É nitidamente uma relevante crítica ao fato de não respeitar os mortos, o que temos visto muito, ultimamente, já que qualquer um pode filmar e fotografar o que e quem quiser -como quiser. Que venha o quinto episódio, pois "Scream Queens" só está ficando cada vez mais perfeito!!


Seriado: Scream Queens
Episódio: 1x4 - Haunted House
Criado por: Ryan Murphy, Brad Falchuk, Ian Brennan
Elenco: 
Emma Roberts (Chanel Oberlin), Skyler Samuels (Grace Gardener), Lea Michele (Hester), Glen Powell (Chad), Ariana Grande (Chanel nº 2), Jamie Lee Curtis (Cathy Munsch), Diego Boneta (Pete Diller), Nick Jonas (Boone), Niecy Nash (Denise), Nasim Pedrad (Gigi), Oliver Hudson (Wes Gardener), Billie Catherine Lourd (Chanel nº 3), Abigail Breslin (Chanel nº 5), Keke Palmer (Zayday), Jennifer (Breezy Eslin), Sam (Jeanna Han) e Tiffany (Whitney Meyer)
Gênero: Terror comédia
Duração: 42 minutos

Exibido em: 06/10/2015


* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm 




quarta-feira, 30 de setembro de 2015

.: Novidades sobre "American Horror Story" e jogo de "Scream Queens"

Por: Mary Ellen Farias dos Santos
Em setembro de 2015



AMERICAN HORROR STORY: HOTEL Os intermináveis dias antecessores para a estreia de "American Horror Story: Hotel" estão quase chegando ao fim. O seriado que segue o formato de antologia, estreará a quinta temporada, na próxima quarta-feira, dia 7 de outubro de 2015 e, para tanto, está provocando os fãs -com grande frequência. A cada dia são postados vídeos com pequenas pistas ou fotos exclusivas. Contudo, o que se tem total certeza é de "American Horror Story: Hotel" acontecerá no diabólico Hotel Cortez, cheio de todos os tipos de fenômenos sobrenaturais. 


Aproveitando para matar dois coelhos com uma só cajadada, no dia 29 de setembro, durante o intervalo do terceiro episódio do novo seriado "Scream Queens", foi exibida a primeira cena de American Horror Story: Hotel. Sim! Os dois "filhinhos" de Ryan Murphy "dividiram o espaço" dando as mãozinhas. Boa sacada!

No trechinho, está o ator Wes Bentley, numa pausa, descansando numa cama do hotel do mal. O que acontece com ele? Nada demais! Contudo, a câmera explora um close e exibe a lateral do ator e segue para focar no que está abaixo da cama dele.

Longe de ser o "espírito vingativo e matador" que viveu em "American Horror Story: Freakshow", nesta nova temporada, 
Bentley será John Lowe. Um detetive do Departamento da Polícia de Los Angeles, que se muda para o Hotel da personagem de Lady Gaga com o objetivo de investigar os feitos do assassino dos 10 mandamentos. Enquanto ele parece ser um homem comum, a Condessa que será interpretada por Lady Gaga, é uma imortal que bebe sangue. Embora, esteja bem longe de ser, de fato, vampira. 

E a rainha das quatro temporadas de AHS, a atriz Jessica Lange? Para a imprensa, Ryan Murphy já revelou todo o amor que tem pela diva de AHS, além de dizer o que todos os fãs querem saber. "É improvável que Jessica Lange apareça nesta temporada, mas não é impossível'. Sendo assim, vamos acompanhar!


A primeira cena de AHS: Hotel postada no Twitter da cantora Lady Gaga


SCREAM QUEENS:
Com estreia em 22 de setembro, a série juvenil de terror, que acontece no ambiente escolar -assim como era em Glee-, está ganhando cada vez mais fãs. Sim! "Scream Queens" chegou até a ser mal vista por parte do público -ou os "haters" de plantão-, mas a verdade é que está fazendo sucesso. Na exibição dos dois primeiros episódios da série, que foi a premiere, a audiência demo foi de 1.7 e 4.04 milhões de pessoas, ou seja, audiência ao vivo, que é contabilizada do início ao fim da transmissão do episódio.

Na audiência gravada -para ver depois-, os números foram 1.0 na demo 18-49, totalizando 2 milhões de pessoas. Somando ainda a plataforma online e reprises da própria FOX, a série ganhou mais 1 milhão. Desta forma, o resultado final da audiência foi de 3.2 na demo e 7,3 milhões de telespectadores, um crescimento de 59% em comparação aos índices ao vivo (e isolados).

Para embarcar no sucesso, a MTV americana disponibilizou um link para que, numa brincadeira de perguntas com alternativas, os fãs possam descobrir qual "Chanel" é. Participe aqui: http://www.mtv.com/news/2282121/scream-queens-chanel-quiz/?xrs=_s.tw_main


A exibição dos episódios acontece toda terça-feira de noite, às 22 horas, na FOX americana.



* Mary Ellen é editora do site cultural www.resenhando.com, jornalista, professora e roteirista, além de criadora do www.photonovelas.com.br. Twitter:@maryellenfsm 

Próximas postagens → Página inicial

#ResenhandoIndica

20 20 20
Tecnologia do Blogger.